ÁCIDO GIBERÉLICO NA GERMINAÇÃO E CRESCIMENTO DE PLÂNTULAS DA PALMEIRA JUSSARA (Euterpe edulis)

Authors

  • Antônio Resende Fernandes
  • Marcus Vinicius Sandoval Paixão
  • Carlos Silvério Faustino de Sousa
  • Marcus Vinicius Sossai Berger
  • João Marcos Margon
  • Graciela Marquadt

DOI:

https://doi.org/10.56083/RCV3N10-078

Keywords:

Giberelina, Tratamento, Palmito, Semente

Abstract

A palmeira jussara aparece como uma opção na produção de palmito para o comercio, agregando renda para o agricultor. Conhecer as condições ideais da germinação da semente e desenvolvimento da muda, torna-se importante para os agricultores que desenvolvem esta cultura. Objetivou-se avaliar a eficiência da giberelina (GA3) como tratamentos pré germinativos da germinação e desenvolvimento inicial de plântulas da palmeira Jussara. O experimento foi conduzido no laboratório de propagação de plantas do IFES Campus Santa Teresa. A sementes foram despolpadas e submetidas aos tratamentos: imersão por 30 minutos em água 25°C; e em giberelina nas dosagens de 1000 mg.L-1, 2000 mg.L-1, 3000 mg.L-1 e 4000 mg.L-1. Trinta dias após início da germinação foram avaliados a germinação, índice de velocidade de germinação e tempo médio de germinação. Sessenta dias após germinação da primeira semente, foi avaliado: comprimento da raiz, altura da planta, massa verde e seca das folhas, massa verde e seca da raiz, selecionando dez plantas por tratamento, por repetição. Os tratamentos com giberelina apresentaram eficiência no aumento da germinação e desenvolvimento inicial das plântulas de palmeira jussara, sendo que a dosagem de 1000 mg.L-1 pode ser indicado para a espécie.

References

BRAUN, H.; LOPES, J.C.; SOUZA, L.T.; SCHMILDT, E.R.; CAVATTE, R.P.Q. E CAVATTE, P.C. Germinação in vitro de sementes de beterrabas tratadas com ácido giberélico em diferentes concentrações de sacarose no meio de cultura. Semina: Ciências Agrárias, v.31, n.3, p.539-546. 2010. DOI: https://doi.org/10.5433/1679-0359.2010v31n3p539

GUEDES, R. S.; ALVES, E. U.; MOURA, S. S. S.; COSTA, E. G.; MELO, P. A. F. R. Tratamentos para superar dormência de sementes de Cassia fistula L. Revista Biotemas, v.26, n.4, p.11-22. 2013. DOI: https://doi.org/10.5007/2175-7925.2013v26n4p11

IBF. Instituto Brasileriro Florestal. Espécies nativas brasileira: palmito jussara. 2018. Disponível em: www.ibflorestas.org.br/lista-de-especies-nativas/468.html. Acesso em 17/03/2023.

LAVAGNINI, C. G.; DI CARNE, C. A. V.; CORREA, F.; HENRIQUE, F.; TOKUMO, L. E.; SILVA, M. H.; SANTOS, P. C. S. Fisiologia Vegetal – Hormônio Giberelina. Revista Científica Eletrônica de Agronomia, FAEF, v.25, n.1, p.48-52. 2014.

MARCOS FILHO, J. Fisiologia de sementes de plantas cultivadas, 2 ed., Londrina: ABRATES. 2015. 660p.

OLIVEIRA, M.C.; FERREIRA, G.; GUIMARÃES, V.F.; DIAS, G.B. Germinação de sementes de atemoia (annona cherimola Mill. x a. squamosa L.) cv “gefner” submetidas a tratamentos com ácido giberélico (GA3) e ethephon. Revista Brasileira de Fruticultura, v.32, n.2, p.544-554. 2010. DOI: https://doi.org/10.1590/S0100-29452010005000062

ORTELAN, A. P.; PAIXÃO, M. V. S.; NETO, B. C.; LORIATO, A. C.; DONADIA, G. F. Ácido giberélico na emergência de plântulas de caramboleira. XXVI Congresso Brasileiro de Fruticultura, Juazeiro, Bahia, Anais..., 2019.

