PIELONEFRITE ENFISEMATOSA E SUA RELAÇÃO DA DIABETES MELLITUS: UMA REVISÃO SISTEMÁTICA

Authors

  • Francisco Rafael do Nascimento Almeida
  • Nataly Araújo da Silva
  • Ana Rita Nogueira Pereira
  • Carolina Castello Branco de Andrade
  • Lívia Portela Fontenele Maia dos Santos
  • Leide Maria Soares de Sousa
  • Livia de Oliveira Castelo Branco
  • Lucas Loiola Cavalcante Silva
  • Keylane Rios Spode
  • Edmundo Mendes Benigno Neto

DOI:

https://doi.org/10.56083/RCV4N5-031

Keywords:

diabetes mellitus, pielonefrite enfisematosa, complicações do diabetes, nefrologia

Abstract

INTRODUÇÃO: A Pielonefrite Enfisematosa é uma infecção rara e grave do rim, associada ao Diabetes Mellitus, caracterizada pela presença de gás no parênquima renal, exigindo exames de imagem para diagnóstico preciso. METODOLOGIA: Uma revisão sistemática qualitativa e descritiva, seguindo as diretrizes do PRISMA 2020, analisou estudos observacionais dos últimos cinco anos relacionando Pielonefrite enfisematosa com diabetes mellitus. Artigos em português ou inglês, publicados entre 2010 e 2023 e disponíveis gratuitamente foram incluídos, excluindo estudos com amostras especiais, dados incompletos e revisões de literatura. A busca foi realizada utilizando os Descritores em Ciências da Saúde (DeCS) e operadores booleanos em diversas bases de dados, com triagem inicial de trabalhos duplicados e posterior análise dos dados por dois avaliadores de forma cega. RESULTADOS: Diante da metodologia proposta, foram encontrados 207 artigos, destes foi feita uma triagem inicial, onde os trabalhos duplicados, marcados como não qualificados e os registros excluídos.  CONCLUSÃO: A abordagem da Pielonefrite Enfisematosa em pacientes com diabetes exige intervenção precoce e uso da Tomografia Computadorizada para diagnóstico e tratamento adequado. Estratégias conservadoras visam preservar a função renal, mas lacunas na compreensão da fisiopatologia e manejo ideal persistem, destacando a necessidade de mais pesquisa.

References

ADAPALA, R. et al. Renal salvage, an achievable goal in patients with emphysematous pyelonephritis: outcomes of an algorithmic renal preserving strategy. Urology Annals, [S.L.], v. 12, n. 2, p. 156-168, set. 2020. Medknow. http://dx.doi.org/10.4103/ua.ua_67_19.

BHAT, Sanjay Kumar et al. Pielonefrite Enfisematosa no Diabetes Tipo 2 – Perfil Clínico e Gestão. Jornal Saudita de Doenças Renais e Transplante. Saudi, p. 1646-1657. mar. 2022.

FERREIRA, R. C.; BARROS, C. E. de; BRAGA, A. L. PROFILE OF URINARY INFECTION ASSOCIATED WITH BLOOD GLUCOSE RATE AMENDED. Revista Brasileira de Análises Clínicas, [S.L.], v. 48, n. 4, p. 1-5, jan. 2016. Revista Brasileira de Analises Clinicas. http://dx.doi.org/10.21877/2448-3877.201600485.

GITE, V. et al. Minimally invasive techniques as a first line approach in the management of emphysematous pyelonephritis - A single centre experience. Journal Of Postgraduate Medicine, [S.L.], v. 67, n. 3, p. 146-153, set. 2021. Medknow. http://dx.doi.org/10.4103/jpgm.jpgm_1315_20.

GOMEZ, N. et al. Associação entre Diabetes Mellitus e Infeções do Trato Urinário Graves – Estudo Prospetivo Observacional em Doentes Internados num Serviço de Medicina. Revista Portuguesa de Diabetes, Lisboa, v. 4, n. 13, p. 134-142, maio 2018. Disponível em: http://www.revportdiabetes.com/wp-content/uploads/2019/01/RPD-Dezembro-2018-Artigo-Original-págs-139-142.pdf . Acesso em: 23 abr. 2024.

GONZÁLEZ-PÉREZ, R. A. et al. Empirical management of emphysematous pyelonephritis: comparison between two antimicrobial schemes. Boletín del Colegio Mexicano de Urología, v. 38, n. 2, 31 out. 2023.

HELENA, M. et al. Manual do Residente de Clínica Médica. [s.l: s.n.], 2022.

MURUGAN, P. P.; IYYAN, A. B. Clinical Profile and Outcome Analysis among Patients with Urosepsis at a Tertiary Care Centre: A Retrospective Cohort Study. JOURNAL OF CLINICAL AND DIAGNOSTIC RESEARCH, 2022.

PERES, Luis Alberto Batista et al. Achados tomográficos renais em um hospital universitário. Rev Bras Clin Med, São Paulo, v. 2, n. 11, p. 108-111,

RIELLA, M. C. Princípios de Nefrologia e Distúrbios Hidroeletrolíticos. Editora Guanabara, 2018.

SANFORD, T. H. et al. Emphysematous pyelonephritis: the impact of urolithiasis on disease severity. Translational Andrology And Urology, [S.L.], v. 5, n. 5, p. 774-779, out. 2016. AME Publishing Company. http://dx.doi.org/10.21037/tau.2016.07.02.

Published

2024-05-09

How to Cite

Almeida, F. R. do N., Silva, N. A. da, Pereira, A. R. N., Andrade, C. C. B. de, Santos, L. P. F. M. dos, Sousa, L. M. S. de, Branco, L. de O. C., Silva, L. L. C., Spode, K. R., & Benigno Neto, E. M. (2024). PIELONEFRITE ENFISEMATOSA E SUA RELAÇÃO DA DIABETES MELLITUS: UMA REVISÃO SISTEMÁTICA. Revista Contemporânea, 4(5), e4213 . https://doi.org/10.56083/RCV4N5-031

Issue

Section

Articles