SAÚDE DA MULHER INDÍGENA: ASSISTÊNCIA PRÉ NATAL

Authors

  • Lene Karine da Silva Alencar
  • Mirelia Rodrigues Araújo

DOI:

https://doi.org/10.56083/RCV4N5-054

Keywords:

assistência pré-natal, saúde de populações indígenas, cuidados de enfermagem, mulher indígena

Abstract

Objetivo: Este artigo teve como objetivo analisar as variáveis socioculturais e logísticas envolvidas no cuidado em saúdedas mulheres indígenas na gravidez. Materiais e Método: O presente projeto trata-se de uma revisão integrativa. Para buscar do material da pesquisa foram utilizadas as seguintes bases: Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde (LILACS), Medical Literature Analysis and Retrieval System on-line MEDLINE), uma vez que estaspermitem busca simultânea nas principais fontes nacionais e internacionais. Serão utilizados os artigos e estudos científicos disponibilizados na íntegra. Resultados e discussão: Com a aplicação de critérios de inclusão e exclusão, restaram 914 resultados, dos quais apenas 15 foram escolhidos para leitura detalhada por se alinharem com as palavras-chave e o escopo da pesquisa. Com base nas pesquisas, a saúde materna e infantil é considerada uma prioridade em escala global, visando proporcionar um ambiente acolhedor e saudável para mãe e bebê e embora tenham sido alcançados avanços consideráveis nessa questão, esses benefícios ainda não foram plenamente estendidos às comunidades indígenas. Considerações finais: Foi possível observar a necessidade de mais pesquisas com essa população, a fim de alcançar um cuidado especializado, rompendo com as barreiras das dificuldades que persistem ao longo dos anos, destacando a importância da realização do acompanhamento pré-natal, respeitando as tradições e costumes dos povos indígenas.

References

ABRITTA, M. L. R; TORRES, S. R.; FREITA, D. A.. Daúde das mulheres indígenas na América Latina: Revisão Integrativa. Revista Brasileira de Saúde Funcional, [S. l.], v. 9, n. 2, p. 164–177, 2021. Disponível em: https://adventista.emnuvens.com.br/RBSF/article/view/1449. Acesso em: 09 mar. 2023. DOI: https://doi.org/10.25194/rebrasf.v9i2.1449

Angelina Carmo Silva1 , Lise Maria Carvalho Mendes2 , Renata Simões Monteiro3 , Renan Alves Silva, Ana Karina Bezerra Pinheiro. Parto e nascimento na fronteira franco-brasileira: percepções de enfermeiros. Cogitare enferm. 25: e67820, 2020. Disponível em: http://dx.doi.org/10.5380/ce.v25i0.67820 DOI: https://doi.org/10.5380/ce.v25i0.67820

BRASIL. Ministério da saúde. Saúde indígena: Análise da situação de saúde no SasiSUS. Ministério daSaúde, Brasília, 2019, 83p.

BRASIL. Ministério da Saúde. Sistema de Informação da Atenção à Saúde Indígena (SIASI). Dados populacionais de 2013 dos indígenas cadastrados no SIASI do DSEI. Brasília, 2013. Disponível em http://portalms.saude.gov.br/saude- indigena/gestao/siasi

BRASIL. Portaria MS n° 254 de 31 de Janeiro de 2002. Política Nacional de Atenção à saúde dos povosindígenas. Fundação Nacional de Saúde, Brasília, 2002. Disponível em:http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/inca/manual_profissionaisdesaude.pdf

CARPIO-ARIAS, Tannia Valeria et al. Healthcare professionals’ experiences and perceptions regarding health care of indigenous pregnant women in Ecuador. BMC Pregnancy and Childbirth, v. 22, n. 1, p. 101, 2022. DOI: https://doi.org/10.1186/s12884-022-04432-5

CANCHINGRE, Lizeth Alejandra Ureta et al. Percepción del parto respetado en gestantes indígenas shuar y achuar del cantón taisha, año 2018-2019. Más Vita, v. 4, n. 2, p. 140-159, 2022. DOI: https://doi.org/10.47606/ACVEN/MV0129

CONRADO, L. J.; SCHMIDT, L. F. M.; ASTENRETER, A. S. R.; SALES, P. R.; LIMA, D. N.. A relevância da atenção pré-natal indígena para a redução da morbimortalidade materna e infantil. VIII Fórum Rondoniense de Pesquisa - ISSN: 2764-345X. Vol. 3 N.o 8o, 2022.

