INTOXICAÇÃO EM POTRO POR IVERMECTINA

Authors

  • Gutiherry Silva de Oliveira
  • João Guilherme Gomes de Rezende
  • João Pedro Nascimento Batista
  • José Victor Souza dos Santos
  • Kamilla Eveny Torres Galvão
  • Lara do Carmo Ribeiro

DOI:

https://doi.org/10.56083/RCV4N6-048

Keywords:

intoxicação, Ivermectina, potro, tratamento, recuperação, uso responsável

Abstract

Uma questão importante na medicina veterinária é a intoxicação decorrente do uso excessivo do parasiticida Ivermectina. O medicamento é um produto que se usa como vermicida e para controle de parasitas em diversos animais, como os cavalos. O risco geral de toxicidade geralmente está ligado ao consumo excessivo ou ao uso incorreto, que pode levar a sintomas neurológicos ou até à morte. A intoxicação por Ivermectina comumente afeta o sistema nervoso central, causando sintomas como midríase, ausência de reflexo pupilar, nistagmo, letargia e sialorreia, como visto no caso da potra Manga-Larga Marchador tratado no Hospital Equus Center em setembro de 2023. O cuidado esse envenenamento necessita de uma abordagem que envolve diversas disciplinas, com o objetivo de desintoxicar e fornecer suporte para os sintomas do paciente. Neste caso específico, vários tratamentos foram aplicados, como plasma hiperimune, Ringer Lactato com glicose, complexo B, flumazenil, antibióticos, anti-inflamatórios e Furosemida, juntamente com fluidoterapia parenteral e uma dieta formulada para garantir a recuperação da potra. Os testes laboratoriais têm uma importância fundamental na identificação e acompanhamento da intoxicação, muitas vezes evidenciando alterações nos níveis das enzimas do fígado, como a bilirrubina, GGT e CK, conforme transmitido neste caso. Apesar de ser possível usar o ultrassom para verificar danos corporais, nenhuma anormalidade significativa foi encontrada nesta situação específica. A potra se recuperou graças à intervenção rápida e ao tratamento eficaz, destacando a relevância do uso responsável de antiparasitários e da educação constante sobre os riscos envolvidos. Isso ressalta a importância de compartilhar experiências clínicas para promover o conhecimento e o bem-estar dos animais.

References

ASHOUR, D. S. Ivermectin: From theory to clinical application. International journal of antimicrobial agents, v. 54, n. 2, p. 134-142, 2019. DOI: https://doi.org/10.1016/j.ijantimicag.2019.05.003

BARBOSA, F.C. et al. Eficácia da ivermectina em equinos: estudo clínico e laboratorial. Ciência Animal Brasileira, Goiânia, v.19, p.1-12, 2018. DOI: https://doi.org/10.1590/1809-6891v19e-44583

BURROUGH, S. Ivermectin toxicity in horses. New Zealand Veterinary Journal, 34(8), 137–138. 1986. DOI: https://doi.org/10.1080/00480169.1986.35326

CANGA, A.G ; M., A. The pharmacokinetics and metabolism of ivermectin in domestic animal species. The Veterinary Journal, v. 179, p. 25-37, 2009. DOI: https://doi.org/10.1016/j.tvjl.2007.07.011

Constable, P. D., Hinchcliff, K. W., Done, S. H., & Grundberg, W. Capítulo: Diuretics and Osmotic Diuretics. In: Veterinary medicine: A textbook of the diseases of cattle, horses, sheep, pigs, and goats (11th ed., p. 1591). Elsevier. 2017.

DAVIS, J. D. 25 Toxicologic Emergencies. Small Animal Emergency and Critical Care for Veterinary Technicians-E-Book, p. 431, 2015.

ESPOSITO, L. M., Dominguete, M. H. L., Archanjo, S. C. S., Da Cruz, L. C., Campos, L. C. R., & De Melo, C. R. V. Uso de Toxina Botulínica no Tratamento de Sialorreia. Revista de Iniciação Científica da Universidade Vale do Rio Verde, v. 7, n. 2, 2018.

LAVADOURO, M. C. M. et al. Intoxicação por ivermectina em cães. Revista de Ciências Agroveterinárias, Lages, v. 13, n. supl., p. 55-56, 2013. ISSN 1676-9732.

MAGALHÃES, H. K. N., dos Santos, L. D. F. L., de Melo Leite, A. K. R., Ribeiro, W. L. C., & Coutinho, B. P. Intoxicação por ivermectina em gato-Relato de caso. Revista Brasileira de Higiene e Sanidade Animal, v. 9, n. 1, p. 69-77, 2015. DOI: https://doi.org/10.5935/1981-2965.20150007

MORAILLON, R., Legeay, Y., Boussarie, D., & Sénécat, O. Manual elsevier de medicina veterinária. Elsevier Brasil, 2013.

OLIVEIRA, L., Russo, S. L., & dos Santos Cruz, R. (2014). Prospecção tecnológica o uso da ivermectina no controle do carrapato em cães. Cadernos De Prospecção, 5(2), 98. DOI: https://doi.org/10.9771/S.CPROSP.2012.005.010

ROCHA, A. M. V. D. Clínica de equinos. Dissertação de Mestrado. Universidade de Évora, 2022.

RUA, J. B. P. Principais Afeções e Indicadores De Prognóstico Em Poldros Neonatos. Tese de Doutorado. Universidade de Evora (Portugal) 2013.

SAKARE, M. Terapêutica das intoxicações. In: ANDRADE, S.F. Manual de terapêutica veterinária. 2.ed. São Paulo: Roca, cap 35 p.524-529, 2002

SILVA, N. S., Ferreira, J. S., & Neto, E. G. M. Aspectos clínico-patológicos da intoxicação por ivermectina em suínos. Revista Brasileira de Ciência Veterinária, v. 25, n. 1, 2018. DOI: https://doi.org/10.4322/rbcv.2018.001

SWOR TM, Whittenburg JL, Chaffin MK. Ivermectin toxicosis in three adult horses. J Am Vet Med Assoc. 2009 Sep 1;235(5):558-62. DOI: https://doi.org/10.2460/javma.235.5.558

TORRE, Thais Cavalhier da et al. Intoxicação por doramectina em potro Quarto de Milha – relato de caso. In: Anais do Simpósio de Ciências Agrárias e Veterinárias, 2021. DOI: https://doi.org/10.29327/SIMCAV2021.332189

Published

2024-06-06

How to Cite

Oliveira, G. S. de, Rezende, J. G. G. de, Batista, J. P. N., Santos, J. V. S. dos, Galvão, K. E. T., & Ribeiro, L. do C. (2024). INTOXICAÇÃO EM POTRO POR IVERMECTINA. Revista Contemporânea, 4(6), e4628. https://doi.org/10.56083/RCV4N6-048

Issue

Section

Articles