BRINQUEDOTECA EM UMA UNIDADE DE PRONTO ATENDIMENTO: PROMOVENDO O BEM-ESTAR INFANTIL NA AMAZÔNIA

Authors

  • Walace Coelho de Oliveira
  • Wellingthon Coelho de Oliveira
  • Rafael Alves Freires
  • Renata Campos de Sousa Borges
  • Andreia Costa Ribeiro
  • Iara da Silva Antunes Caldeira
  • Jhennifer Oliveira do Carmo
  • Larissa Braga Ferraz

DOI:

https://doi.org/10.56083/RCV4N5-052

Keywords:

ludicidade, internação hospitalar, treinamento cognitivo, serviço de saúde, saúde da criança

Abstract

O objetivo deste estudo é descrever a experiência da implementação de uma brinquedoteca por estagiários em um núcleo de educação permanente de uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA), situada no munícipio de Tucuruí-PA. Deste modo, o presente artigo trata-se de um relato de experiência, de caráter qualitativo, descritivo e conduzido pelas etapas da metodologia da problematização com o arco maguerez, utilizou-se como recurso o ambiente virtual do 1software “Arco Didático da Problematização- ADP” para facilitar a descrição das cinco etapas do Arco de Maguerez, sendo estas: observação da realidade; pontos-chave; teorização; hipóteses de solução e aplicação à realidade. Sendo assim, foi possível observar a carência de um ambiente lúdico e acolhedor pela equipe do Núcleo de Educação Permanente para as crianças que chegavam ao atendimento, no setor de espera, isso gerou bastante preocupação considerando que o ambiente hospitalar pode ser visto por elas como negativo, podendo agravar ainda mais os sintomas psicossomáticos. Tendo em vista essa problemática, realizou-se a implementação de uma brinquedoteca na UPA, no setor de espera, possuindo recursos lúdicos e pedagógicos, sendo estes: casinha de madeira, brinquedos e desenhos para pintura. Sendo assim, durante a realização das atividades pelas crianças, foi possível constatar uma grande participação e envolvimento, considerando que as mesmas se mostravam exitosas para realizar as atividades. Além disso, foi desenvolvida uma cartilha que pudesse orientar os profissionais que ficassem responsáveis no monitoramento desse espaço. Portanto, toda ação foi concluída com êxito, considerando que os profissionais demonstraram interesse na cartilha e as crianças no espaço desenvolvido.

References

ARAGÃO, J. C. S. et al. Produção de vídeos como material didático de apoio para aprendizagem em saúde da mulher: relato de experiência. Revista Práxis, v. 11, n. 22, p. 45-52, dez, 2019. Disponível em: <https://revistas.unifoa.edu.br/praxis/article/view/2729>. Acesso em: 15 dez. 2023. DOI: https://doi.org/10.47385/praxis.v11.n22.2729

BERTÉ, C. et al. Brinquedo terapêutico no contexto da emergência pediátrica. Revista baiana enfermagem, v. 31, n. 3, p. 1- 10, 2017. Disponível em: < https://pesquisa.bvsalud.org/portal/resource/pt/biblio-897481>. Acesso em: 15 dez. 2023.

BRASIL. Ministério da Saúde. Portaria nº 2.261, de 23 de novembro de 2005. Brasília, Ministério da Saúde, 2005. Disponível em: < https://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/gm/2005/prt2261_23_11_2005.html>. Acesso em: 15 dez. 2023.

COELHO, A. E. F. et al. A atuação do pedagogo em ambiente hospitalar. Cadernos da pedagogia, v. 16, n. 36, p. 1-12, set-dez, 2022. Disponível em: < https://www.cadernosdapedagogia.ufscar.br/index.php/cp/article/view/1452>. Acesso em: 20 dez. 2023.

COFEN- Resolução n°. 546/2017: Código de ética dos profissionais de enfermagem, 2017. - Disponível em: <https://www.cofen.gov.br/resolucao-cofen-no-05462017/>. Acesso em: 25 de dez. 2023.

COLARES, K. T. P; OLIVEIRA, W. Metodologias Ativas na formação profissional em saúde: uma revisão. Revista sustinere, Rio de Janeiro, v. 6, n. 2, p. 300-320, jul-dez, 2018. Disponível em: <https://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/sustinere/article/view/36910>. Acesso em: 15 dez. 2023. DOI: https://doi.org/10.12957/sustinere.2018.36910

CONCEIÇÃO, D, S. et al. A educação em saúde como instrumento de mudança social. Revista Brasileira de Desenvolvimento, Curitiba, v.6, n. 8, p. 59412-59416, ago, 2020. Disponível em: <https://www.mendeley.com/catalogue/be524c1e-587c-3c31-be21-a79861533fdf/>. Acesso em: 08 set 2020. DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n8-383

CRUZ, F. O. A. M. et al. Validação de manual educativo para pacientes com câncer de cabeça e pescoço submetidos à radioterapia. Revista latino americano enfermagem, v. 24, p. 1-9, 2016. Disponível em: <https://www.revistas.usp.br/rlae/article/view/117382>. Acesso em: 03 de jan. 2024.

