PERCEPÇÃO DE PESSOAS EM SITUAÇÃO DE RUA SOBRE A HUMANIZAÇÃO DO ATENDIMENTO EM SAÚDE

Authors

  • Nelma de Jesus Braz
  • Beatriz Cerqueira Prinz
  • Evandro Rodrigues da Silva
  • Letícia Coelho Botelho
  • Ana Laura Cruzeiro de Moraes
  • Rafaela Duarte Coelho Bessas
  • Julia Storch Carvalho
  • Carolina Marques Andrade
  • Isabela Mie Takeshita

DOI:

https://doi.org/10.56083/RCV4N6-032

Keywords:

humanização da assistência, pessoas em situação de rua, políticas públicas, serviços de saúde

Abstract

Introdução: Em 2003 foi lançada a Política Nacional de Humanização, para construção de processos que erradicasse práticas desumanizadoras relacionadas aos cuidados em saúde. Apesar dos avanços, estudos revelam que há dificuldade para implementar diretrizes de humanização, inclusive para pessoas em situação de rua (PSR). Compreender a percepção que as PSR têm sobre o atendimento humanizado em saúde é importante, dando voz a essas pessoas, muitas vezes, invisíveis na sociedade. Objetivo: Compreender a percepção das PSR sobre o atendimento humanizado em saúde na cidade de Belo Horizonte. Método: Foi realizado estudo descritivo, qualitativo, por meio de entrevista semiestruturada, no período de outubro a novembro de 2023. Foram eleitos para estudo as PSR com idade igual ou superior a 18 anos sem déficit cognitivo e sem alterações comportamentais devido ao uso de álcool ou outras substâncias psicoativas. Os dados foram compilados e analisados conforme Análise de Conteúdo de Bardin. Resultados: Foram entrevistadas 20 PSR. A compreensão do que é um atendimento humanizado em saúde foi reduzido, mas sob o olhar das PSR os serviços os têm atendido com respeito e atenção. Eles destacam a não humanização pela demora no atendimento e dificuldade de encaminhamentos. A condição de vulnerabilidade das PSR e ausência de conhecimento contribui para maior aceitação das condições de atendimento. Características de uma assistência humanizada não são perceptíveis pelos PSR, e que necessitam de estratégias para efetivação e consolidação de atendimentos conforme preconizado pelo PNH. Conclusão: O presente estudo apreendeu que apesar das PSR não saberem, em sua maioria, conceituar o que é um atendimento humanizado em saúde, sabem exatamente que devem e desejam ser atendidos com respeito, dignidade e resolutividade. 

References

ANDRADE, R. et al. O acesso aos serviços de saúde pela População em Situação de Rua: uma revisão integrativa. Saúde em Debate, Rio de Janeiro, v. 46, n.132, p. 227-239, jan./mar., 2022. https://doi.org/10.1590/0103-1104202213216 Disponível em: DOI: https://doi.org/10.1590/0103-1104202213216

https://www.scielo.br/j/sdeb/a/c8JDyXMSz7bHRHrLFdxtHPr/?format=pdf&lang=pt . Acesso em: 01 mar 2023

ANGELIM, M. R. M, SILVEIRA, S. A. S., PATRIOTA, L. M. Os desafios à efetivação da Política Nacional de Humanização da saúde no Contexto da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (EBSERH). In: XVI Encontro Nacional de Pesquisadoras/es em Serviço Social. 2018. Vitória-ES. Anais [...]2019. Disponível em: https://periodicos.ufes.br/abepss/article/view/22810 . Acesso em 01 mar 2023

ANICETO, B., BOMBARDA, T. B. Cuidado humanizado e as práticas do terapeuta ocupacional no hospital: uma revisão integrativa da literatura. Cad Bras Ter Ocup. São Carlos, v.28, n. 2,p. 640-660, abr./jun., 2020. https://doi.org/10.4322/2526-8910.ctoAR1867

Disponível em: https://www.scielo.br/j/cadbto/a/kjM8VZk3WVTBNstQbQcZ8fq/?lang=pt https://doi.org/10.4322/2526-8910.ctoAR1867 . Acesso em 7 mar 2023. DOI: https://doi.org/10.4322/2526-8910.ctoAR1867

AZEREDO Y. N., SCHRAIBER, L. B. Autoridade, poder e violência: um estudo sobre humanização em saúde. Interface, Botucatu, 2021; 25: e190838 https://doi.org/10.1590/Interface.190838 . Disponível em: https://www.scielo.br/j/icse/a/7yNQT6BtJdFWdTwHqv5Z66x/ . Acesso em: 07 mar 2023 DOI: https://doi.org/10.1590/interface.190838

BARDIN, L. Análise de Conteúdo. Lisboa. Edições 70, 1977. Disponível em: https://edisciplinas.usp.br/pluginfile.php/7684991/mod_resource/content/1/BARDlN__L._1977._Analise_de_ conteúdo._Lisboa__edicoes__70__225.20191102-5693-11evk0e-with-cover-page-v2.pdf . Acesso em 15 jan 2023

