A IMPORTÂNCIA DOS SERVIÇOS DE ACOLHIMENTO PSICOLÓGICO E SEU IMPACTO NO BEM-ESTAR DE MULHERES VÍTIMAS DE VIOLÊNCIA DOMÉSTICA

Authors

  • Lorena de Melo Vieira
  • Jéssica Cristina Hounsell Couto
  • Wollace Scantbelruy da Rocha

DOI:

https://doi.org/10.56083/RCV3N10-127

Keywords:

Violência Doméstica, Consequências, Acolhimento Psicológico, Saúde Mental

Abstract

Este artigo vem mostrar a importância do acolhimento psicológico para o bem-estar de mulheres vítimas de violência doméstica através de pesquisas bibliográficas para identificar os fatores da violência doméstica, a consequência na saúde mental e a importância do acolhimento psicológico para ser um meio de suporte para a saúde psicológica das mulheres gerando bem-estar em ambientes psicossociais. E trata-se de uma revisão sistemática da literatura realizada por meio da busca por publicações científicas indexadas nas bases de dados nas bases de dados Biblioteca Virtual com pesquisas em saúde mental em Google Acadêmico e Scielo. Verificou-se a saúde mental é um fator predominante para o ciclo da violência se repetir e que o acolhimento psicológico é uma determinante para promover a saúde mental das mulheres vítimas de violência doméstica.

References

Adames, B., Urnau Bonfíglio, S., & Paula Sesti Becker, A. (2018). Acolhimento psicológico para mulheres vítimas de violência conjugal. Revista Pesquisas E Práticas Psicossociais, 13(2), 1–12. Recuperado de http://seer.ufsj.edu.br/revista_ppp/article/view/2980.

Aguiar, G. A. de. (2018). O acolhimento psicológico como dispositivo de orientação às mulheres vítimas de violência: novas possibilidades para atuação do profissional de Psicologia. Revista Espaço Acadêmico, 18(207), 99-107. Recuperado de https://periodicos.uem.br/ojs/index.php/EspacoAcademico/article/view/41931

BRASIL. Lei n. 11.340, de 7 de agosto de 2006. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2004-2006/2006/Lei/L11340.htm

Brasil (2018). Instituto Maria da Penha - IMP. Os ciclos de violência doméstica. Disponível em https://www.institutomariadapenha.org.br/violencia-domestica/ciclo-da-violencia.html

CFP -Conselho Federal de Psicologia. Referencias Técnicas para atuação do psicólogo em programas de atenção a mulher em situação de violência. 2013. https://site.cfp.org.br/publicacao/referencias-tecnicas-para-atuacao-de-psicologas-os-em-programas-de-atencao-a-mulher-em-situacao-de-violencia/. (colocar na introdução)

CONTERATTO, Deisi; TOZI, Thalita A. Sanção. A atuação das equipes multidisciplinares no enfrentamento à violência doméstica e familiar contra as mulheres: da realidade das varas judiciais ao potencial de atuação diante do ciclo de violência. Capítulo 5, 2021. Acesso em: http://www.ipea.gov.br/portal/publicacoes.

CORREIA, C. M.; DINIZ, N. M. F.; GOMES, N. P.; ANDRADE, l. C. S. de; CAMPOS, L. M.; CARNEIRO, J. B. Sinais de risco para 0 suicídio em mulheres com história de violência doméstica. SMAD, Revista Eletrônica Saúde Mental Álcool e Drogas (Edição em português), [S. 1.], v. 14, n. 4, p. 219-225, 2018. DOI: 10.1 1606/issn.1806- 6976.smad.2018.151401. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/smad/article/ view/1 51401. Acesso em: 12 set. 2022.

DIAS, L. B.; PRATES, L. A.; CREMONESE, L. PERFIL, FATORES DE RISCO E PREVALÊNCIA DA VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER. SANARE - Revista de Políticas Públicas, [S. l.], v. 20, n. 1, 2021. DOI: 10.36925/sanare. v20i1.1555. Disponível em: https://sanare.emnuvens.com.br/sanare/article/view/1555. Acesso em: 4 set. 2023.