DE SOUSA, Angélica Silva; DE OLIVEIRA, Guilherme Saramago; ALVES, Laís Hilário. A pesquisa bibliográfica: princípios e fundamentos. Cadernos da FUCAMP, v. 20, n. 43, 2021.

DIAS-SCOPEL, Raquel Paiva; SCOPEL, Daniel. Promoção da saúde da mulher indígena: contribuição da etnografia das práticas de autoatenção entre os Munduruku do Estado do Amazonas, Brasil. Cadernos de Saúde Pública, v. 35, p. e00085918, 2019. DOI: https://doi.org/10.1590/0102-311x00085918

GARNELO, Luiza et al. Avaliação da atenção pré-natal ofertada às mulheres indígenas no Brasil: achados do Primeiro Inquérito Nacional de Saúde e Nutrição dos Povos Indígenas. Cadernos de Saúde Pública, v. 35, p. e00181318, 2019. DOI: https://doi.org/10.1590/0102-311x00181318

GOES, E. F.; FERREIRA, A. J. F. F.; MEIRA, K. C.; et al. Desigualdades raciais nas tendências da maternidade adolescente e no acesso ao pré-natal no Brasil, 2008- 2019. Research, Society and Development, v. 12, n. 1, p. e8312139404, 2023. DOI: http://dx.doi.org/10.33448/rsd-v12i1.39404 DOI: https://doi.org/10.33448/rsd-v12i1.39404

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Censo demográfico: 2010. Características gerais dos indígenas: resultados do universo. Censo demogr. [Internet]. 2010: 1-245. Disponível em: https://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/periodicos/95/cd_2010_indigenas_universo .pdf. Acesso em: 03mar 2023.

KAMINSKI, L. S. .; SILVA, J. P. .; DIAS, A. K. D.; MARKUS, G. W. S. .; PEREIRA, R. A. Practices of indigenous women through their gestational, prenatal, childbirth and postpartum process. Research, Society and Development, [S. l.], v. 11, n. 10, p. e541111032200, 2022. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/32200. Acesso em: 15 mar. 2023 DOI: https://doi.org/10.33448/rsd-v11i10.32200

MARTIN, Melanie A.; GURVEN, Michael. Traditional and biomedical maternal and neonatal care practices in a rural indigenous population of the bolivian Amazon. Global public health, v. 17, n. 6, p. 971-985, 2022 DOI: https://doi.org/10.1080/17441692.2021.1882531

MENDES, L. M. .; NASCIMENTO, V. B.; SANCHEZ, C. M. D.; MOTTA, S. R. M.; et al. Análise dos registros do sistema de informação pré-natal no estado do Amapá. Saúde Coletiva (Barueri), v. 13, n. 84, p. 12314–12325, 2023. DOI: 10.36489/saudecoletiva.2023v13i84p12314-12325. Disponível em:https://www.revistasaudecoletiva.com.br/index.php/saudecoletiva/article/view/3028. Acesso em: 15 mar. 2023. DOI: https://doi.org/10.36489/saudecoletiva.2023v13i84p12314-12325

MONTEIRO, Marcelo Anderson Cavalcante et al. Assistência de enfermagem à saúde das populações indígenas: revisão de escopo. Cogitare Enfermagem, v. 28, p. e88372, 2023. DOI: https://doi.org/10.1590/ce.v28i0.91074

OPAS. Pan-American Health Organization (PAHO). Gender, Equity, and Indigenous Women’s Health in the America. Washington DC: PanAmerican Health Organization, 2004. 31p. Disponível em: https://paho.org/hq/dmdocuments/2011/GDR-Gender-Equity andIndigenous-Women- HealthAmericas.pdf

PANDEY, Mamata et al. Indigenous birth support worker (IBSW) program evaluation: a qualitative analysis of program workers and clients’ perspectives. BMC Pregnancy and Childbirth, v. 23, n. 1, p. 367, 2023. DOI: https://doi.org/10.1186/s12884-023-05695-2

