ANEMIA FERROPRIVA E ATIPICIDADES GESTACIONAIS: CUIDADOS MÉDICOS PREVENTIVOS E CORRETIVOS NECESSÁRIOS

Authors

  • Camila Mérice Resende do Nascimento

DOI:

https://doi.org/10.56083/RCV4N6-054

Keywords:

anemia ferropriva, cuidados médicos, gestação, prevenção e correção

Abstract

Um dos períodos mais delicados na vida da mulher é a gestação, durante o qual pode ocorrer uma série de problemas de saúde que colocam em risco o binômio materno-fetal.  Considerado um dos problemas gestacionais mais comuns, a anemia ferropriva é causada pela deficiência de ferro no organismo da gestante e, quando não tratada, produz sérios riscos para a saúde e vida da mãe e do filho. OBJETIVO: Analisar as atipicidades produzidas pela anemia ferropriva gestacional que devem ser consideradas pelos cuidados médicos. METODOLOGIA: Revisão bibliográfica, de abordagem qualitativa, natureza básica, objetivos descritivos e procedimento monográfico, realizada com artigos científicos publicados em periódicos entre os anos de 2018 e 2023. INTRODUÇÃO: Um dos períodos mais delicados na vida da mulher é a gestação, durante o qual pode ocorrer uma série de problemas de saúde que colocam em risco o binômio materno-fetal.  Considerado um dos problemas gestacionais mais comuns, a anemia ferropriva é causada pela deficiência de ferro no organismo da gestante e, quando não tratada, produz sérios riscos para a saúde e vida da mãe e do filho. OBJETIVO: Analisar as atipicidades produzidas pela anemia ferropriva gestacional que devem ser consideradas pelos cuidados médicos. METODOLOGIA: Revisão bibliográfica, de abordagem qualitativa, natureza básica, objetivos descritivos e procedimento monográfico, realizada com artigos científicos publicados em periódicos entre os anos de 2018 e 2023. RESULTADOS: Ficou demonstrado que anemia ferropriva possui alta incidência na gestação, com fatores de riscos classificados como idade (adolescência ou terceira idade), condição socioeconômica (baixa renda), baixa escolaridade, histórico pessoal e familiar antecedente, doenças crônicas, dieta pobre em ferro e outros. O acompanhamento médico periódico deve se valer da avaliação clínica e laboratorial para avaliar riscos e níveis de hemoglobina, de modo a intervir nos casos de anemia ferropriva gestacional, evitando os riscos para o binômio materno fetal, identificados como aborto, parto prematuro, má formação, problemas no Sistema Nervoso Central (SNC) e sistema cognitivo, complicações intra e pós-parto, dentre outros. CONCLUSÕES: Os cuidados médicos preventivos e corretivos devem considerar todos os fatores de risco, dispondo da realização periódica da anamnese clínica e dos exames laboratoriais, da suplementação por sulfato ferroso e da adequação nutricional.

References

ALEXANDRE J. S., & Bonani S. A. (2023). Anemia ferropriva na gestação e o uso de suplementação de ferro. REMAS – Revista Mato-Grossense de Saúde, 2(1), 176-192. [acesso em 20 nov 2023]. Disponível em: http://revistas.fasipe.com.br:3000/index.php/REMAS/article/view/261/241.

ALKMIM B. F., et al. (2023). Suplementação vitamínica durante a gestação: revisão sistemática. Brazilian Journal of Health Review, 6(3), 13125-13142. [acesso em 20 nov 2023]. Disponível em: https://ojs.brazilianjournals.com.br/ojs/index.php/BJHR/article/view/60763/43898. DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv6n3-369

ARAÚJO P. P., et al. (2020). Incidência de anemia ferropriva em mulheres no período gestacional. Journal of Medicine and Health Promotion, 5(1), 1-13. [acesso em 20 nov 2023]. Disponível em: https://jmhp.fiponline.edu.br/pdf/cliente=13-bdc9a2fa5468fefe9d0068ea61dce007.pdf.

ATAIDE R. et al., (2023). Iron deficiency, pregnancy, and neonatal development. Obstetrics & Gynaecology, 162(52), 14-22. [acesso em 20 nov 2023]. Disponível em: https://obgyn.onlinelibrary.wiley.com/doi/full/10.1002/ijgo.14944. DOI: https://doi.org/10.1002/ijgo.14944

AUERBACH M., & Munro M. G. (2023). Iron Deficiency in Pregnancy and Postpartum. Obstetrics & Gynecology, 141(6), 1046-1048. [acesso em 20 nov 2023]. Disponível em: https://journals.lww.com/greenjournal/citation/2023/06000/iron_deficiency_in_pregnancy_and_postpartum__it_is.3.aspx. DOI: https://doi.org/10.1097/AOG.0000000000005209

CASTRO S. S. B. M., et al. (2022). Os riscos da anemia ferropriva durante a gestação e a importância do diagnóstico clínico-laboratorial. Research, Society and Development, 11(14), 1-13. [acesso em 20 nov 2023]. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/36351/30375. DOI: https://doi.org/10.33448/rsd-v11i14.36351