FUSQUINE, R. S.; DE SOUZA, Y. A.; CHAGAS, A. C. F. Conhecimentos e Condutas dos Profissionais de Saúde Sobre a Violência Contra a Mulher. Revista Psicologia e Saúde, [S. l.], v. 13, n. 1, p. 113–124, 2021. DOI: 10.20435/pssa. v13i1.1010. Disponível em: https://pssa.ucdb.br/pssa/article/view/1010. Acesso em: 23 set. 2023.

Macedo, C.S.; Almeida, A.T.P.A (2017). O Acolhimento de Mulheres Vítimas de Violência Doméstica. Id on Line Revista multidisciplinar e de psicologia, v. 10 n. 33 (2017): Supl. 1. Link de acesso: https://doi.org/10.14295/idonline.v10i33.609.

Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais [recurso eletrônico]: DSM-5 / [American Psychiatric Association ; tradução: Maria Inês Corrêa Nascimento et al.] 23; revisão técnica: Aristides Volpato Cordioli . . [et al.]. - 5. ed. - Dados eletrônicos. - Porto Alegre Artmed, 2014.

MEIRA, E. L. de. Os fatores que contribuem para os casos de reincidência da violência doméstica no Centro de Atendimento à Mulher (CAM) do município de Vilhena/RO. Movimentação, [S. l.], v. 7, n. 12, p. 93–105, 2020. DOI: 10.30612/mvt. v7i12.10567. Disponível em: https://ojs.ufgd.edu.br/index.php/movimentacao/article/view/10567. Acesso em: 4 set. 2023.

SILVA, A. M. B. da; BINI, M. C. N. Percepções sobre o plantão psicológico em uma Delegacia de Defesa da Mulher. Psicologia USP, [S. l.], v. 32, p. e200201, 2021. DOI: 10.1590/0103-6564e200201. Disponível em: https: //www.revistas.usp.br/psicousp/article/view/202652. Acesso em: 23 set. 2023.

SILVA, P. C. DE M.; ASSUMPÇÃO, A. A. Relação entre violência psicológica e depressão em mulheres: REVISÃO NARRATIVA. Pretextos - Revista da Graduação em Psicologia da PUC Minas, v. 3, n. 6, p. 102 - 1 15, 12 set. 2018.

SOUZA, Marjane Bernardy; SILVA, Maria Fernanda Silva da. Estratégias de enfrentamento de mulheres vítimas de violência doméstica: uma revisão da literatura brasileira. Pensando fam., Porto Alegre, v. 23, n. 1, p. 153 166, jun. 2019. Disponível em <http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1679-494X2019000100012&lng=pt&nrm=iso>. acessos em 24 set. 2023.

VIEIRA, L. J. E. DE S. et al. Fatores de risco para violência doméstica contra a mulher no contexto doméstico e coletivo. Saude e Sociedade, v.17, n.3, p. 113-125, jul 2008.

Zancan, N., & Habigzang, L. F. (2018). Regulação Emocional, Sintomas de Ansiedade e Depressão em Mulheres com Histórico de Violência Conjugal. Psico-usf, 23(2), 253–265. https://doi.org/10.1590/1413-82712018230206.

Published

2023-10-24

How to Cite

Vieira, L. de M., Couto, J. C. H., & da Rocha, W. S. (2023). A IMPORTÂNCIA DOS SERVIÇOS DE ACOLHIMENTO PSICOLÓGICO E SEU IMPACTO NO BEM-ESTAR DE MULHERES VÍTIMAS DE VIOLÊNCIA DOMÉSTICA. Revista Contemporânea, 3(10), 18988–19004. https://doi.org/10.56083/RCV3N10-127

Issue

Section

Articles