ANSIEDADE E DEPRESSÃO EM ESTUDANTES DE MEDICINA DE UMA INSTITUIÇÃO PRIVADA DE ENSINO

Authors

  • André Reganhan
  • Luana Lopes Bessarano
  • Regina Caeli Guerra Poças

DOI:

https://doi.org/10.56083/RCV4N6-072

Keywords:

Ansiedade, Depressão, saúde do estudante, saúde mental

Abstract

A saúde mental dos estudantes universitários, de modo geral, tem sido tema de investigação em diversas partes do mundo e considerada uma questão preocupante e, portanto, merece a devida atenção. O objetivo do presente estudo foi levantar a prevalência de sintomas de ansiedade e depressão, e os prováveis fatores associados a ambos os transtornos entre estudantes de medicina. Para tanto, empregou-se o método observacional com delineamento transversal em estudantes do primeiro ao sexto ano do curso de medicina. Os dados foram coletados no final do segundo semestre de 2023 e para levantar os índices de ansiedade e depressão foi utilizado o Hospital Anxiety and Depression Scale. Na amostra composta por 184 estudantes, foram levantadas as prevalências de ansiedade e depressão, com gradação de leve a grave, de 66,3% e 31,5%, respectivamente. O gênero feminino associou-se aos níveis mais elevados de ansiedade, e a idade mais avançada e a frequência menor de atividade física aos níveis mais elevados de depressão. Ao mesmo tempo, os menores índices de ansiedade e depressão estavam fortemente evidenciados à boa qualidade e quantidade adequada de sono. Conclui-se que há estudantes de medicina sintomáticos tanto para ansiedade quanto para depressão, de acordo com o instrumento de medida utilizado. Isto posto, considera-se a imprescindibilidade do cuidado para com esses estudantes, pois o nível de exigências inerente ao curso, muitas das vezes, encontra-se acima do tolerável e pode causar malefícios à sua saúde mental.

References

BAEZA-VELASCO, C. et al. Study protocol of a multicenter randomized controlled trial of mindfulness-based intervention versus relaxation to reduce emotional exhaustion in medical students in France: the "Must prevent" study, BMC Psychiatry, n. 1, p. 115, 2020. Disponível em: https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/32160891/ DOI: https://doi.org/10.1186/s12888-020-02529-9

BARBOSA, L. N. F.; ASFORA, G. C. A.; MOURA, M. C. Ansiedade e depressão e uso de substâncias psicoativas em jovens universitários. SMAD, Rev. Eletrônica Saúde Mental Álcool Drog., n. 1, p. 01-08, 2020. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1806-69762020000100014 DOI: https://doi.org/10.11606//issn.1806-6976.smad.2020.155334

BOTEGA, N. J. et al. Transtornos do humor em enfermaria de clínica médica e validação de escala de medida (HAD) de ansiedade e depressão. Revista de Saúde Pública, n. 5, p. 355-63, 1995. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rsp/a/dY4tVF5tWXkrfkyjz5Sp4rM/ DOI: https://doi.org/10.1590/S0034-89101995000500004

BRITO JÚNIOR, M. S.; COELHO, K. S. C.; SERPA JUNIOR, O. D. A formação médica e a precarização psíquica dos estudantes: uma revisão sistemática sobre o sofrimento mental no percurso dos futuros médicos. Physis: Revista de Saúde Coletiva, n. 4, e320409, 2022. Disponível em: https://pesquisa.bvsalud.org/portal/resource/pt/biblio-1422318 DOI: https://doi.org/10.1590/s0103-73312022320409

BÜHRER, B. E. et al. Análise da Qualidade e Estilo de Vida entre Acadêmicos de Medicina de uma Instituição do Norte do Paraná. Revista Brasileira de Educação Médica, n. 1, p. 39-46, 2019. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rbem/a/dy5NnN4LXYKm57dpmFDP8sy/ DOI: https://doi.org/10.1590/1981-52712015v43n1rb20170143

