3D MODELING AS A STRATEGY FOR INCLUSIVE CHEMISTRY TEACHING

Authors

  • Rita de Cássia Ramos Queiroz de Freitas
  • Lília Raquel Fé da Silva
  • Radival da Costa Nery Junior
  • Joel Augusto Moura Porto
  • Ronaldo Santos Guedes
  • Vivianne Cambuí Figueiredo Rocha
  • Maria Sandra Ramos Queiroz
  • Cassius de Souza
  • Fabio de Brito Silva
  • Maria Luiza Marques Martins

DOI:

https://doi.org/10.56083/RCV4N6-056

Keywords:

special education, teaching methodologies, teaching resources, science

Abstract

In order to guarantee the integration of Special Education in regular education schools, as recommended by the Law of Guidelines and Bases, adaptations of methodologies and teaching resources are necessary to enable the active participation of all students in the teaching-learning process. 3D printing technology has proven to be a viable resource for this purpose and is gaining more and more space in the area of ​​education. This device contributes to modernizing educational spaces through products that are within the reach of teachers and students. In the case of the Chemistry curricular component, due to its essentially abstract nature, the use of this technology helps teachers in producing more contextualized classes. This study aimed to print specific molecular models in 3D, in order to contribute to the promotion of Chemistry teaching from an inclusive perspective. 13 kits were created with 10 pieces each of carbohydrate, hydrogen, oxygen and nitrogen molecules. After production, the printed kits were delivered to teachers at Escola Estadual Governador Luiz Viana Filho in the 1st and 2nd year classes of high school and at IF Baiano, Campus Guanambi. According to the teachers' reports, this material is capable of contributing to improving the effectiveness of chemistry teaching, both for the students mentioned above and for those who do not have specific needs.

References

BARBOSA, A. K. G.; BEZERRA, T. M. C. Educação Inclusiva: reflexões sobre a escola e a formação docente. Ensino em Perspectivas, v. 2, n. 2, p. 1-11, 2021.

BARBOSA, E. F.; MOURA, D. G. Metodologias ativas de aprendizagem na educação profissional e tecnológica. Boletim Técnico do Senac, v. 39, n. 2, p. 48-67, 2013. DOI: https://doi.org/10.26849/bts.v39i2.349

BASNIAK, M. I.; LIZIERO, A. R. A impressora 3D e novas perspectivas para o ensino: possibilidades permeadas pelo uso de materiais concretos. Revista Observatório, v. 3, n. 4, p. 445-466, 2017. DOI: https://doi.org/10.20873/uft.2447-4266.2017v3n4p445

BONACHELA, S. R. Produção de modelos moleculares usando impressão 3D: caminhos de um futuro professor de Química. 2021. 28 f. Trabalho de conclusão de curso (Graduação em Ciências) - Instituto de Ciências Ambientais, Químicas e Farmacêuticas, Universidade Federal de São Paulo, Diadema, 2021.

BRASIL. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Censo Escolar Da Educação Básica 2023. Brasília, DF: Inep, 2024.

BRASIL, Senado Federal. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional: nº 9394/96. Brasília: MEC/SEMTEC, 1996.

BRASIL, Lei Nº; Nº, L. E. I. 13.146, DE 6 DE JULHO DE 2015. Dispõe sobre a Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência. Disponível em: http://www. planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2015-2018/2015, v. 13146, 2015.

COELHO, P. F. da C.; ABREU, N. R. O deficiente visual e a escola: um estudo etnográfico sob a perspectiva da pesquisa transformativa do consumidor. Organizações & Sociedade, v. 25, p. 485-510, 2018. DOI: https://doi.org/10.1590/1984-9250867

COPPI, M. et al. O uso de tecnologias digitais em educação: caminhos de futuro para uma educação digital. Práxis Educativa, v. 17, 2022. DOI: https://doi.org/10.5212/PraxEduc.v.17.19842.055

CARUSO, R. C.; SILVA, S. de C. R. da; MARCONDES, R. Uso da impressão 3D no ensino-aprendizagem: revisão sistemática sobre os principais problemas encontrados. Boletim de Conjuntura (BOCA), v. 16, n. 47, p. 448–473, 2023.

ESPECIAIS, Educativas. Declaração de Salamanca. Sobre Princípios, Políticas e Práticas na Área das Necessidades, 1994.

FREITAS, R. de C. R. Q.; PAZ, M. S. de O. Aplicação didática inclusiva no ensino de Química para um aluno surdo. Research, Society and Development, v. 10, n. 7, e29210716525, 2021 DOI: https://doi.org/10.33448/rsd-v10i7.16525

NETO, A. F; LOUBET, S.; ALBUQUERQUE, L. M. O Uso da impressora 3D no processo de ensino e aprendizagem. Revista Eletrônica Sala de Aula em Foco, v. 10, n. 2, p. 14-14, 2021. DOI: https://doi.org/10.36524/saladeaula.v10i2.1377

TOLEDO, K. C.; SANTOS, B. M. dos; RIZZATTI, I. M. O uso da Impressora 3D na construção de geometrias moleculares como uma proposta didática no ensino de Química, adaptado para pessoas com deficiência visual. In: CONEDU-Congresso Nacional de Educação. ed, 2019.

VASCONCELOS, A. S.; LELIS, T. M. Uso de tecnologias digitais de informação e comunicação para promoção da educação científica a estudantes da educação básica do plano piloto. 2021. 92 f., il. Trabalho de Conclusão de Curso (Licenciatura em Ciências Biológicas) — Universidade de Brasília, Brasília, 2021.

Downloads

Published

2024-06-07

How to Cite

Freitas, R. de C. R. Q. de, Silva, L. R. F. da, Nery Junior, R. da C., Porto, J. A. M., Guedes, R. S., Rocha, V. C. F., Queiroz, M. S. R., Souza, C. de, Silva, F. de B., & Martins, M. L. M. (2024). 3D MODELING AS A STRATEGY FOR INCLUSIVE CHEMISTRY TEACHING. Revista Contemporânea, 4(6), e4499 . https://doi.org/10.56083/RCV4N6-056

Issue

Section

Articles