JOGOS DIGITAIS: AÇÕES IMPLEMENTADAS NUMA INSTITUIÇÃO EDUCACIONAL FEDERAL PARA FORMAÇÃO DE PESSOAL QUALIFICADO

Authors

  • André Luiz Leite Ferreira
  • Marcelo Santana Silva
  • Núbia Moura Ribeiro
  • Eron Passos Andrade

DOI:

https://doi.org/10.56083/RCV3N10-090

Keywords:

Jogos Digitais, Políticas Públicas, Formação de Pessoal Qualificado

Abstract

O desenvolvimento de Jogos Digitais destaca-se como um setor da economia com grande potencial de crescimento e criação de empregos com maior valorização profissional. O Brasil tem investido no setor e buscado a criação de políticas públicas que o viabilizem. O objetivo do presente artigo é analisar que medidas o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia (IFBA) adotou em relação à formação de pessoal qualificado para o desenvolvimento de jogos digitais, à luz das propostas de políticas públicas -divulgadas no último censo do setor, em 2018. A metodologia é exploratória, de enfoque predominantemente qualitativo, realizando busca e seleção de documentos de políticas públicas e Projetos Pedagógicos de Curso do IFBA. Os resultados indicam que um dos obstáculos a ser superado nesse segmento está associado à capacitação de recursos humanos próprios. Constatou-se que uma pequena, mas significativa contribuição tem sido dada pelo IFBA na oferta de cursos na área, formando pessoal qualificado.

References

BRASIL. Constituição (1988). Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília, DF: Senado Federal: Centro Gráfico, 1988.

______. Lei no 11.892, de 29 de dezembro de 2008. Institui a Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica, cria os Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia, e dá outras providências. Diário Oficial [da República Federativa do Brasil], Brasília, DF, v. 145, n. 253, 30 dez. 2008. Seção I, p. 1-3.

______. Lei no 13.243, de 11 de janeiro de 2016. Dispõe sobre estímulos ao desenvolvimento científico, à pesquisa, à capacitação científica e tecnológica e à inovação e altera a Lei no 10.973, de 2 de dezembro de 2004, a Lei no 6.815, de 19 de agosto de 1980, a Lei no 8.666, de 21 de junho de 1993, a Lei no 12.462, de 4 de agosto de 2011, a Lei no 8.745, de 9 de dezembro de 1993, a Lei no 8.958, de 20 de dezembro de 1994, a Lei no 8.010, de 29 de março de 1990, a Lei no 8.032, de 12 de abril de 1990, e a Lei no 12.772, de 28 de dezembro de 2012, nos termos da Emenda Constitucional nº 85, de 26 de fevereiro de 2015. Diário Oficial [da República Federativa do Brasil], Brasília, DF, v. 153, n. 7, 11 jan. 2016. Seção I, p. 1-5.

BRAZILIAN GAME WEEK: a semana do jogo eletrônico brasileiro. Feiras do Brasil, 2021. Disponível em: <http://www.feirasdobrasil.com.br/revista.asp?area=noticias&codigo=67615> Acesso em: 23 set. 2021.

FLEURY, A.; NAKANO, D.; CORDEIRO, J. H. D. O. Mapeamento da indústria brasileira e global de jogos digitais. Edição Digital. São Paulo: Pesquisa do GEDIGames, NPGT, Escola Politécnica, USP, para o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social- BNDES, 2014. Disponível em: <https://censojogosdigitais.com.br/wp-content/uploads/2020/03/MAPEAMENTO-DA-IND%C3%9ASTRIA-II-CENSO.pdf>. Acesso em: 05 nov. 2021.

FLEURY, A; NAKANO, D; SAKUDA, L. O. Proposição de políticas públicas direcionadas à indústria brasileira de jogos digitais. Edição Digital. São Paulo: Pesquisa do GEDIGames, NPGT, Escola Politécnica, USP, para o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social- BNDES, 2014. Disponível em:<http://www.bndes.gov.br/SiteBNDES/export/sites/default/bndes_pt/Galerias/Arquivos/produtos/download/aep_fep/chamada_publica_FEP0211_proposicao_de_politicas_publicas.pdf>. Acesso em: 09 nov. 2021.

FLORIDA, R. The rise of the creative class: Revisited. Nova York: Basic Books, 2012.

GIL, A. C. Métodos e técnicas de pesquisa social. São Paulo: Atlas, 2008.

HUIZINGA, J. Homo Ludens: o jogo como elemento da cultura. 5. ed. [S.l.]: Perspectiva, 2003. p. 256.