BRASIL, Constituição (1988). Constituição da República Federativa do Brasil. Brasilia, DF: Centro Gráfico, 1988. Disponível em: https://legislacao.presidencia.gov.br/atos/?tipo=CON&numero=&ano=1988&ato=b79QTWE1EeFpWTb1a . Acesso em 15 fev 2023

_______ DECRETO Nº7023 DE 23 DE DEZEMBRO DE 2009.[on line] Institui a Política Nacional para a População em Situação de Rua e seu Comitê Intersetorial de Acompanhamento e Monitoramento, e dá outras providências. Acessado em 08 junho 2023. Disponível emhttps://www.mds.gov.br/webarquivos/legislacao/assistencia_social/decreto/decreto_7053.pdf Acesso em 15 jan 2023

_______ Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Núcleo Técnico da Política Nacional de Humanização.Acolhimento nas práticas de produção de saúde /Ministério da Saúde, Secretaria de Atenção à Saúde, Núcleo Técnico da Política Nacional de Humanização. – 2. ed. 5. reimp. – Brasília: Editora do Ministério da Saúde, 2010. 44 p. : il. color. – (Série B. Textos Básicos de Saúde). Disponível em: https://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/humanizasus_documento_gestores_trabalhadores_sus.pdf . Acesso em 15 jan 2023

_______ Ministério da Saúde. Política Nacional de Humanização (PNH) 1ª edição. 1ªreimbressão, Brasília, DF, 2013. Disponível em: https://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/politica_nacional_humanizacao_pnh_folheto.pdf. Acesso em 15 Jan de 2023

_______ Ministério da Saúde. Secretaria de Gestão Estratégica e Participativa, Departamento de Apoio à Gestão Participativa. Saúde da população em situação de rua : um direito humano / Ministério da Saúde, Secretaria de Gestão Estratégica e Participativa, Departamento de Apoio à Gestão Participativa. – Brasília : Ministério da Saúde, 2014.Disponível em: https://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/saude_populacao_situacao_rua.pdf. Acesso em 15 jan de 2023

_______ Ministério dos Direitos Humanos e da Cidadania - População em situação de rua - Diagnóstico com bases nos dados e informações disponíveis em registros administrativos e sistema do Governo Federal - agosto 2023.Disponível em: https://www.gov.br/mdh/pt-br/navegue-por-temas/populacao-em-situacao-de-rua/publicacoes/relat_pop_rua_digital.pdf . Acesso em 01 mar 2024

BRITO, C., SILVA, L. N. População em situação de rua: estigmas, preconceitos e estratégias de cuidado em saúde. Ciência & Saúde Coletiva, v.27, n.1, p.151-160, 2022. Disponível em: https://www.scielo.br/j/csc/a/7LPJ5Lk7TZkZSG9fnprTPyg/ Acesso em 27 jan 2024. DOI: https://doi.org/10.1590/1413-81232022271.19662021

CALDAS, L. MAGALHAES L, ANDRADE, L. Percepção de pacientes quanto à humanização no atendimento médico. Rev Bras Hipertens 2022: 29: 37- 43. Disponível em: http://departamentos.cardiol.br/sbc-dha/profissional/revista/29-2/03_revista%20brasileira%20de%20hipertens%C3%A3o_29_n2.pdf . Acesso em 1 mar 2024 DOI: https://doi.org/10.47870/1519-7522/2022290237-43

FERREIRA, L. R. ARTMANN, E. Discursos sobre humanização: profissionais e usuários em uma instituição complexa de saúde. Ciênc. saúde colet. 23 (5) • Maio 2018, 1437-1450; • https://doi.org/10.1590/1413-81232018235.14162016 . Acesso 21 abr 2023

GOLDBLUM, A. S.. Acesso ao cuidado em saúde: a percepção de pessoas atendidas pelas equipes de Consultório na Rua no Município do Rio de Janeiro, 80 f. (Dissertação) Fundação Oswaldo Cruz - Escola Nacional de Saúde Pública, Rio de Janeiro, 2020. https://www.arca.fiocruz.br/bitstream/handle/icict/46190/avner_shimon_goldblum_ensp_mest_2020.pdf?sequence=4&isAllowed=y . Acesso em 21 abr 2024

HINO, P. SANTOS, J. O; ROSA, A. S. Pessoas que vivenciam situação de rua sob o olhar da saúde. Rev. Bras Enferm [internet] v.71, supl 1, p. 732-40, 2018. Acesso em 10 fev 2023

MOREIRA, M. C. N. Cuidado, descuido e afecções: uma perspectiva para humanização em saúde. EDITORIAL • Ciênc. saúde coletiva 26 (08) • Ago 2021 https://doi.org/10.1590/1413-81232021268.12592021. Acesso em 21 abr 2024 DOI: https://doi.org/10.1590/1413-81232021268.12592021