DIAS, G. A. R. et al. Arco da problematização para planejamento educativo em saúde na percepção de estudantes de enfermagem. Educação em revista, Belo horizonte, v. 38, p. 1-15, Mai, 2022. Disponível em: <https://www.scielo.br/j/edur/a/zmmyV6nKZcz4FL5kMfSp43q/>. Acesso em: 15 dez. 2023. DOI: https://doi.org/10.1590/0102-469825306t

DOURADO, C. A. N. et al. A criança no ambiente hospitalar e o processo de humanização. Revista concilium, v. 22, n. 4, p. 359-377, jun, 2022. Disponível em:< https://clium.org/index.php/edicoes/article/view/381>. Acesso em: 04 de jan. 2024. DOI: https://doi.org/10.53660/CLM-381-376

EIRAS, W. C. S. et al. Brinquedos e Brincadeiras na Educação em Ciências: Um Olhar para a Literatura da Área no Período de 1997 a 2017. Revista Brasileira de Pesquisa em Educação em Ciências, v. 18, n. 1, p. 179-203, abr, 2018. Disponível em: < https://periodicos.ufmg.br/index.php/rbpec/article/download/4720/3017>. Acesso em: 02 de jan. de 2024. DOI: https://doi.org/10.28976/1984-2686rbpec2018181179

FRAZÃO, L. R. S. B. et al. Construção e validação de cartilha educacional sobre saúde sexual e reprodutiva para casais sorodiscordantes. Cogitare enfermagem, v. 27 , p. 1-13, mai, 2022. Disponível em:<https://www.scielo.br/j/cenf/a/bfvGRVW79S7xHNsGyYxsxVk/?format=pdf&lang=pt>. Acesso em: 04 de jan. 2024. DOI: https://doi.org/10.5380/ce.v27i0.79155

GARCIA, A. et al. A importância da brinquedoteca na promoção da saúde e no processo de desenvolvimento infantil. Revista Multidisciplinar do nordeste Mineiro, v. 8, n. 1, p. 1-19, 2023. Disponível em: <https://www.researchgate.net/publication/373497280_A_IMPORTANCIA_DA_BRINQUEDOTECA_NA_PROMOCAO_DA_SAUDE_E_NO_PROCESSO_DE_DESENVOLVIMENTO_INFANTIL>. Acesso em: 10 mar. 2024. DOI: https://doi.org/10.61164/rmnm.v8i1.1481

JUCATELLI, V. V. B. et al. Ação educativa de conscientização dos profissionais de saúde para implantação de uma brinquedoteca hospitalar. Trabalho de conclusão de curso- Curso de Especialização em Formação de Educadores na Saúde – CEFES – da Escola de Enfermagem da Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte. 2019. 38 f. Disponível em: < https://repositorio.ufmg.br/bitstream/1843/32991/1/VANESSA%20VARGAS%20DE%20BRITO%20JUCATELLI%20UFMG.pdf>. Acesso em: 10 de jan. 2024.

JÚNIOR, J. M. A. et al. Metodologias ativas: práticas pedagógicas na contemporaneidade. In: JÚNIOR, J. M. A; SOUZA, L. P; SILVA N. L. C. (org.). Campo Grande, MS: Editora Inovar, 2019. p. 1- 203.

LIBÂNEO, J. C. Democratização da escola pública: A pedagogia crítico social dos conteúdos. 14ª ed. São Paulo: Edições Loyola, 2016.

LIMA, A. L. et al. Relato de experiência: promovendo saúde em crianças indígenas através de atividades lúdicas. Revista barbaquá, v. 2, n. 4, p. 78-86, ago-dez, 2018. Disponível em:< https://periodicosonline.uems.br/index.php/barbaqua/article/view/1930/3817>. Acesso em: 02 de jan. 2024.

MARQUES, G. Q; LIMA, M. A. D. S. As tecnologias leves como orientadoras dos processos de trabalho em serviços de saúde. Revista gaúcha enfermagem, v. 25, n. 1, p. 17-25, abr, 2004. Disponível em: < https://seer.ufrgs.br/index.php/rgenf/article/view/4490/2427>. Acesso em: 03 de jan. 2024.

PAIVA, A. P. R. C; VARGAS, E. P. Elaboração de material didático para processamento de produtos para saúde em unidades de atenção primária à saúde. Revista Práxis, v. 9, n. 18, p. 89-99, dez, 2017. Disponível em: < https://revistas.unifoa.edu.br/praxis/article/view/769/1256>. Acesso em: 02 de jan. 2024.

PINHEIRO, K. A Brinquedoteca: Recurso inclusivo como promoção da saúde da criança hospitalizada. 2015. Monografia (Especialização em Educação Inclusiva e Deficiência Intelectual) - PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO COGEAE, São Paulo. 2015. Disponível em: <https://repositorio.pucsp.br/bitstream/handle/29267/1/KARINE%20PINHEIRO.pdf> Acesso em: 13 abr. 2024.

