A MÚSICA "ESTUDO ERRADO" DE GABRIEL PENSADOR: UMA CRÍTICA À SITUAÇÃO ESCOLAR E ÀS POLÍTICAS PÚBLICAS DE EDUCAÇÃO NO BRASIL

Authors

  • Elizabeth Maria Rodrigues Norbiato

DOI:

https://doi.org/10.56083/RCV3N10-047

Keywords:

Práticas Educacionais, Educação Contextualizada, Motivação dos Alunos

Abstract

Este trabalho tem como objetivo analisar a importância de repensar as práticas educacionais, considerando a relevância de uma educação contextualizada e significativa para os estudantes. Para isso, foram estabelecidos um objetivo geral e três objetivos específicos. O objetivo geral deste trabalho é investigar como as práticas educacionais podem ser repensadas para promover uma educação mais significativa e contextualizada. A partir desse objetivo geral, três objetivos específicos são delineados: Analisar a falta de motivação e interesse dos alunos nas práticas educacionais atuais; Identificar a desconexão existente entre o conteúdo escolar e a realidade dos jovens e discutir a importância de uma educação contextualizada e significativa na formação dos estudantes. A justificativa para a realização deste estudo reside na necessidade de reflexão sobre as práticas educacionais atuais, que muitas vezes se mostram desatualizadas e pouco envolventes para os estudantes. Além disso, busca-se evidenciar a importância de uma educação que estabeleça conexões entre o conteúdo escolar e a realidade dos jovens, tornando o aprendizado mais significativo e relevante. Ao repensar as práticas educacionais, é possível proporcionar uma formação mais completa, preparando os estudantes para enfrentar os desafios do mundo contemporâneo e contribuindo para uma sociedade mais crítica, criativa e preparada. Conclui-se, portanto, que repensar as práticas educacionais, visando uma educação contextualizada e significativa, é essencial para despertar o interesse e a motivação dos alunos, promovendo uma formação mais abrangente e alinhada às demandas da atualidade.

References

BRANDÃO, C. R. A educação como cultura. Campinas: Mercado das Letras, 2002.

CAMARGO, Carmen Aparecida Cardoso Maia. A importância da motivação no processo ensino-aprendizagem. Revista Themav.16n.3.2019 DOI: https://doi.org/10.15536/thema.V16.2019.598-606.1284

CHARRET, Heloize da Cunha; FERREIRA, Marcia Serra. Deslocamento de sentidos no contexto da reforma do Ensino Médio: anotações sobre a flexibilidade curricular e o conhecimento no âmbito do currículo. Revista Educação e Cultura Contemporânea, v. 19, n. 57, p. 196-216, 2022

CHIZZOTTI, Antonio. As finalidades dos sistemas de educação brasileiros. Revista Educação em Questão, v. 58, n. 55, 2020. DOI: https://doi.org/10.21680/1981-1802.2020v58n55ID19288

FREITAS, Luiz Carlos. Crítica da organização do trabalho pedagógico e da didática. 5. ed. Campinas, SP: Papirus, 1995.

FROTA, Joseany da Silva et al. A motivação e desmotivação no processo de aprendizagem do Ensino de Física. Braz. J. of Develop., Curitiba, v.6, n.8, p. 62802-62816aug.2020. DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n8-640

FURTADO, Renan Santos; SILVA, Vergas Vitória Andrade da. A reforma em curso no ensino médio brasileiro e a naturalização das desigualdades escolares e sociais. Revista e-Curriculum, v. 18, n. 1, p. 158-179, 2020.Disponível: http://educa.fcc.org.br/pdf/curriculum/v18n1/1809-3876-curriculum-18-01-158.pdf DOI: https://doi.org/10.23925/1809-3876.2020v18i1p158-179

GARCIA, R. A. G. A Didática Magna: uma obra precursora da pedagogia moderna? In: Revista HISTEDBR On-line, n 60, 2014 DOI: https://doi.org/10.20396/rho.v14i60.8640563

GIOVEDI, Valter Martins; SILVA, Itamar Mendes. Paulo Freire versus BNCC: perspectivas antagônicas de currículo. Revista Educação e Cultura Contemporânea, v. 18, n. 55, p. 293-316, 2021. DOI: https://doi.org/10.5935/2238-1279.20210099

HAGE, S. M. Movimentos sociais do campo e a afirmação do direito à educação: pautando o debate sobre as escolas multisseriadas na Amazônia paraense. Brasília, R. Bras. Est. pedag., v. 87, n. 217, p. 302-312, 2006. DOI: https://doi.org/10.24109/2176-6681.rbep.87i217.805

HOOKS, B. Ensinando a transgredir: a educação como prática da liberdade, São Paulo: Martins Fontes, 2013

MOREIRA, Jani Alves da Silva; LARA, Angela Mara de Barros. Políticas públicas para a educação infantil no Brasil (1990-2001). Maringá: Eduem, 2012. DOI: https://doi.org/10.7476/9788576285854

MOREIRA, A. F.; SILVA, T. T. (orgs.). Currículo, cultura e sociedade. São Paulo: Cortez, 1994.

PEREIRA, M. C. Educação e didática em Comenius. In: Revista de Formación e Innovación Educativa Universitaria. V. 9 n.2., 2016

RAVEZ, Claire. Regards sur la citoyenneté à l’école. Dossier de la veille de l’IFÉ,n.125, juin. Lyon: ENS de Lyon, 2018. Disponível em: http://veille-et-analyses.ens-lyon.fr/DA/detailsDossier.php?parent=accueil&dossier=125&lang=fr. Acesso em: 2 set.2019.

SAVIANI, Dermeval. Educação: do senso comum à consciência filosófica. 13. ed. Campinas: Autores Associados, 2000.

SILVA, M. A.; CUNHA, C. (Org.). Educação básica: políticas, avanços e pendências. Campinas: Autores Associados, 2014

SUÁREZ SILVA, J.; FORTES BRAIDANTE, M. Aprendizagem significativa: concepções na formação inicial de professores de Ciências. Revista Insignare Scientia - RIS, v. 1, n. 1, 18 jun. 2018. DOI: https://doi.org/10.36661/2595-4520.2018v1i1.7657

Published

2023-10-09

How to Cite

Norbiato, E. M. R. (2023). A MÚSICA "ESTUDO ERRADO" DE GABRIEL PENSADOR: UMA CRÍTICA À SITUAÇÃO ESCOLAR E ÀS POLÍTICAS PÚBLICAS DE EDUCAÇÃO NO BRASIL. Revista Contemporânea, 3(10), 17488–17509. https://doi.org/10.56083/RCV3N10-047

Issue

Section

Articles