CHIBANDA Y., et al. (2023). The Ferritin, Hepcidin and Cytokines Link in the Diagnoses of Iron Deficiency Anaemia during Pregnancy: A Review. Int. J. Mol. Sci., 24(17), 1-13. [acesso em 20 nov 2023]. Disponível em: https://www.mdpi.com/1422-0067/24/17/13323. DOI: https://doi.org/10.3390/ijms241713323

CRUZ C. Q., Bezerra M. G. A., & Freire M. R. L. C. (2023). Deficiência de ferro e o desenvolvimento da anemia ferropriva. JNT – Facit Business and Technology Journal, 45(1), 82-103. [acesso em 20 nov 2023]. Disponível em: http://revistas.faculdadefacit.edu.br/index.php/JNT/article/view/2402/1613.

CUNHA A. O., et al. (2018). Educação em saúde com ênfase em anemia gestacional numa estratégia de saúde da família: um relato de experiência. R. Eletr. de Extensão, 15(30), 124-131. [acesso em 20 nov 2023]. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/extensio/article/view/1807-0221.2018v15n30p124/37785. DOI: https://doi.org/10.5007/1807-0221.2018v15n30p124

DANTAS M. K. L., et al. (2022). Baixa adesão ao uso de sulfato ferroso na gestação associado à anemia ferropriva. Research, Society and Development, 11(7), 1-9. [acesso em 20 nov 2023]. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/29597/25640. DOI: https://doi.org/10.33448/rsd-v11i7.29597

DAVIDSON E. M., et al. (2023). Quantifying differences in iron deficiency attributable anemia during pregnancy and Postpartum. Cell Reports Medicine, 4(101097), 1-14. [acesso em 20 nov 2023]. Disponível em: https://www.cell.com/cell-reports-medicine/pdf/S2666-3791(23)00216-1.pdf. DOI: https://doi.org/10.1016/j.xcrm.2023.101097

GALDINO R. G. S. L. G., & Silva J. D. (2023). Anemia ferropriva na gestação: uma revisão da literatura. Rev. Multi. Sert., 5(1), 64-72. [acesso em 20 nov 2023]. Disponível em: https://revistamultisert1.websiteseguro.com/index.php/revista/article/view/530/342.

GEORGIEFF M. K. (2023). The importance of iron deficiency in pregnancy on fetal, neonatal, and infant neurodevelopmental outcomes. Obstetrics & Gynaecology, 162(52), 83-88. [acesso em 20 nov 2023]. Disponível em: https://obgyn.onlinelibrary.wiley.com/doi/full/10.1002/ijgo.14951. DOI: https://doi.org/10.1002/ijgo.14951

GIL A. C. (2019). Métodos e técnicas de pesquisa social (7a ed). São Paulo: Atlas.

GOELZER D. P. (2023). Desenvolvimento de anemia ferropriva durante a gestação. Revista Contemporânea, 3(12), 27636-27644. [acesso em 20 nov 2023]. Disponível em: https://ojs.revistacontemporanea.com/ojs/index.php/home/article/view/2268/1874. DOI: https://doi.org/10.56083/RCV3N12-149

KIRTHAN J. P. A., & Somannavar M. A. (2023). Pathophysiology and management of iron deficiency anaemia in pregnancy: a review. Annals of Hematology, 15(2), 45-67. [acesso em 20 nov 2023]. Disponível em: https://link.springer.com/article/10.1007/s00277-023-05481-2. DOI: https://doi.org/10.1007/s00277-023-05481-2

LAKATOS E. M., & Marconi M. A. (2017). Fundamentos de metodologia científica (8a ed). São Paulo: Atlas.

LEWKOWITZ A. K., & Methodius G. T. (2023). Identifying and treating iron deficiency anemia in pregnancy. Hematology, ASH, Education Program, 2023(1), 65-72. [acesso em 20 nov 2023]. Disponível em: https://ashpublications.org/hematology/article-abstract/2023/1/223/506437/Identifying-and-treating-iron-deficiency-anemia-in?redirectedFrom=fulltext. DOI: https://doi.org/10.1182/hematology.2023000474

LINDOSO L. G. F., (2022). A importância do pré-natal na prevenção de ocorrência da anemia ferropriva gestacional. Revista Ibero-Americana de Humanidades, Ciências e Educação, 8(8), 58-68. [acesso em 20 nov 2023]. Disponível em: https://periodicorease.pro.br/rease/article/view/6630/2496. DOI: https://doi.org/10.51891/rease.v8i8.6630

MACLEAN B., et al. (2023). Identification of women and girls with iron deficiency in the reproductive years. Obstetrics & Gynaecology, 162(52), 58-67. [acesso em 20 nov 2023]. Disponível em: https://obgyn.onlinelibrary.wiley.com/doi/full/10.1002/ijgo.14948. DOI: https://doi.org/10.1002/ijgo.14948

