ESTADO, POLÍTICAS PÚBLICAS E FORMAÇÃO DE PROFESSORES

Authors

  • Francisco da Silva Paiva
  • Josielta Alves dos Santos
  • Giordania Tavares Costa Ribeiro
  • Helis Augusto Oliveira da Silva
  • Lucas Pereira Paiva
  • Soraia Viegas Silva

DOI:

https://doi.org/10.56083/RCV3N10-013

Keywords:

Estado, Formação de Professores, Políticas Públicas, PARFOR

Abstract

Neste artigo discute-se a Estado, políticas públicas e formação de professores, tendo como referência autores como: Esping-Andersen (1995), Salvador (2010), Draibe (1989) Saviani (2012), dentre outros. O objetivo central é analisar as transformações que o Estado brasileiro passou na segunda metade do século XX, como essas transformações impactaram na formulação das políticas públicas, com enfoque nas políticas educacionais e de formação de professores que culminaram com a criação do PARFOR em 2009. A pesquisa identificou que houve uma ampla adesão das instituições públicas de ensino superior: universidade, faculdades e institutos federais colaborando de forma mais intensa a partir criação do PARFOR. A metodologia do presente trabalho baseou-se em pesquisa bibliográfica. O estudo identificou que é necessário ampliar a oferta de vagas para qualificação de professores, pois as iniciativas em curso têm se mostrado pouco eficientes na resolução do problema.

References

BRASIL, Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Lei nº. 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 23 de dezembro de 1996. Disponível em: < http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9394.htm.>. Acesso em 08 de janeiro 2015.

BRASIL. Constituição Federal. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Constituicao/Constituicao.htm. Acesso em 09 de julho de 2016.

BRASIL, Portaria Normativa n°. 09, de 30 de junho de 2009: institui o Plano Nacional de Formação dos Professores da Educação Básica. Diário Oficial da União, Brasília, DF, de 1 de julho de 2009, n°. 123, Seção 1.

CAPES. Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Relatório de Gestão 2009-2013. Disponível em: https://www.capes.gov.br/images/stories/download/bolsas/1892014-relatorio-PARFOR.pdf. Acessado em 09 de julho de 2015.

DRAIBE, S. As políticas sociais brasileiras: diagnósticos e perspectivas para a década de 90. In. IPEA, Brasília: IPEA, 1990.

INEP, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. Portal Inep. Disponível em: http://portal.inep.gov.br/web/censo-da-educacao-superior/resumos-tecnicos. Acesso em 3 de fevereiro de 2015.

INEP. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais. Censo do professor 1997: perfil dos docentes de Educação Básica. Brasília: 1999. Disponível em: http://www.dominiopublico.gov.br/download/texto/me0000286.pdf. Acesso em 30 de março de 2016.

NETA, A.R.S. POLÍTICAS E PROGRAMAS DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES: um olhar do programa de formação de professores para a educação básica do plano de ações articuladas – profebpar/ufma. Disponível em: http://www.xiijornadahistedbr.com.br/anais/artigos/.pdf. Acesso em 10 de fev/2015.

SALVADOR, E. Fundo público e seguridade social no Brasil. São Paulo, Cortez, 2010.

SAVIANI, D. SISTEMA DE EDUCAÇÃO: SUBSÍDIOS PARA A CONFERÊNCIA NACIONAL DE EDUCAÇÃO. Disponível em: http://conae.mec.gov.br/images/stories/pdf/conae_dermevalsaviani.pdf. Acesso em 01 de julho de 2016.

SAVIANI, D. Estruturalismo e educação brasileira. In: SAVIANI, D., Educação: do senso comum à consciência filosófica. Campinas, Autores Associados, 2012, pp. 143-156.

SPING-ANDERSEN, G. O futuro do Welfare state na nova ordem mundial. IN: Lua nova, n. 35. São Paulo: CEDEC, 1995. Pp. 83-112. DOI: https://doi.org/10.1590/S0102-64451995000100004

Published

2023-10-03

How to Cite

Paiva, F. da S., dos Santos, J. A., Ribeiro, G. T. C., da Silva, H. A. O., Paiva, L. P., & Silva, S. V. (2023). ESTADO, POLÍTICAS PÚBLICAS E FORMAÇÃO DE PROFESSORES. Revista Contemporânea, 3(10), 16807–16821. https://doi.org/10.56083/RCV3N10-013

Issue

Section

Articles