SANTOS, V. A. R; MENEZES, K. R. Brinquedoteca como forma de humanizar a hospitalização: perspectiva de acompanhantes. Comunicação em ciências da saúde, v. 30, n. 3, p. 47-55, dez, 2019. Disponível em: <https://www.researchgate.net/publication/349618899_Brinquedoteca_como_forma_de_humanizar_a_hospitalizacao_perspectiva_de_acompanhantes>. Acesso em: 20 dez. 2023. DOI: https://doi.org/10.51723/ccs.v30i03.459

SILVA, G. T. R. Concepções, estratégias pedagógicas e metodologias ativas na formação em saúde: desafios, oportunidades e aprendizados. In: CUNHA, B. S. et al (org.). Brasília, DF: Editora ABEN, 2022. p. 1-111. DOI: https://doi.org/10.51234/aben.22.e17

SILVA, H. G. N. et al. O papel social da Universidade mediante integração ensino-serviço-comunidade no Brasil: revisão sistemática e metassíntese. Linhas críticas, Brasília, v. 26, p. 1- 20, jun, 2020. Disponível em: < https://www.redalyc.org/journal/1935/193567257012/html/>. Acesso em: 02 de jan. 2024. DOI: https://doi.org/10.26512/lc.v26.2020.31262

SOUZA, G. K. O; MARTINS, M. M. B. A brinquedoteca hospitalar e a recuperação de crianças internadas: uma revisão bibliográfica. Revista Saúde e Pesquisa, v. 6, n. 1, p. 123-130, jan-abr, 2013. Disponível em: <https://portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br/wp-content/uploads/2020/06/2430-Texto-do-artigo-Arquivo-Original-10270-1-10-20130415.pdf>. Acesso em: 25 de dez. 2023

SOUZA, J. F. Brinquedoteca Hospitalar como espaço de saúde. 2020. Trabalho de conclusão de curso- Licenciatura em pedagogia da faculdade UNINA, Curitiba. 2020. 54 f. Disponível em:< http://ri.unina.edu.br:8080/jspui/handle/123456789/15>. Acesso em: 06 de jan. 2024.

TEIXEIRA, S. R. O. Brinquedoteca hospitalar na cidade de São Paulo: exigências legais e a realidade. 2018. Tese (Doutorado em educação)- Programa de Pós Graduação da Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo, São Paulo. 2018. 277 f. Disponível em: < https://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-14122018-100259/pt-br.php#:~:text=Tendo%2C%20como%20objetivo%20principal%2C%20verificar%20a%20situa%C3%A7%C3%A3o%20da,hospitalar%20para%20garantir%20o%20bom%20funcionamento%20desse%20espa%C3%A7o>.Acesso em: 15 dez. 2023.

TEIXEIRA, S. R. O; KISHIMOTO, T. M. Revista de Estudos em Educação e Diversidade, v. 2, n. 3, p. 263-286, jan-mar. 2021. Disponível em:< https://periodicos2.uesb.br/index.php/reed/article/view/8074/5659>. Acesso em: 25 dez. 2023. DOI: https://doi.org/10.22481/reed.v2i3.8074

VALENTIM, L. M. S. et al. A brinquedoteca na educação infantil. Avesso do avesso, Araçatuba, v. 15, n. 15, p. 52-61, nov, 2017. Disponível em: < https://feata.edu.br/downloads/revistas/avessodoavesso/v15_artigo04_brinquedoteca.pdf>. Acesso em: 15 dez. 2023.

VIANA, J; COELHO, C. A percorrer o caminho da transformação (digital) na escola... o professor como agente de mudança. Revista intersaberes, v. 14, n. 31, p. 96-108, jan-mar, 2019. Disponível em: <https://repositorio.uninter.com/handle/1/360>. Acesso em: 02 de jan. de 2024. DOI: https://doi.org/10.22169/ri.v14i31.1503

XAVIER, L. N. et al. Analisando as metodologias ativas na formação dos profissionais de saúde: Uma revisão integrativa. Revista de políticas públicas, Sobral, v. 13, n. 1, p. 76-83, jan-jun, 2014. Disponível em: <https://sanare.emnuvens.com.br/sanare/article/view/436>. Acesso em: 03 de jan. de 2024.

Published

2024-05-14

How to Cite

Oliveira, W. C. de, Oliveira, W. C. de, Freires, R. A., Borges, R. C. de S., Ribeiro, A. C., Caldeira, I. da S. A., Carmo, J. O. do, & Ferraz, L. B. (2024). BRINQUEDOTECA EM UMA UNIDADE DE PRONTO ATENDIMENTO: PROMOVENDO O BEM-ESTAR INFANTIL NA AMAZÔNIA. Revista Contemporânea, 4(5), e4249. https://doi.org/10.56083/RCV4N5-052

Issue

Section

Articles