O PAPEL DOS MEMBROS DA FAMÍLIA NA REABILITAÇÃO DE DEPENDENTES QUÍMICOS

Authors

  • Luciana Silva Souza
  • Arielly Souza dos Santos
  • Júlio César Pinto de Souza

DOI:

https://doi.org/10.56083/RCV3N10-050

Keywords:

Dependência Química, Família, Recuperação, Reabilitação

Abstract

Este artigo investiga o papel dos membros familiares na reabilitação de indivíduos afetados pela dependência química. A dependência química, caracterizada pelo consumo compulsivo e descontrolado de substâncias psicoativas, tem impactos na saúde física, mental e social. O estudo aborda a relevância dessa questão, considerando-a uma condição crônica e recorrente que afeta dependentes e dinâmicas familiares. O objetivo principal da pesquisa é compreender a influência da família na reabilitação de dependentes químicos, investigando dinâmicas de tratamento e recuperação. Objetivos específicos incluem análise de barreiras na adesão ao tratamento, avaliação do ambiente familiar como motivador e desenvolvimento de recomendações práticas para integrar membros familiares nos protocolos de tratamento. A pesquisa justifica-se pela necessidade de reconhecer o papel da família no processo de reabilitação, frequentemente subestimado, mas vital para o sucesso da recuperação. A complexidade da dependência química afeta dinâmicas familiares, ressaltando a importância da compreensão científica dessa interação. A pesquisa utiliza revisão sistemática da literatura, buscando estudos relevantes em bases de dados como Scielo, Periódicos CAPES e BVS Saúde, em títulos, resumos e palavras-chave, visando identificar estudos pertinentes publicados nos últimos cinco anos. O estudo contribui para entender implicações psicossociais da relação entre dependência química e família, informando práticas de tratamento mais eficazes, considerando influência dos membros familiares no processo de reabilitação.

References

ABREU, Carolina de Camargo; MALVASI, Paulo Artur. Aspectos transculturais, sociais e ritualísticos da dependência química. Diehl A, Cordeiro DC, Laranjeira R, organizadores. Dependência Química: Prevenção, Tratamento e Políticas Públicas. Porto Alegre: Artmed, p. 67-80, 2011.

ALVES VASQUES, Nayara; VASCONCELOS BERNARDINO, Adriana. O uso de substâncias psicoativas e a família: um estudo sobre a escuta e a inserção familiar em um Centro de Atenção Psicossocial (CAPS-AD). Revista Mosaico, v. 10, n. 2, p. 17–25, 2019. DOI: https://doi.org/10.21727/rm.v10i2.1935

BAGLEY, Sarah M.; VENTURA, Alicia S.; LASSER, Karen E.; et al. Engaging the Family in the Care of Young Adults With Substance Use Disorders. Pediatrics, v. 147, n. Supplement 2, p. S215–S219, 2021. DOI: https://doi.org/10.1542/peds.2020-023523C

BERNARDY, Catia Campaner Ferrari; DE OLIVEIRA, Magda Lúcia Félix; BELLINI, Luzia Marta. Jovens infratores e a convivência com drogas no ambiente familiar. Rev Rene, v. 12, n. 3, p. 20, 2011. DOI: https://doi.org/10.15253/2175-6783.20110003000020

CLEVERLEY, Kristin; GRENVILLE, Meaghan; HENDERSON, Joanna. Youths Perceived Parental Influence on Substance Use Changes and Motivation to Seek Treatment. The Journal of Behavioral Health Services & Research, v. 45, n. 4, p. 640–650, 2018. DOI: https://doi.org/10.1007/s11414-018-9590-2

DOPP, Alex R.; MANUEL, Jennifer K.; BRESLAU, Joshua; et al. Value of family involvement in substance use disorder treatment: Aligning clinical and financing priorities. Journal of Substance Abuse Treatment, v. 132, p. 108652, 2022. DOI: https://doi.org/10.1016/j.jsat.2021.108652

FILGES, Trine; ANDERSEN, Ditte; JØRGENSEN, Anne-Marie Klint. Effects of Multidimensional Family Therapy (MDFT) on Nonopioid Drug Abuse: A Systematic Review and Meta-Analysis. Research on Social Work Practice, v. 28, n. 1, p. 68–83, 2018. DOI: https://doi.org/10.1177/1049731515608241