MAGALHÃES E. I. S., et al. (2018). Prevalência de anemia e determinantes da concentração de hemoglobina em gestantes. Cad. Saúde Colet., 26(8), 384-390. [acesso em 20 nov 2023]. Disponível em: https://www.scielo.br/j/cadsc/a/rzYNmPWBdGv6crdjKnPVfqw/?format=pdf&lang=pt. DOI: https://doi.org/10.1590/1414-462x201800040085

MINTSOPOULOS V., et al. (2023). Identification and treatment of iron-deficiency anemia in pregnancy and postpartum: A systematic review and quality appraisal of guidelines using AGREE II. Obstetrics & Gynaecology, 14(3), 601-612. [acesso em 20 nov 2023]. Disponível em: https://obgyn.onlinelibrary.wiley.com/doi/full/10.1002/ijgo.14978.

MOREIRA C. F. A. A., et al. (2023). Iron Deficiency Anemia in Pregnancy after Bariatric Surgery: Etiology, Risk Factors, and How to Manage It. Rev Bras Ginecol Obstet., 45(10), 562-567. [acesso em 20 nov 2023]. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rbgo/a/Mg55VqJncyqkfXVT3SHwx4F/?format=pdf&lang=en. DOI: https://doi.org/10.1055/s-0043-1776026

OBEAGU E. I., et al. (2023). Iron deficiency anaemia: enemical to Pregnancy. European Journal of Biomedical AND Pharmaceutical sciences, 10(9), 272-275. [acesso em 20 nov 2023]. Disponível em: https://www.researchgate.net/profile/Chindo-Ezekiel-K/publication/373653238_IRON_DEFICIENCY_ANAEMIA_ENEMICAL_TO_PREGNANCY/links/64f63358827074313ffaae7b/IRON-DEFICIENCY-ANAEMIA-ENEMICAL-TO-PREGNANCY.pdf.

OLIVEIRA L. B. M., et al. (2021). Anemia ferropriva na gravidez e a suplementação de sulfato ferroso. Revista Brasileira de Desenvolvimento, 7(5), 48225-48233. [acesso em 20 nov 2023]. Disponível em: https://ojs.brazilianjournals.com.br/ojs/index.php/BRJD/article/view/29735/23462.

PEREIRA R. A., Teles J. N., & Costa C. M. L. (2019). A importância do ácido fólico e sulfato ferroso na gestação. Revista Extensão, 3(1), 75-82. [acesso em 20 nov 2023]. Disponível em: https://revista.unitins.br/index.php/extensao/article/view/1687/1126.

ROCHA R. I. R., & Gontijo É. R. L. (2021). Diagnóstico precoce de deficiência de ferro na gestação e prevenção de anemia. Research, Society and Development, 11(10), 1-7. [acesso em 20 nov 2023]. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/30988/28050. DOI: https://doi.org/10.33448/rsd-v11i10.30988

SANTIS G. C. (2019). Anemia: definição, epidemiologia, fisiopatologia, classificação e tratamento. Revista USP, 52(3), 239-251. [acesso em 20 nov 2023]. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/rmrp/article/view/156726/157320.

SOARES F. M. M., et al. (2021). Incidência de anemia ferropriva em gestantes em um município de pequeno porte. Rev. Rede cuid. Saúde, 15(2), 74-83. [acesso em 20 nov 2023]. Disponível em: https://publicacoes.unigranrio.edu.br/index.php/rcs/article/view/7133/3533.

SOUSA M. R. P., et al. (2020). Diagnóstico de anemia entre adolescentes grávidas: uma análise documental. Research, Society and Development, 9(9), 1-17. [acesso em 20 nov 2023]. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/7462/6816.

SOUZA E. S. et al., (2023). Prevalência de anemia em gestantes das Américas: uma revisão rápida com metanálise. Saud Pesq., 16(2), 479-492. [acesso em 20 nov 2023]. Disponível em: https://periodicos.unicesumar.edu.br/index.php/saudpesq/article/view/11484/7373. DOI: https://doi.org/10.17765/2176-9206.2023v16n2.e11484

WROBEL S. J., & Almeida J. O. (2022). Estado nutricional de gestantes e sua relação com o tipo de parto e anemia ferropriva. Revista Nutrir, 10(17), 1-16. [acesso em 20 nov 2023]. Disponível em: https://www.phantomstudio.com.br/index.php/nutrir/article/view/2209/pdf.

YIN R. K. (2016). Pesquisa qualitativa do início ao fim. Tradução: Daniel Bueno. Revisão técnica: Dirceu da Silva. Porto Alegre: Penso.

Published

2024-06-07

How to Cite

Nascimento, C. M. R. do. (2024). ANEMIA FERROPRIVA E ATIPICIDADES GESTACIONAIS: CUIDADOS MÉDICOS PREVENTIVOS E CORRETIVOS NECESSÁRIOS. Revista Contemporânea, 4(6), e4640 . https://doi.org/10.56083/RCV4N6-054

Issue

Section

Articles