AVALIAÇÃO EPIDEMIOLÓGICA DE PACIENTES QUE REALIZARAM PROFILAXIA PÓS-EXPOSIÇÃO (PEP) AO HIV NO SERVIÇO DE ATENDIMENTO ESPECIALIZADO (SAE) EM PORTO VELHO – RO

Authors

  • Raphaela Lorrana Rodrigues Araújo
  • Antonieta Relvas Pereira
  • Ana Gabriela Barbosa Chaves Queiroz
  • Sérgio de Almeida Basano

DOI:

https://doi.org/10.56083/RCV4N6-008

Keywords:

profilaxia pós-exposição, HIV, tratamento de emergência, antirretrovirais

Abstract

A Profilaxia Pós-exposição (PEP) é uma das formas de prevenir a infecção pelo Vírus da Imunodeficiência Humana (HIV). Esta profilaxia está indicada para todas as pessoas que tiveram contato ou apresentam riscos de contaminação com vírus e hoje em dia é oferecida gratuitamente pelo SUS. Tais pacientes devem primeiramente realizar os seus testes e serem orientados a respeito de outras doenças sexualmente transmissíveis no caso de contaminação por relação sexual. Posteriormente, em caso de testes sorológicos não reagentes ao HIV, iniciam o tratamento da PEP que consiste em antirretrovirais (tenofovir, lamivudina e dolutegravir) por 28 dias e posteriormente deve-se realizar os testes sorológicos para avaliar a eficácia do tratamento. O esquema de tratamento sofre alterações em caso de gestação ou paciente menor de 12 anos de idade. Seu início deve ser em até 72 horas após o contato com o HIV de preferência que seja nas primeiras 2 horas pois quanto antes iniciar a terapia, maior a chance de prevenção. A infecção pelo HIV, apesar de não ser 100% evitada por nenhum método, esse tratamento diminui muito significativamente a contaminação principalmente quando iniciado imediatamente.

References

BOLETIM VACINAS E NOVAS TECNOLOGIAS DE PREVENÇÃO. O estado da PEP no brasil: protocolo e implementação. Departamento de IST, Aids e Hepatites Virais (DIAHV/SVS/MS) 2018 - DisponÍvel em: <http://www.giv.org.br/boletimvacinas/32/20-pep-protocolo-e-implementacao-da-pep-no-brasil.php>. Acesso em: 20 out. 2022.

BRASIL. Ministério da Saúde. Protocolo clínico e diretrizes terapêuticas para profilaxia pós-exposição (PEP) de risco à infecção pelo HIV, IST e hepatites virais. Brasília: Ministério da Saúde, 2017. Disponível em: <http://www.aids.gov.br/pt-br/pub/2015/protocolo-clinico-e-diretrizes-terapeuticas-para-profilaxia-pos-exposicao-pep-de-risco>. Acesso em: 01 out. 2022.

CARNEIRO, M. B. G; ELIAS, D. B. D. Análise da profilaxia pós-exposição ao HIV em um hospital de doenças infecciosas em Fortaleza, CE. Revista brasileira de análises clínicas, Fortaleza - CE, abr./2018. Disponível em: http://www.rbac.org.br/artigos/analise-da-profilaxia-pos-exposicao-ao-hiv-em-um-hospital-de-doencas-infecciosas-em-fortaleza-ce/. Acesso em: 8 fev. 2023.

CENTERS OF DISEASE CONTROL AND PREVENTION - CDC. Prevenção do hiv: PrEP e PEP. Disponível em: <https://www.cdc.gov/healthcommunication/toolstemplates/entertainmented/tips/hivprevention.html#case>. Acesso em: 05 mar. 2023.

DEPARTAMENTO DE DOENÇAS DE CONDIÇÕES CRÔNICAS E INFECÇÕES SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS - MINISTÉRIO DA SAÚDE. 135 mil brasileiros vivem com HIV e não sabem, 2019. Disponível em: http://www.aids.gov.br/pt-br/noticias/135-mil-brasileiros-vivem-com-hiv-e-nao-sabem. Acesso em: 8 fev. 2020.

DOMINGUEZ, B. PrEP e PEP: Reportagem da Revista Radis aborda a nova geração de estratégias para impedir a infecção pelo vírus HIV. Fiocruz 2016. Disponível em: https://www.far.fiocruz.br/2016/12/prep-e-pep/?print=print. Acesso em: 24 abr. 2023.

