PROJETO RESGATE: UMA PROPOSTA PEDAGÓGICA PÓS-PANDEMIA PARA DIMINUIR A EVASÃO ACADÊMICA

Authors

  • Francisca Daniella Andreu Simões Moraes Lage
  • Marck Douglas Miranda Silva

DOI:

https://doi.org/10.56083/RCV4N6-034

Keywords:

dificuldades, matemática, pandemia, reforço pedagógico

Abstract

O vigente projeto, atuou de forma presencial na Faculdade de Engenharia, Unidade João Monlevade, entre os meses de maio e dezembro do ano de dois mil e vinte e dois e contou com a participação de trinta e sete discentes inscritos. Este projeto visou estimular o interesse do aluno pelo estudo, combatendo a frustração escolar devido à falta de compreensão dos conteúdos ministrados em sala, em decorrência do déficit advindo do ciclo básico na disciplina de Matemática. A presente proposta foi desenvolvida em quatro etapas, em que primeiramente ocorreu a aplicação de um questionário de inscrição e um levantando das principais dificuldades apresentadas pelos discentes. Por conseguinte, foi realizado o preparo dos materiais e horários de atendimento do projeto. Em correlação, na terceira etapa, houve a implementação do projeto na unidade e a última fase contou com a análise dos dados de satisfação dos alunos e docentes sobre a referente proposta. Dessa forma, buscou- se auxiliar os discentes de graduação por meio de um reforço pedagógico na área supracitada, tendo em vista o agravante de um período pós-pandemia, em que os graduandos se encontravam em situação ainda mais fragilizada.

References

BRASIL. Constituição (1988). Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília, DF: Senado Federal: Centro Gráfico, 1988. 292 p.

CORBUCCI, Paulo Roberto. Dimensões estratégicas e limites do papel da educação para o desenvolvimento brasileiro. Revista Brasileira de Educação: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada, Brasília, v. 48, n. 16, p.563-807, set. 2011. DOI: https://doi.org/10.1590/S1413-24782011000300003

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia. São Paulo: Editora Paz e Terra, 1997.

MOROSINI, Marília Costa; CASARTELLI, Alam de Oliveira; SILVA, Ana Cristina Benso da; SANTOS, Bettina Steren dos; SCHMITT, Rafael Eduardo; GESSINGER, Rosana Maria. In: Congresso CLABES I. Managua, 2011.

NUNAN, D. Action research in language education. In: EDGE, J.; RICHARDS, K. (Ed.). Teachers develop teachers research. Papers on classroom research and teacher development. Oxford: Heinemann, 1993. p. 4l.

OECD (2019), PISA 2018 Results (Volume I): What Students Know and Can Do, PISA, OECD Publishing, Paris, <https://doi.org/10.1787/5f07c754-en> Acesso em: 01 fev. 2023.

OECD (2019), PISA 2018 Results (Volume II): Where All Students Can Succeed, PISA, OECD Publishing, Paris, <https://doi.org/10.1787/b5fd1b8f-en> Acesso em: 01 fev. 2023.

OECD (2019), PISA 2018 Results (Volume III): What School Life Means for Students’ Lives, PISA, OECD Publishing, Paris, <https://doi.org/10.1787/acd78851-en> Acesso em: 01 fev. 2023.

SOUZA, M. P. R. (2010). Retornando à patologia para justificar a não aprendizagem escolar: a medicalização e o diagnóstico de transtornos de aprendizagem em tempos de neoliberalismo. In Conselho Regional de Psicologia de São Paulo; Grupo Interinstitucional Queixa Escolar (Org.), Medicalização de crianças e adolescentes: conflitos silenciados pela redução de questões sociais em problemas individuais (pp. 57-67). São Paulo: Casa do Psicólogo.

Published

2024-06-05

How to Cite

Lage, F. D. A. S. M., & Silva, M. D. M. (2024). PROJETO RESGATE: UMA PROPOSTA PEDAGÓGICA PÓS-PANDEMIA PARA DIMINUIR A EVASÃO ACADÊMICA. Revista Contemporânea, 4(6), e4605. https://doi.org/10.56083/RCV4N6-034

Issue

Section

Articles