CARDOSO, Y. S. et al. Levantamento de sintomas depressivos e ansiosos entre estudantes de medicina de uma universidade brasileira. Rev Med, n. 3, p. 204-11, 2021. Disponível em: DOI: https://doi.org/10.11606/issn.1679-9836.v100i3p204-211

https://www.revistas.usp.br/revistadc/article/view/181415

CHISHOLM, D. et al. Scaling-up treatment of depression and anxiety: a global return on investment analysis, The Lancet Psychiatry, n. 5, p. 415-24, 2016. Disponível em: https://www.thelancet.com/journals/lanpsy/article/PIIS2215-0366(16)30024-4/fulltext DOI: https://doi.org/10.1016/S2215-0366(16)30024-4

COSTA, T. G. et al. Prevalência e fatores associados à depressão e ansiedade entre estudantes de Medicina de uma universidade do interior do Brasil, Rev. USP. Medicina, n. 4, e-196142, 2022. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/rmrp/article/view/196142

DAMASO, J. G. B. et al. É muita pressão! Percepções sobre o desgaste mental entre estudantes de medicina, Rev. bras. orientac. prof., n. 2, p. 29-41, 2019. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1679-33902019000200004

HOSSAIN, S. et al. Impacts of socio-cultural environment and lifestyle factors on the psychological health of university students in Bangladesh: A longitudinal study, J Affect Disord., n. 1, p. 393-403, 2019. Disponível em: https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/31226611/ DOI: https://doi.org/10.1016/j.jad.2019.06.001

LAMONIER, F. R. et al. Prevalência de ansiedade em acadêmicos de medicina, Rev. Foco, n. 9, e2811-e2811, 2023. Disponível em: https://ojs.focopublicacoes.com.br/foco/article/view/2811 DOI: https://doi.org/10.54751/revistafoco.v16n9-043

LEOPOLDINO, A. L. B. ESPERANDIM, V. R. Prevalência de sintomas de depressão em estudantes de medicina de um centro universitário no interior do estado de São Paulo, Brazilian Journal of Health Review, n. 6, p. 27637-54, 2023. Disponível em: https://ojs.brazilianjournals.com.br/ojs/index.php/BJHR/article/view/64722 DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv6n6-087

LEW, B. et al. Associations between depression, anxiety, stress, hopelessness, subjective well-being, coping styles and suicide in Chinese university students, PLoS One, n. 7, e0217372, 2019. Disponível em: https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/31260454/ DOI: https://doi.org/10.1371/journal.pone.0217372

LIU, Z. et al. Association between perceived stress and depression among medical students during the outbreak of COVID-19: The mediating role of insomnia, Journal of Affective Disorders, n. 9, p. 89–94, 2021. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC8595067/ DOI: https://doi.org/10.1016/j.jad.2021.05.028

MOUTINHO et al. Mental health and quality of life of Brazilian medical students: Incidence, prevalence, and associated factors within two years of follow-up, Psychiatry Res., n. 4, p. 306-12, 2019. Disponível em: https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/30831455/ DOI: https://doi.org/10.1016/j.psychres.2019.02.041

NOGUEIRA, E. G. et al. Avaliação dos níveis de ansiedade e seus fatores associados em estudantes internos de medicina, Rev bras educ med., n. 1, e017, 2021. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rbem/a/bkzPCH6nwfBfNHzsVj6YJyF/ DOI: https://doi.org/10.1590/1981-5271v45.1-20200174

OLIVEIRA, K. A. et al. Prevalência do uso de drogas antidepressivas por estudantes da área da saúde no Brasil, Pesquisa, Sociedade e Desenvolvimento, n. 11, e286101119641, 2021. Disponível em: file:///C:/Users/L%C3%A9a/Downloads/19641-Article-240808-1-10-20210901.pdf DOI: https://doi.org/10.33448/rsd-v10i11.19641

