A LOGOTERAPIA DE VIKTOR FRANKL E A CONTRIBUIÇÃO FILOSÓFICA DE ALBERT CAMUS NO CENÁRIO DE SUICÍDIO DE PESSOAS IDOSAS

Authors

  • Marcel Pereira Pordeus
  • Wildeson de Sousa Caetano
  • Fábia Geisa Amaral Silva
  • Daniele Eduardo Rocha
  • Janaína Oliveira da Silva
  • Roseane Rocha Araújo
  • Dieyla Fernanda Abreu de Sousa
  • Janiele Torres de Matos Amora

DOI:

https://doi.org/10.56083/RCV3N8-084

Keywords:

Suicídio, Envelhecimento, Sentido da Vida, Absurdo da Existência, Logoterapia

Abstract

Em nossa sociedade contemporânea, em consequência dos avanços na Medicina, tecnologia, indústria farmacêutica, e melhora das condições nutricionais – e de vida nas cidades – houve acréscimo na qualidade e expectativa de vida, nesse cenário, há constatação de progressivo envelhecimento da população no Brasil e no mundo, tal fato verificado por meio de dados estatísticos de órgãos como o IBGE e OMS. Segundo a OMS (2020), há mais idosos do que crianças com menos de 5 anos de idade, portanto, o crescimento da população mundial de pessoas idosas totalizará um bilhão e 200 mil indivíduos em 2025, e dois bilhões em 2050, dos quais 80% viverão em países em desenvolvimento, sendo a população de 60 anos ou mais a mais suscetível a risco elevado de suicídio. Tendo em vista os fatores intrínsecos à vivência do idoso, suscitamos questionamentos acerca da existência, sensação de vazio existencial e perda de sentido da vida. Nesse sentido, este artigo tem por objetivo explicitar os fatores supramencionados e buscar contribuir com a prevenção do ato suicida pelos idosos, mediante uma proposta de psicoterapia existencial humanista, mais especificamente a logoterapia de Viktor Emil Frankl, considerando também a ótica do absurdo da existência, de Albert Camus.

References

CAMUS, Albert. O mito de Sísifo. Tradução de Ari Roitman e Paulina Watch. 6. ed. Rio de Janeiro: Edições Best Bolso, 2016.

CAVALCANTE, Fátima Gonçalves; MINAYO, Maria Cecília de Souza; MANGAS, Raimunda Matilde do Nascimento. Diferentes faces da depressão no suicídio em idosos. Ciência & Saúde Coletiva. v. 18. n. 10. p. 2985-2994, 2013. Disponível em: http://repositorio.caminhosdocuidado.org/handle/handle/152. Acesso em: 17 abr. 2023. DOI: https://doi.org/10.1590/S1413-81232013001000023

FRANKL, Viktor Emil. Em busca de sentido: um psicólogo no campo de concentração. 39 ed. Tradução de Walter O. Schlupp e Carlos C. Aveline. São Leopoldo: Sinodal; Petrópolis: Editora Vozes, 2016.

FRANKL, Viktor Emil. O sofrimento de uma vida sem sentido: caminhos para encontrar a razão de viver. Tradução de Karleno Bocarro. São Paulo: É Realizações Editora, 2015.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA - IBGE. Perfil dos idosos responsáveis pelos domicílios. 2000. Disponível em: http://www.ibge.gov.br/home/presidencia/noticias/25072002pidoso.shtm. Acesso em: 17 abr. 2023.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA - IBGE. Síntese de indicadores sociais: uma análise das condições de vida da população brasileira. Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão. Coordenação de População e Indicadores Sociais. Estudos e Pesquisas. Informação Demográfica e Socioeconômica. n. 35. Rio de Janeiro, 2015. Disponível em: http://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/livros/liv95011.pdf. Acesso em: 2 mar. 2023.

MENDES, Márcia Regina Silvério Santana Barbosa et al. A situação do idoso no Brasil: uma breve consideração. Acta Paul Enferm. v. 18. n. 4. p. 422-426, 2005. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/ape/v18n4/a11v18n4.pdf. Acesso em: 20 mar. 2023. DOI: https://doi.org/10.1590/S0103-21002005000400011

MINAYO, Maria Cecília de Souza; CAVALCANTE, Fátima Gonçalves. Suicídio entre pessoas idosas: revisão de literatura. Revista Saúde Pública. v. 44. n. 4. p. 750-757, 2010. Disponível em: http://www.scielosp.org/pdf/rsp/v44n4/ 20. pdf? view Type=Print&viewClass=Print. Acesso em: 11 abr. 2023. DOI: https://doi.org/10.1590/S0034-89102010000400020

MOREIRA, Virgínia; NOGUEIRA, Fernanda Nícia Nunes. Do indesejável ao inevitável: a experiência vivida do estigma de envelhecer na contemporaneidade. Psicol. UsP. São Paulo. v. 19. n. 1. p. 59-79, jan./mar. 2008. DOI: https://doi.org/10.1590/S0103-65642008000100009

OLIVEIRA, Eylla Kamylle de Santana; SILVA, Joilson Pereira da. Sentido da vida e envelhecimento: relação entre os pilares da logoterapia e bem-estar psicológico. Revista da Associação Brasileira de Logoterapia e Análise Existencial. v. 2. n. 2. p. 135-146, 2013. Disponível em: http://periodicos.ufpb.br/ojs2/index.php/le/article/view/16817. Acesso em: 5 abr. 2023.

ORGANIZAÇÃO PAN-AMERICANA DA SAÚDE – OPAS – OMS. Envelhecimento ativo: uma política de saúde. Tradução de Suzana Gontijo. Organização Pan-Americana da Saúde, Brasília, 2005. Disponível em: http://dms.ufpel.edu.br/ares/bitstream/handle/123456789/232/5%20%202005%20%20envelhecimento_ativo.pdf?sequence=1. Acesso em: 2 mar. 2023.

Published

2023-08-11

How to Cite

Pordeus, M. P., Caetano, W. de S., Silva, F. G. A., Rocha, D. E., da Silva, J. O., Araújo, R. R., de Sousa, D. F. A., & Amora, J. T. de M. (2023). A LOGOTERAPIA DE VIKTOR FRANKL E A CONTRIBUIÇÃO FILOSÓFICA DE ALBERT CAMUS NO CENÁRIO DE SUICÍDIO DE PESSOAS IDOSAS. Revista Contemporânea, 3(8), 11479–11501. https://doi.org/10.56083/RCV3N8-084

Issue

Section

Articles