PAIXÃO, M.V.S.; LIMA, M.G. B. DE; BOZETTI, M.; FARIA JUNIOR, H. P. DE; PAIXÃO, P.P. Superação de dormência das sementes e desenvolvimento de plântulas de acácia amarela (Cassia ferruginea (Schrad) Schrad ex DC). Pesquisa agropecuária gaúcha, v.23, n.1/2, p.22-30. 2017. DOI: https://doi.org/10.36812/pag.2017231/222-30

PAIXÃO, M. V. S.; MÔNICO, A. F.; HOFAY, A. C. N.; CORREA. A. C.; SCHMILDT, E. R. Ácido giberélico na germinação de sementes de mamão. VII Simpósio do Papaya Brasileiro (Papaya Brasil), Anais..., Vitória, ES., 2018.

PAIXÃO, M.V.S. Propagação de plantas. 3.ed. Santa Teresa: Ifes, 2023. 230p.

PAIXÃO, M. V. S.; GROBÉRIO, R. B. C.; FARIA JUNIOR, H. P.; MEIRELES, R. C.; FERNANDES, A. R.; SOUSA, G. B. Ácido giberélico na emergência e desenvolvimento de plântulas de cerejeira. Brazilian Journal of Development. v.6, n.11, p.91432-91441, 2020. DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n11-524

PASSOS, I. R. S.; MATOS, G. V. C.; MELETTI, L. M. M.; SCOTT, M. D. S.; BERNACCI, L. C.; VIEIRA, M. A. R. Utilização do ácido giberélico para a quebra de dormência de sementes de Passiflora nitida Kunth germinadas in vitro. Revista Brasileira de Fruticultura, v.26, n.2, p.380-381. 2004. DOI: https://doi.org/10.1590/S0100-29452004000200051

PEIXOTO, C.P.; SALES, F.J.S.; VIEIRA, E.L.; PASSOS, A.R. E SANTOS, J.M.S. Ação da giberelina em sementes pré-embebidas de mamoneira. Comunicata Scientiae, v.2, n.2, p.70-75. 2011.

PETRI, J. L.; HAWERROTH, F. J.; LEITE. G. B.; SEZERINO, A. A.; COUTO, M. Reguladores de crescimento para frutíferas de clima temperado. Florianópolis: Epagri, 2016.

SILVA, A.B.; LANDGRAF, P.R.C. E MACHADO, G.W.O. Germinação de sementes de braquiária sob diferentes concentrações de giberelina. Semina: Ciências Agrárias, v.34, n.2, p.657-662. 2013. DOI: https://doi.org/10.5433/1679-0359.2013v34n2p657

SILVA, L. L.; LIMA-PRIMO, H. E.; SMIDERLE, O. J.; CHAGAS, E. A.; SOUZA, A. G. Escarificação de sementes para desenvolvimento em plântulas de açaizeiro. Revista Agro@mbiente On-line, v.9, n.1, p.72-78. 2015. DOI: https://doi.org/10.5327/Z1982-8470201500011909

TAIZ, L.; ZEIGER, E.; MOLLER, I. M.; MURPHY, A. Fisiologia e desenvolvimento vegetal. 6. ed. Porto Alegre: Artmed, 2017. 888 p.

WAGNER JÚNIOR, A.; SANTOS, C. E. M.; SILVA, J. O. C.; PIMENTEL, L. D.; BRUCKNER, C. H. Influência do substrato e do ácido giberélico no desenvolvimento inicial do pessegueiro progênie 290. Revista Brasileira de Agrociência, v.18, p.11-20. 2012.

Published

2023-10-18

How to Cite

Fernandes, A. R., Paixão, M. V. S., de Sousa, C. S. F., Berger, M. V. S., Margon, J. M., & Marquadt, G. (2023). ÁCIDO GIBERÉLICO NA GERMINAÇÃO E CRESCIMENTO DE PLÂNTULAS DA PALMEIRA JUSSARA (Euterpe edulis). Revista Contemporânea, 3(10), 18089–18102. https://doi.org/10.56083/RCV3N10-078

Issue

Section

Articles