DIAGNÓSTICO DE PNEUMONIA ATÍPICA E SEU TRATAMENTO CLÍNICO

Authors

  • Mariana Presot Elias
  • Charlize Dias Rocha
  • João Pedro Coelho Santos
  • Ana Luzia Coelho Lapa Ayrimoraes Soares
  • Luísa Rios de Souza
  • Gabriel Diéguez Perez Feltre Marçal
  • Maria Luiza Ferreira Cambrea
  • Mariana Moisés Maluf
  • Misael Esdras Gomes Silva
  • Henrique Tetsuya Libânio Kitaoka
  • Murilo Moura de Carvalho
  • Isaac Alves
  • Giovanna Milhomen Costa Ferreira

DOI:

https://doi.org/10.56083/RCV4N3-118

Keywords:

Pneumonia Atípica, Diagnóstico Clínico, Mycoplasma pneumoniae, Tratamento

Abstract

INTRODUÇÃO: Pneumonia atípica é uma categoria de infecção respiratória que frequentemente desafia a detecção e o tratamento devido à sua natureza peculiar de causar sintomas menos típicos e menos graves que outras formas de pneumonia. Objetivo: Analisar a eficácia das disposições disponíveis para o tratamento da pneumonia. Metodologia: O desenvolvimento da pesquisa seguiu sete etapas distintas: 1. Definição do tema proposto, com foco no diagnóstico e tratamento clínico da pneumonia atípica. 2. Formulação do problema de pesquisa utilizando a estratégia PICO: P (população) = pacientes com suspeita de pneumonia atípica; I (intervenção) = métodos de diagnóstico e tratamento; C (comparação) = não aplicável; O (desfecho) = eficácia do diagnóstico e tratamento clínico. 3. Elaboração da questão norteadora da pesquisa: "Quais são os métodos mais eficazes para o diagnóstico e tratamento clínico da pneumonia atípica?". 4. Seleção dos descritores e elaboração das estratégias de busca em bases de dados relevantes. 5. Definição dos critérios de inclusão e exclusão para a seleção dos estudos a serem analisados. 6. Realização da pesquisa em bases de dados pertinentes para identificar os estudos pertinentes. 7. Análise dos dados examinados para sintetizar as informações e oferecer uma visão abrangente sobre o diagnóstico e tratamento clínico dessa condição específica. Resultados e Discussão: O tratamento da pneumonia atípica tem uma duração média de 14 a 21 dias e geralmente pode ser realizado em casa com o uso de antibióticos prescritos por um pneumologista ou médico de emergência, como Eritromicina, Azitromicina ou Levofloxacino. Conclusão:  No contexto do tratamento, a abordagem personalizada e adaptada às necessidades individuais dos pacientes é fundamental. Isso inclui a seleção cuidadosa de antibióticos com base nos agentes infecciosos suspeitos, bem como o monitoramento regular da resposta ao tratamento. Estratégias de suporte, como terapia de oxigênio e reabilitação pulmonar, também desempenham um papel importante na recuperação dos pacientes com pneumonia atípica.

References

LOUZADA, Lorena Fiorot. Pneumonias atípicas em crianças. 2018.

McIntosh K. Community acquired pneumonia in children. N Engl J Med. 2002; 346:429-37 DOI: https://doi.org/10.1056/NEJMra011994

Pneumonia | 2023 | Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais. Disponível em: <https://www.saude.mg.gov.br/cib/page/1929-pneumonia-2023?layout=print#:~:text=Pneumonia%20at%C3%ADpica%3A%20Os%20pesquisadores%20geralmente>.

AUGUSTO, D.K. et al. Estudo comparativo entre pacientes idosos internados com diagnóstico clínico de pneumonia comunitária, com ou sem confirmação radiológica. Jornal Brasileiro de pneumologia. n.33, v.3, p.270-274, Abr./Nov. Belo Horizonte, 2007. DOI: https://doi.org/10.1590/S1806-37132007000300007

ANVISA. Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Manual de Microbiologia Clínica para o Controle de Infecção em Serviços de Saúde. Edição Comemorativa para o IX Congresso ISSN 2675-5025 - REVISTA RECIFAQUI, V. 3, N. 11, 2021 144 Brasileiro de Controle de Infecção e Epidemiologia Hospitalar Salvador, 30 de agosto a 3 de setembro de 2004. Editora Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Brasília, 2004.

OMS, ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE. Pneumonia. 2015. Disponível em <http://www.who.int/mediacentre/factsheets/fs331/es/>.

MIYASHITA, N. Atypical pneumonia: Pathophysiology, diagnosis, and treatment. Respir Investig. 60. 1; 56-67, 2022 DOI: https://doi.org/10.1016/j.resinv.2021.09.009

REIGOTA, Catarina Peliz et al. Um Caso de Pneumonia Atípica por COVID-19 Grave e Reação Cruzada com Coxiella burnetii. Acta Médica Portuguesa, v. 35, n. 12, p. 930-931, 2022. DOI: https://doi.org/10.20344/amp.18668

LAZAR, Carlos Alberto Emilio Leopoldo; ZÉCA, Paula Regina Zamuner. Pneumonia por psitacose. Revista da Faculdade de Ciências Médicas de Sorocaba, 2017.

AVEMÉDIO, Thaís Helena et al. Pneumonia grave-relato de caso. Confict, 2018.

AVEMÉDIO, Thaís Helena et al. Pneumonia grave-relato de caso. Confict, 2018.

Published

2024-03-15

How to Cite

Elias, M. P., Rocha, C. D., Santos, J. P. C., Soares, A. L. C. L. A., Souza, L. R. de, Marçal, G. D. P. F., Cambrea, M. L. F., Maluf, M. M., Silva, M. E. G., Kitaoka, H. T. L., Carvalho, M. M. de, Alves, I., & Ferreira, G. M. C. (2024). DIAGNÓSTICO DE PNEUMONIA ATÍPICA E SEU TRATAMENTO CLÍNICO. Revista Contemporânea, 4(3), e3656. https://doi.org/10.56083/RCV4N3-118

Issue

Section

Articles