GONÇALVES, Jurema Ribeiro Luiz; CANASSA, Lívia Wazir; CRUZ, Lilian Cristina Da; et al. Adesão ao tratamento. SMAD Revista Eletrônica Saúde Mental Álcool e Drogas (Edição em Português), v. 15, n. 1, p. 57–63, 2019. DOI: https://doi.org/10.11606/issn.1806-6976.smad.2019.000415

HOGUE, Aaron; BECKER, Sara J.; WENZEL, Kevin; et al. Family involvement in treatment and recovery for substance use disorders among transition-age youth: Research bedrocks and opportunities. Journal of Substance Abuse Treatment, v. 129, p. 108402, 2021. DOI: https://doi.org/10.1016/j.jsat.2021.108402

MCCRADY, Barbara S.; WILSON, Adam; FINK, Brandi; et al. A consumer’s eye view of family-involved alcohol treatment. Alcoholism Treatment Quarterly, v. 37, n. 1, p. 43–59, 2019. DOI: https://doi.org/10.1080/07347324.2018.1482245

NUNES, L. & JÓLLUSKIN, G. Drogas e comportamentos de adição: um manual para estudantes e profissionais de saúde. Porto: Edições Universidade Fernando Pessoa. 2007.

Organização Mundial de Saúde (OMS). Classificação Internacional de Doenças (CID-10). Geneva, Switzerland: 2022.

PILEVARI, Azam; ZAHEDI ASL, Mohamad. The effects of drug addiction treatment methods on families’ behaviors: The Congress 60 treatment method. Journal of Substance Abuse Treatment, v. 131, p. 108564, 2021. DOI: https://doi.org/10.1016/j.jsat.2021.108564

RIFIANA, Andi Julia; AFRIZAL, Afrizal; MACHMUD, Rizanda; et al. Family Involvement-based Model in Rehabilitation Program of Substance Abuse and Its Effectiveness in Indonesia: An Action Research Design. 2022.

STANTON, M. Duncan; SHADISH, William R. Outcome, attrition, and family–couples treatment for drug abuse: A meta-analysis and review of the controlled, comparative studies. Psychological bulletin, v. 122, n. 2, p. 170, 1997. DOI: https://doi.org/10.1037/0033-2909.122.2.170

TAMBLING, Rachel R.; RUSSELL, Beth; D’ANIELLO, Carissa. Where is the Family in Young Adult Substance Use Treatment? The Case for Systemic Family Therapy for Young Adults with Substance Use Disorders. International Journal of Mental Health and Addiction, v. 20, n. 3, p. 1659–1670, 2022. DOI: https://doi.org/10.1007/s11469-020-00471-1

Ulaş, E., & Ekşi, H. (2019). Inclusion of Family Therapy in Rehabilitation Program of Substance Abuse and Its Efficacious Implementation. The Family Journal, 27(4), 443–451. doi:10.1177/1066480719871968 DOI: https://doi.org/10.1177/1066480719871968

WONG, Jessie J.; CUCCIARE, Michael A.; BOOTH, Brenda M.; et al. Predicting Substance Use Patterns Among Rural Adults: The Roles of Mothers, Fathers, and Parenthood. Family Process, v. 58, n. 2, p. 431–445, 2019. DOI: https://doi.org/10.1111/famp.12362

ZANELATTO, Neide A.; LARANJEIRA, Ronaldo. O tratamento da dependência química e as terapias cognitivo-comportamentais: um guia para terapeutas. Artmed Editora, 2018.

ZERBETTO, Sonia Regina; RUIZ, Bianca Oliveira; GALERA, Sueli Aparecida Frari; et al. As relações familiares com adolescentes usuários de substâncias psicoativas: percepção dos pais. Revista Eletrônica de Enfermagem, v. 20, 2018. Disponível em: <https://www.revistas.ufg.br/fen/article/view/46353>. Acesso em: 22 ago. 2023. DOI: https://doi.org/10.5216/ree.v20.46353

Published

2023-10-09

How to Cite

Souza, L. S., dos Santos, A. S., & de Souza, J. C. P. (2023). O PAPEL DOS MEMBROS DA FAMÍLIA NA REABILITAÇÃO DE DEPENDENTES QUÍMICOS. Revista Contemporânea, 3(10), 17554–17584. https://doi.org/10.56083/RCV3N10-050

Issue

Section

Articles