PACIENTE PORTADOR DE TRANSTORNO MENTAL GRAVE; (ESQUIZOFRENIA PARANÓIDE): UM RELATO DE CASO

Authors

  • Idernon Cândido Nascimento
  • Maria Helena da Silva Santos
  • Sidrayton Pereira do Nascimento
  • Maria Beatris Figueiredo Gonçalves
  • Anne Virgínia Lima de Almeida
  • Tauane Ferreira Nunes
  • Pâmela Leite Cruz
  • Ariza Mayara de Souza
  • Mateus Francis Oliveira
  • Danilo Oliveira da Silva
  • João Pedro Soares Sampaio
  • Luciana Bezerra Moura Cavalcante
  • Maira Suriel Ferreira de Moraes
  • Gabriela Lopes Galvão Bezerra da Cunha

DOI:

https://doi.org/10.56083/RCV4N5-027

Keywords:

esquizofrenia, paranóide, agitação psicomotora, transtornos, doença mental

Abstract

Objetivo: relatar um caso de um paciente em acompanhamento pelo Centro de Atenção Psicossocial – CAPS II em Juazeiro da Bahia, no ano de 2024, para tratamento de Esquizofrenia Paranóide grave. A esquizofrenia é considerada a doença mental que mais causa prejuízo para o indivíduo acometido, família e amigos. Apesar de ser tratada como uma única doença, a esquizofrenia é uma categoria diagnóstica diversificada, que inclui patologias com sintomas semelhantes, dentre elas a esquizofrenia paranóide. Método: Trata-se de um estudo transversal, retrospectivo e observacional, através de um relato de caso de um paciente portador de esquizofrenia paranóide assistido no – CAPS II – João Martins de Souza, de Juazeiro da Bahia, por alunos do rodizío de saúde mental do Internato Médico. Descrição do caso: Paciente do sexo masculino de 37 anos, com histórico de mais de 30 internamentos em Hospital de Custódia e Tratamento Psiquiátrico – HCT e Hospital Psiquiátrico Nossa Senhora e Fátima – Bahia, com diagnóstico de esquizofrenia paranóide desde 14 anos, na ocasião, encontra-se em situaçao de vulnerabilidade social realizando tratamento na Unidade referida em condições precárias. Atualmente, faz uso de haldol decanoato 300mg/dia, lítio 900mg/dia e prometazina 50mg/dia. Resultados: encontra-se em bom estado de interação, participando de oficinas, e aderente parcialmente ao tratamento medicamentoso. Durante o período de Internato Médico no referido CAPS II, o paciente foi um, dos poucos, que não manteve boa adesão medicamentosa, apresentando, apesar de tentativas de interação social, crises de agitação e taquilalia constante. Conclusão: A manutenção do tratamento medicamentoso associado ao acompanhamento multidisciplinar tem conduzido o paciente parcialmente ao controle dos sintomas. O acompanhamento psicoterápico e socioterápico o leva à melhora dos sintomas parcial, visto que seu acometimento é grave, proporcionando melhor qualidade de vida para ele e seus familiares.

References

BENÍCIO, T. B. .; OLIVEIRA, E. de S. .; ARAÚJO, I. G. de .; MONTEIRO, F. F. C. .; PIRES, V. R. .; MORAIS, A. C. L. N. de . Avaliação da efetividade terapêutica em pacientes esquizofrênicos privados de liberdade de um Manicômio Judiciário do Ceará. Revista de Casos e Consultoria, [S. l.], v. 12, n. 1, p. e23998, 2021. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/casoseconsultoria/article/view/23998. Acesso em: 17 mar. 2024.

FILHO, F. F. da S.; CAMPOS, J. S.; RAMOS, D. V. B. Uso Quetiapina no tratamento da Esquizofrenia: Revisão da literatura / Use Quetiapine in the treatment of Schizophrenia: Literature review. Brazilian Journal of Development, [S. l.], v. 7, n. 12, p. 110494–110502, 2021. DOI: 10.34117/bjdv7n12-030. Disponível em: https://ojs.brazilianjournals.com.br/ojs/index.php/BRJD/article/view/40495. Acesso em: 17 mar. 2024. DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n12-030

FULONE, Izabela; SILVA, Marcus Tolentino; LOPES, Luciane Cruz. Uso de antipsicóticos atípicos no tratamento da esquizofrenia no Sistema Único de Saúde do Brasil: estudo de coorte, 2008-2017. Epidemiol. Serv. Saúde, Brasília , v. 32, n. 1, e2022556, 2023 . Disponível em <http://scielo.iec.gov.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1679-49742023000100308&lng=pt&nrm=iso>. acessos em 17 mar. 2024. Epub 13-Mar-2023. http://dx.doi.org/10.1590/s2237-96222023000300015. DOI: https://doi.org/10.1590/S2237-96222023000300015

Melo, Antonio Henrique Ferreira e Freitas, FernandoEsquizofrenia, modelo biomédico e a cobertura da mídia. Saúde em Debate [online]. v. 47, n. 136 [Acessado 17 Março 2024] , pp. 96-109. Disponível em: <https://doi.org/10.1590/0103-1104202313606>. ISSN 2358-2898. https://doi.org/10.1590/0103-1104202313606. DOI: https://doi.org/10.1590/0103-1104202313606

MULLER, Juliana de Lima et al . Transtorno de Ansiedade Social: um estudo de caso. Contextos Clínic, São Leopoldo , v. 8, n. 1, p. 67-78, jun. 2015 . Disponível em <http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1983-34822015000100008&lng=pt&nrm=iso>. acessos em 17 mar. 2024. http://dx.doi.org/10.4013/ctc.2015.81.07. DOI: https://doi.org/10.4013/ctc.2015.81.07

PEREIRA NUNES, P. L.; DA SILVA, T. M.; VOLTOLINI, C. B.; DA SILVA, E. F.; BOLETA-CERANTO, D. de C. F. Subtipos de esquizofrenia / Sub-types of schizophrenia. Brazilian Journal of Health Review, [S. l.], v. 3, n. 5, p. 12196–12199, 2020. DOI: 10.34119/bjhrv3n5-066. Disponível em: https://ojs.brazilianjournals.com.br/ojs/index.php/BJHR/article/view/16409. Acesso em: 17 mar. 2024. DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv3n5-066

TOSTES, Jorge Gelvane et al . Esquizofrenia e cognição: entendendo as dimensões atencionais, perceptuais e mnemônicas da esquizofrenia. Psicol. pesq., Juiz de Fora , v. 14, n. spe, p. 102-119, 2020 . Disponível em <http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1982-12472020000400008&lng=pt&nrm=iso>. acessos em 17 mar. 2024. http://dx.doi.org/10.34019/1982-1247.2020.v14.30284. DOI: https://doi.org/10.34019/1982-1247.2020.v14.30284

Published

2024-05-09

How to Cite

Nascimento, I. C., Santos, M. H. da S., Nascimento, S. P. do, Gonçalves, M. B. F., Almeida, A. V. L. de, Nunes, T. F., Cruz, P. L., Souza, A. M. de, Oliveira, M. F., Silva, D. O. da, Sampaio, J. P. S., Cavalcante, L. B. M., Moraes, M. S. F. de, & Cunha, G. L. G. B. da. (2024). PACIENTE PORTADOR DE TRANSTORNO MENTAL GRAVE; (ESQUIZOFRENIA PARANÓIDE): UM RELATO DE CASO. Revista Contemporânea, 4(5), e4210. https://doi.org/10.56083/RCV4N5-027

Issue

Section

Articles