QUEK, T. T. et al. The Global Prevalence of Anxiety Among Medical Students: A Meta-Analysis, Int J Environ Res Public Health, n. 15, p. 2735, 2019. Disponível em: https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/31370266/ DOI: https://doi.org/10.3390/ijerph16152735

RIBEIRO, C. F. et al. Prevalence of and Factors Associated with Depression and Anxiety in Brazilian Medical Students, Revista bras. educ. med., n. 1, e021, 2020. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rbem/a/G4GBMXRdDgYTFXyKNK565Tg/ DOI: https://doi.org/10.1590/1981-5271v44.1-20190102.ing

ROSA, C.; NUNES, E. S.; ARMSTRONG, A. C. Depressão entre estudantes de medicina no Brasil: uma revisão sistemática, International Journal of Education and Health., n.1, p. 133-141, 2021. Disponível em: https://www5.bahiana.edu.br/index.php/educacao/article/view/2722 DOI: https://doi.org/10.17267/2594-7907ijhe.v5i1.2722

SACRAMENTO, B. O. et al. Symptoms of anxiety and depression among medical students: study of prevalence and associated factors, Revista bras. educ. med., n. 01, e021, 2021. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rbem/a/QRW5cQW9D4bDdPjyyXxyFLR/?lang=en

SCHEFFER, M. et al. Demografia Médica no Brasil 2023. São Paulo, SP: FMUSP, AMB, 2023. Disponível em: https://amb.org.br/wp-content/uploads/2023/02/DemografiaMedica2023_8fev-1.pdf

SHAO, R. et al. Prevalence of depression and anxiety and correlations between depression, anxiety, family functioning, social support and coping styles among Chinese medical students, BMC psychology., n.1, p.38, 2020. Disponível em: https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/32321593/ DOI: https://doi.org/10.1186/s40359-020-00402-8

SILVA, G. C. C. D. A importância do apoio psicológico ao médico residente e especializando em radiologia e diagnóstico por imagem, Radiologia Brasileira, n. 2, p. 81-84, 2011. Disponível em: http://www.rb.org.br/detalhe_artigo.asp?id=2170 DOI: https://doi.org/10.1590/S0100-39842011000200006

SILVA, J. A. et al. Ansiedade em estudantes de medicina no Brasil: uma revisão sistemática, Brazilian Journal of Health Review, n.6, p. 23977-96, 2021. Disponível em: https://ojs.brazilianjournals.com.br/ojs/index.php/BJHR/article/view/39107 DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv4n6-028

SILVA, M. L. et al. Condições que interferem na qualidade de vida do estudante de Medicina, Pesquisa, Sociedade e Desenvolvimento, n. 11, e2469119640, 2020. Disponível em: file:///C:/Users/L%C3%A9a/Downloads/9640-Article-135061-1-10-20201112%20(1).pdf DOI: https://doi.org/10.33448/rsd-v9i11.9640

WORLD HEALTH ORGANIZATION – WHO. World mental health report: transforming mental health for all. Geneva: WHO, 2022. Disponível em: file:///C:/Users/L%C3%A9a/Downloads/9789240049338-eng.pdf

ZIGMOND, S.; SNAITH, R. P. The Hospital Anxiety and Depression Scale, Acta Psychiatr Scand., n. 6, p. 361-70, 1983. Disponível em: https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/6880820/ DOI: https://doi.org/10.1111/j.1600-0447.1983.tb09716.x

Published

2024-06-10

How to Cite

Reganhan, A., Bessarano, L. L., & Poças, R. C. G. (2024). ANSIEDADE E DEPRESSÃO EM ESTUDANTES DE MEDICINA DE UMA INSTITUIÇÃO PRIVADA DE ENSINO. Revista Contemporânea, 4(6), e4663. https://doi.org/10.56083/RCV4N6-072

Issue

Section

Articles