DOMINGUEZ, K.L. et al. Updated guidelines for antiretroviral postexposure prophylaxis after sexual, injection drug use, or other nonoccupational exposure to HIV. Center for disease control and prevention. United States, 2016.

DUWAL, S. et al. A utilidade da profilaxia baseada no efavirenz contra a infecção pelo HIV. análise farmacológica de sistemas. Farmacocinética e Farmacodinâmica da Profilaxia Pré-Exposição contra o HIV. Frente. Pharmacol., mar 2019

KNIGHT, D.; JARRETT, D. Preventive Health Care for Men Who Have Sex with Men. American family physician, [S.l.], v. 91, n. 12, p. 844-51, 2015.

MAKSUD, I.; FERNANDES, N.M; FILGUEIRAS, S.L. Tecnologias de prevenção do HIV e desafios para os serviços de saúde. Revista Brasileira de epidemiologia, São Paulo, v. 18, set. 2015 DOI: https://doi.org/10.1590/1809-4503201500050008

PEREIRA, G.F.M et al. HIV/AIDS, STIs and viral hepatitis in Brazil: epidemiological trends. Revista Brasileira de Epidemiologia [online]. v. 22, n. Suppl 1, 2019. Available from: <https://doi.org/10.1590/1980-549720190001.supl.1>. ISSN 1980-5497. Acesso em: 02 out. 2022. DOI: https://doi.org/10.1590/1980-549720190001.supl.1

PORTAL DO MINISTÉRIO DA SAÚDE. Aids/HIV: causas, sintomas, diagnóstico, tratamento e prevenção. Disponível em: <http://portalms.saude.gov.br/saude-de-a-z/aids#pep>. Acesso em: 05 mar. 2022.

SILVA, A. I. D; RIBEIRO, M. D. A. S. Acidente de trabalho com exposição biológica: perfil epidemiológico dos profissionais de enfermagem notificados em hospital de referência. Revista saúde. Universidade de Gruarulhos v. 11, n. 1, 2017. Disponivel em: http://revistas.ung.br/index.php/saude/article/view/3165/2278 Acesso em 24 abr 2022.

STAMM, L. V. Syphilis: Re-Emergence of an Old Foe. Microbial Cell, Graz, v. 3, n. 9, p. 363-370, 5 set. 2016. DOI:10.15698/mic2016.09.523. DOI: https://doi.org/10.15698/mic2016.09.523

SULTAN, B; BENN, P; WATERS, L. Perspectivas atuais na profilaxia pós-exposição ao HIV. HIV AIDS (Auckl) . 2014; 6: 147–158. Out 2014. Doi: 10.2147 / HIV.S46585

THOMAS, R et al. “Adherence to Post-Exposure Prophylaxis (PEP) and Incidence of HIV Seroconversion in a Major North American Cohort.” PloS one vol. 10,11 e0142534. 11 Nov. 2015, doi:10.1371/journal.pone.0142534 DOI: https://doi.org/10.1371/journal.pone.0142534

WEBSTER, R.; MICHIE, S.; ESTCOURT, C. et al. Increasing condom use in heterosexual men: development of a theory-based interactive digital intervention. Translational Behavioral Medicine, [S.l.], v. 6, n. 3, p. 418-427, 2016. https://doi. org/10.1007/s13142-015-0338-8 DOI: https://doi.org/10.1007/s13142-015-0338-8

WORKOWSKI, K. A.; BOLAN, G. Sexually Transmitted Diseases Treatment Guidelines. MMWR Recomm Rep., Atlanta, v. 64, 2015. Disponível em: <http://www.cdc.gov/std/tg2015/tg-2015-print.pdf>. Acesso em: 22 out. 2022.

Published

2024-06-04

How to Cite

Araújo, R. L. R., Pereira, A. R., Queiroz, A. G. B. C., & Basano, S. de A. (2024). AVALIAÇÃO EPIDEMIOLÓGICA DE PACIENTES QUE REALIZARAM PROFILAXIA PÓS-EXPOSIÇÃO (PEP) AO HIV NO SERVIÇO DE ATENDIMENTO ESPECIALIZADO (SAE) EM PORTO VELHO – RO. Revista Contemporânea, 4(6), e3998. https://doi.org/10.56083/RCV4N6-008

Issue

Section

Articles