NASCIMENTO, T. H. S. et al. População em Situação de Rua e o acesso aos serviços de saúde: concepções e determinantes Rev Eletronica Saúde Mental Alcool Drog. 18(2) abr-jun; 21-29; 2022. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/smad/article/view/171441/184450 Acesso em 24 abr 2024 DOI: https://doi.org/10.11606/issn.1806-6976.smad.2022.171441

PEDROSA, T. B.; CÁCERES-SERRANO, P. Centro Pop e Intersetorialidade: o problema da articulação com a rede de saúde mental. Ciência & Saúde Coletiva, v. 27, n.1, p.161-172, 2022. Disponível em: https://cienciaesaudecoletiva.com.br/artigos/centro-pop-e-intersetorialidade-o-problema-da-articulacao-com-a-rede-de-saude-mental/18212?id=18212. Acesso em 08 jan 2024 DOI: https://doi.org/10.1590/1413-81232022271.19822021

PEREIRA, A. V. FERREIRA, J. T. O cuidado com a população em situação de rua: dilemas e desafios para a implementação dos consultórios na rua. Research, Society and Development, v. 11, n. 8, e28611830690, 2022. Disponível em: file:///C:/Users/nelma/Downloads/30690-Article-353539-1-10-20220619%20(2).pdf Acesso em 01 mar 2023 DOI: https://doi.org/10.33448/rsd-v11i8.30690

PREFEITURA MUNICIPAL DE BELO HORIZONTE. 2023. Disponível em: https://prefeitura.pbh.gov.br/noticias/pbh-e-ufmg-apresentam-resultados-preliminares-do-censo-da-populacao-de-rua-de-bh . Acesso em 01 mar 2023

PURKEY, E., & MACKENZIE, M. (2019). Experience of healthcare among the homeless and vulnerably housed a qualitative study: opportunities for equity-oriented health care. International journal for equity in health, v.18, n.1, p. 101. https://doi.org/10.1186/s12939-019-1004-4 . Disponível em: https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/31262310/ Acesso em 13 abr 2024 DOI: https://doi.org/10.1186/s12939-019-1004-4

SICARI, A. A., ZANELLA, A. V. Pessoas em Situação de Rua no Brasil: Revisão Sistemática. Psicologia: Ciência e Profissão v.38, n.4, p.662-679, out/dez, 2018 . Disponível em: https://www.scielo.br/j/pcp/a/zZmF6jcYxpRqGS4b5QMX9sQ/abstract/?lang=pt Acesso em 07 fev 2023. DOI: https://doi.org/10.1590/1982-3703003292017

SILVA, J. F. T. et al. Saúde Pública no Brasil: a percepção dos usuários acerca dos serviços de saúde. Brazilian Journal of Health Review, v. 5, n. 1, p. 2755-2767, 2022. Disponível em: https://ojs.brazilianjournals.com.br/ojs/index.php/BJHR/article/view/44046 Acesso em 13 abr 2024 DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv5n1-246

TEIXEIRA, H. R.. SALGADO, J. V. V. A humanização no serviço prestado na saúde pública. Rev Cien Multidiscip Núcleo do Conhecimento. Ano: 06, Ed. 08, Vol. 01, pp. 177-193. Agosto 2021. ISSN: 2448-0959, Link de acesso: https://www.nucleodoconhecimento.com.br/saude/servico, DOI: 10.32749/nucleodoconhecimento.com.br/saude/servico . Acesso em 01 mar 2022. DOI: https://doi.org/10.32749/nucleodoconhecimento.com.br/saude/servico

VALLE, F. A. A. L.; FARAH, B. F. CARNEIRO JUNIOR, N. As vivências na rua interferem na saúde: perspectiva da população em situação de rua. Saúde Debate, Rio de Janeiro, v.44, n.124, p. 182-192, Jan-Mar, 2020. Disponível em: https://saudeemdebate.emnuvens.com.br/sed/article/view/2896/360 . Acesso em 13 abr 2024 DOI: https://doi.org/10.1590/0103-1104202012413

WINKELMANN, M. C. C. et al. Percepção das pessoas em situação de rua sobre os determinantes sociais. Rev. Enferm UFSM, v. 8, n.1, p.88-101, jan/mar, 2018. Disponível em: https://pesquisa.bvsalud.org/portal/resource/pt/biblio-1034486 Acesso em 13 abr 2024. DOI: https://doi.org/10.5902/2179769227259

Published

2024-06-05

How to Cite

Braz, N. de J., Prinz, B. C., Silva, E. R. da, Botelho, L. C., Moraes, A. L. C. de, Bessas, R. D. C., Carvalho, J. S., Andrade, C. M., & Takeshita, I. M. (2024). PERCEPÇÃO DE PESSOAS EM SITUAÇÃO DE RUA SOBRE A HUMANIZAÇÃO DO ATENDIMENTO EM SAÚDE. Revista Contemporânea, 4(6), e4603. https://doi.org/10.56083/RCV4N6-032

Issue

Section

Articles