PAULINO, N. A.; VÁSQUEZ, M. S.; BOLÚMAR, F.. Indigenous language and inequitable maternal health care, Guatemala, Mexico, Peru and the Plurinational State of Bolivia. Bull World Health Organ. Jan 1;97(1):59-67, 2019. doi: 10.2471/BLT.18.216184. DOI: https://doi.org/10.2471/BLT.18.216184

PÍCOLI, Renata Palópolí; CAZOLA, Luiza Helena de Oliveira. Oportunidades perdidas na prevenção da transmissão vertical da sífilis na população indígena do Brasil central. Revista Brasileira de Saúde Materno Infantil, v. 22, p. 823-831, 2023. DOI: https://doi.org/10.1590/1806-9304202200040006

ROCHA, D. F.; PORTO, M. F. S.; PACHECO, T. A luta dos povos indígenas por saúde em contextos de conflitos ambientais no Brasil (1999-2014). Ciência & Saúde Coletiva, v. 24, n. 2, p. 383-392, 2019. DOI: https://doi.org/10.1590/1413-81232018242.27972016

SANITÁ, C. C. Condições de Saneamento e Desigualdades em Populações Indígenas. (Trabalho De Conclusão de Curso) Faculdade de Engenharia Ambiental da Universidade Tecnológica Federal do Paraná(UTFPR).Campo Mourão, 2022.

SANTOS, J. V. N. C. dos.; GOMES, R. S. de S. .; BARBOSA, I. E. B. .; et al. Attributions and difficultiespresented by nurses in relation to nursing care for the indigenous population. Research, Society and Development, [S. l.], v. 11, n. 4, p. e2511426834, 2022. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/26834. Acesso em: 09 mar. 2023.

SILVA MAIA, J.; DE FÁTIMA MARIN, H. Os dispositivos móveis e seu apoio no atendimento obstétricoindígena. Journal of Health Informatics, Brasil, v. 13, n. 2, 2021. Disponível em: https://jhi.sbis.org.br/index.php/jhi-sbis/article/view/771. Acesso em: 19 mar. 2023.

SILVA, E. C.; SILVA, N. C. D. L; CAFÉ, L. A.; et al. Dificuldades vivenciadas pelos profissionais de saúde no atendimento à população indígena. Revista Eletrônica Acervo Saúde, v. 13, n. 1, p. e5413, 2021. DOI: https://doi.org/10.25248/reas.e5413.2021 DOI: https://doi.org/10.25248/reas.e5413.2021

SILVA, L. Saberes e Práticas Tradicionais da Mulher Indígena da etnia Macuxi sobre Gestação: umRelato de Experiência. (Trabalho De Conclusão de Curso) Faculdade Ciências da Saúde – Universidade de Brasília (UnB), Brasília, 2019.

STEELE, Vivienne et al. Factors influencing antenatal care attendance for Bakiga and Indigenous Batwa women in Kanungu District, Southwestern Uganda. Rural and Remote Health, v. 21, n. 4, p. 1-12, 2021. DOI: https://doi.org/10.22605/RRH6510

TAVARES, F.G.; FERREIRA, A. A.. Saúde de crianças e adolescentes indígenas na América Latina. Cad. Saúde Pública. 35(Sup33 e0013081), 2019. DOI: 10.1590/0102-311x00130819. DOI: https://doi.org/10.1590/0102-311x00130819

UDENIGWE, O.; OKONOFUA, F. E.; NTOIMO, L. F. C.; IMONGAN, W.; IGBOIN, B.; YAYA, S. Perspectives of policymakers and health providers on barries and facilitators to skilled pregnancy care: findings from qualitative study in rural Nigeria. BMC Pregnancy and Childbirth, vol. 21 n. 1:20, 21(1):20, 2021 DOI: https://doi.org/10.1186/s12884-020-03493-8

Published

2024-05-15

How to Cite

Alencar, L. K. da S., & Araújo, M. R. (2024). SAÚDE DA MULHER INDÍGENA: ASSISTÊNCIA PRÉ NATAL. Revista Contemporânea, 4(5), e4261. https://doi.org/10.56083/RCV4N5-054

Issue

Section

Articles