MITOS E VERDADES SOBRE A ANEMIA FERROPRIVA: QUAIS SÃO AS EVIDÊNCIAS NA LITERATURA?

Authors

  • Jéssica Härter
  • Antonia da Silveira Loguercio
  • Brenda Magalhães Mello
  • Julia Dall Agnol
  • Leonardo Kirsch Ortacio
  • Mariana Reis Bortoluz
  • Maria Renita Burg

DOI:

https://doi.org/10.56083/RCV4N6-078

Keywords:

Anemia Ferropriva, deficiências de ferro, atenção primária à saúde, alimentos, dieta e nutrição

Abstract

A anemia é uma condição na qual a concentração de hemoglobina está abaixo do valor considerado normal. No Brasil, existe uma alta prevalência de anemia ferropriva entre os grupos de risco e, portanto, a suplementação profilática está prevista na Atenção Primária do Sistema Único de Saúde. Contudo, a população ainda apresenta muitas dúvidas e crenças culturais relacionadas ao tratamento da anemia que precisam ser esclarecidas. Portanto, realizou-se um estudo descritivo do tipo revisão da literatura no qual foram selecionadas questões recorrentes em serviços de saúde relacionados à anemia ferropriva que nortearam a busca de artigos. Os artigos foram buscados nas bases de dados Google Acadêmico, SCIELO e PUBMED. Verificou-se que a alimentação foi a maior fonte de questões que resultam em mitos e verdades e demostrou-se sua relevância no contexto da anemia. O conhecimento e esclarecimento de dúvidas como as trazidas por esse trabalho por parte dos profissionais de saúde para a população do seu território, junto com o incentivo a profilaxia e tratamento, pode auxiliar no controle desse agravo tão prevalente.

References

ABD-EL-FATTAH, ME, et al. Protective effect of Beta vulgaris roots supplementation on anemic phenylhydrazine-intoxicated rats. Environ Sci Pollut Res Int, v. 28, n. 46, p. 65731-42, 2021. DOI: https://doi.org/10.1007/s11356-021-15302-6

BAGNI, UV, VEIGA, GV. Iron-deficiency anemia and obesity: a new look at old problems. Nutrire: rev. Soc. Bras. Alim. Nutr. = J. Brazilian Soc. Food Nutr., São Paulo, , v. 36, n. 1, p. 177-88, 2011.

BRASIL. Ministério da Saúde. Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Resolução RDC nº 344, de 13 de dezembro de 2002. Aprova o Regulamento Técnico para a Fortificação das Farinhas de Trigo e das Farinhas de Milho com Ferro e Ácido Fólico, constante do anexo desta Resolução. Revoga a resolução – RDC n 15, de 21 de fevereiro de 2000 [lei na Internet]. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 18 dez 2002. Disponível em: http://www.anvisa.gov.br/e-legis/. Acesso em: jun. 2023.

BRASIL. Ministério da Saúde. Centro Brasileiro de Análise e Planejamento. Pesquisa Nacional de Demografia e Saúde da Criança e da Mulher – PNDS 2006: dimensões do processo reprodutivo e da saúde da criança. Brasília: Ministério da Saúde, 2009

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Programa Nacional de Suplementação de Ferro : manual de condutas gerais / Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Brasília: Ministério da Saúde, 2013.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Guia alimentar para a população brasileira / Ministério da Saúde, Secretaria de Atenção à Saúde, Departamento de Atenção Básica. – 2. ed., 1. reimpr. – Brasília : Ministério da Saúde, 2014. Disponível em: https://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/guia_alimentar_populacao_brasileira_2ed.pdf. Acesso em: jun. 2023.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. NutriSUS: guia de evidências: estratégia de fortificação da alimentação infantil com micronutrientes (vitaminas e minerais) em pó / Ministério da Saúde, Secretaria de Atenção à Saúde, Departamento de Atenção Básica. Brasília: Ministério da Saúde, 2015. Disponível em: https://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/nutrisus_caderno_orientacoes_fortificacao_alimentacao.pdf. Acesso em: jun. 2023.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção Primária à Saúde. Guia alimentar para crianças brasileiras menores de 2 anos versão resumida [recurso eletrônico] / Ministério da Saúde, Secretaria de Atenção Primária à Saúde. Brasília : Ministério da Saúde, 2021. Disponível em: http://189.28.128.100/dab/docs/portaldab/publicacoes/guia_alimentar_2anos.pdf. Acesso em: jun. 2023

CALABRIA, AC; SPANIOL, C; GOMES, MG. Dieta vegetariana na gestação e o impacto sobre o organismo materno e fetal: uma revisão da literatura. Cad. Pós-Grad. Distúrb. Desenvolv., São Paulo, v. 20, n. 1, p. 132-57, 2020. DOI: https://doi.org/10.5935/cadernosdisturbios.v20n1p132-157

CARVALHO, MC DE, BARACAT, ECE, SGARBIERI, VC. Anemia ferropriva e anemia de doença crônica: distúrbios do metabolismo de ferro. Segurança Alimentar e Nutricional, Campinas, n.13, v. 2, p. 54-63, 2006. DOI: https://doi.org/10.20396/san.v13i2.1832

CASTRO, et al. Prevalência de anemia e deficiência de vitamina A e consumo de ferro e de vitamina A entre crianças usuárias do Sistema Único de Saúde na cidade do Rio de Janeiro, Brasil. Cad. Saúde Pública, v. 37, n. 4, 2021. DOI: https://doi.org/10.1590/0102-311x00252420

DONEDA, D. Vegetarianismo na gestação, lactação, infância e adolescência. Porto Alegre: UFRGS, 2021.