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA BAHIA (IFBA). Projeto Final do Curso de Formação Inicial e Continuada (FIC) de Desenvolvedor de Jogos Digitais para Dispositivos Móveis. Salvador, BA, 2021. Disponível em: <https://portal.ifba.edu.br/salvador/documentos/extensao/editais/Edital_11.2021_Jogos_Digitais_retificadoem22.06.21.pdf>. Acesso em: 11 dez. 2021.

______. Projeto de Implantação do Curso Superior de Tecnologia em Jogos Digitais a Distância. Lauro de Freitas, BA, 2018. Disponível em: <https://portal.ifba.edu.br/ead/cursos/piv_jogos_ead2.pdf>. Acesso em: 11 dez. 2021.

______. Regulamento do Trabalho de Conclusão de Curso de Especialização em Desenvolvimento de Aplicações e Games para Dispositivos Móveis. Salvador, BA, 2019a. Disponível em: <https://portal.ifba.edu.br/edagdm/imagens-e-arquivos/atividades-complementares.pdf>. Acesso em: 11 dez. 2021.

______. Regulamento do Trabalho de Conclusão de Curso Superior de Tecnologia em Jogos Digitais. Lauro de Freitas, BA, 2018. Disponível em: <https://portal.ifba.edu.br/lauro-de-freitas/menu-cursos/superior/tec-jogos-digitais/Regulamento_Trabalho_de_Conclusao_de_Curso.pdf>. Acesso em: 11 dez. 2021.

______. Resolução n. 25, de 20 de dezembro de 2019. Aprovar o Regimento Interno do Polo Inovação Salvador, nos termos em anexo. Salvador, BA, 2019b. Disponível em: <https://portal.ifba.edu.br/polodeinovacaosalvador/institucional/doc/Regimento_PIS_com_Resolucao_de_Aprovacao.pdf>. Acesso em: 15 fev. 2022.

KUBOTA, L. C.; SOUSA, R. A. F. Tecnologias da Informação e Comunicação: Competição, Políticas e Tendências. In: KUBOTA, L. C.; SOUSA, R. A. F.; ALMEIDA, M. W.; DENEGRI, F. Tecnologias da Informação e Comunicação: Competição, Políticas e Tendências. Brasília: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada, 2012. cap 1, p. 9-19. Disponível em: https://www.researchgate.net/profile/Luis-Kubota/publication/277718477_Tecnologias_da_Informacao_e_Comunicacao_competicao_politicas_e_tendencias/links/5571ca8508aeacff1ff9166c/Tecnologias-da-Informacao-e-Comunicacao-competicao-politicas-e-tendencias.pdf#page=10. Acesso em: 13 abr. 2022.

OCDE. Digital Broadband Content: The online computer and video game industry. Paris: OECD Publishing. Disponível em: < https://doi.org/10.1787/9789264065888-en >. Acesso em: 09 nov. 2021. DOI: https://doi.org/10.1787/9789264065888-en

PESQUISA GAME BRASIL 2020. Disponível em: <https://www.pesquisagamebrasil.com.br/pt/>. Acesso em: 05 nov. 2021.

SAKUDA. L. O.; FORTIM, I. (Org.). 2º Censo da Indústria Brasileira de Jogos Digitais. Ministério da Cultura: Brasília, 2018. Disponível em: <http://www.sedetur.al.gov.br/servicos-internos/observatorio-da-economia-criativa-e-do-turismo/publicacoes-de-instituicoes-parceiras/censo-da-industria-brasileira-de-jogos-digitais/send/62-censo-da-industria/136-2-censo-da-industria-brasileira-de-jogos-digitais>. Acesso em: 20 out. 2021.

VON NEUMANN, J. MORGENSTEM, O. Theory of Games and Economic Behavior, Princeton University Press, 1944. Disponível em: <https://www.google.com/url?sa=t&rct=j&q=&esrc=s&source=web&cd=&ved=2ahUKEwj_p_eR7ZfzAhUmHrkGHZdKBagQFnoECAQQAQ&url=http%3A%2F%2Fjmvidal.cse.sc.edu%2Flibrary%2Fneumann44a.pdf&usg=AOvVaw3x2uLgBz5PtVpjdXuhfSD5>. Acesso em: 24 set. 2021.

Published

2023-10-19

How to Cite

Ferreira, A. L. L., Silva, M. S., Ribeiro, N. M., & Andrade, E. P. (2023). JOGOS DIGITAIS: AÇÕES IMPLEMENTADAS NUMA INSTITUIÇÃO EDUCACIONAL FEDERAL PARA FORMAÇÃO DE PESSOAL QUALIFICADO. Revista Contemporânea, 3(10), 18319–18337. https://doi.org/10.56083/RCV3N10-090

Issue

Section

Articles