GHEIT, I, EL-MAHMOUDY, A. Laboratory evidence for the hematopoietic potential of Beta vulgaris leaf and stalk extract in a phenylhydrazine model of anemia. Braz J Med Biol Res, v. 51, n. 11, e7722, 2018. DOI: https://doi.org/10.1590/1414-431x20187722

JORDÃO, RE, BERNARDI, JLD, BARROS FILHO, AA. Prevalência de anemia ferropriva no Brasil: uma revisão sistemática. Rev Paul Pediatr, v. 27, n.1, p. 90-8, 2009. DOI: https://doi.org/10.1590/S0103-05822009000100014

LYNCH SR, COOK JD. Interaction of vitamin C and iron. Ann N Y Acad Sci., v. 355, p. 32-44, 1980. DOI: https://doi.org/10.1111/j.1749-6632.1980.tb21325.x

Organização Mundial da Saúde. Lucha contra la anemia nutricional, especialmente contra la carência de hierro: Informe ADI/OIEA/OMS. Série de Informes Técnicos, 580. Genebra: OMS, 1975.

PADOVANI, RM, et al. Dietary reference intakes: aplicabilidade das tabelas em estudos nutricionais. Rev. Nutr, v. 19, n.6, 2006. DOI: https://doi.org/10.1590/S1415-52732006000600010

PAITAN, V, et al. Anemia como factor pronóstico en pacientes con cáncer. Rev Peru Med Exp Salud Publica, v. 35, n. 2, p. 250-8, 2018. DOI: https://doi.org/10.17843/rpmesp.2018.352.3171

PINTO, LT, et al. Os mitos científicos: O uso de pregos no feijão para combater a anemia ferropriva. In: Encontro Nacional de Pesquisas em Educação em Ciências, VII, 2009, Florianópolis. Os mitos científicos: O uso de pregos no feijão para combater a anemia ferropriva. Florianópolis, 2009.

QUINTAES, KD. O uso das panelas de ferro como suprimento das necessidades diárias de ferro. Rev. Ciênc. Méd. Campinas, v. 14, n. 6, p. 529-36, 2005.

SOCIEDADE BRASILEIRA DE PEDIATRIA (SBP). Departamento de Nutrologia e Hematologia. Consenso sobre anemia ferropriva: mais que uma doença, uma urgência médica! Rio de Janeiro: SBP; 2018. Disponível em: https://www.sbp.com.br/fileadmin/user_upload/21019f-Diretrizes_Consenso_sobre_anemia_ferropriva-ok.pdf. Acesso em: jun. 2023.

SZARFARC, SC. Políticas públicas para o controle da anemia ferropriva. Rev. bras. hematol. Hemoter, v .32, supl.2, p 2-8, 2010. DOI: https://doi.org/10.1590/S1516-84842010005000065

TABELA BRASILEIRA DE COMPOSIÇÃO DE ALIMENTOS (TACO)/ NEPA – UNICAMP. 4. ed. rev. e ampl. Campinas: UNICAMP, 2011.

TEUCHER B, OLIVARES M, CORI H. Enhancers of iron absorption: ascorbic acid and other organic acids. Int J Vitam Nutr Res., v. 74, n. 6, p. 403-19, 2004. DOI: https://doi.org/10.1024/0300-9831.74.6.403

TROUP, SB, SWISHER, SN, YOUNG, LE. The anemia of leukemia. The American journal of medicine, v. 28, p.751–63, 1960. DOI: https://doi.org/10.1016/0002-9343(60)90132-7

VIEIRA, RCS, FERREIRA, HS. Prevalência de anemia em crianças brasileiras, segundo diferentes cenários epidemiológicos. Rev. Nutr., Campinas, v.23, n. 3, p. 433-444, 2010. DOI: https://doi.org/10.1590/S1415-52732010000300011

Published

2024-06-10

How to Cite

Härter, J., Loguercio, A. da S., Mello, B. M., Agnol, J. D., Ortacio, L. K., Bortoluz, M. R., & Burg, M. R. (2024). MITOS E VERDADES SOBRE A ANEMIA FERROPRIVA: QUAIS SÃO AS EVIDÊNCIAS NA LITERATURA?. Revista Contemporânea, 4(6), e4670. https://doi.org/10.56083/RCV4N6-078

Issue

Section

Articles