SABERES TRADICIONAIS: UM RIO DE POSSIBILIDADES NA EDUCAÇÃO DO CAMPO

Authors

  • Mannoella de Araújo Neves
  • Bianca de Araújo Neves
  • Josiane Nascimento da Silva
  • Reinaldo Eduardo da Silva Sales

DOI:

https://doi.org/10.56083/RCV3N8-145

Keywords:

Comunidade de Aprendizagem, Práxis Pedagógica, Sequência Didática

Abstract

O objetivo deste trabalho é analisar a relação dos saberes tradicionais com a educação do campo em uma escola localizada na Reserva Extrativista Chocoaré Mato-Grosso, município de Santarém Novo, estado do Pará. A pesquisa se alicerçou em um relato de experiência pedagógica durante a realização de uma sequência didática cujo método foi a escrevivência (Evaristo, 2017). Diante disso, a práxis pedagógica desenvolvida se pautou na co-responsabilização pela construção histórica do território, cujas reflexões conduziram a realização de sonhos, sonhados em comunhão por meio do diálogo (Freire, 1974). Os resultados demonstraram que a partir da criação de uma comunidade de aprendizagem, a sequência didática proporcionou diálogos interculturais entre os estudantes sobre os saberes tradicionais produzidos no território, da mesma forma que possibilitou a produção de um trabalho criativo, coletivo e cooperativo.

References

BATISTA, Leidiane Priscilla de Paiva Batista. PAULA, Edson Oliveira de Paula. MATOS, Tharcia Priscilla de Paiva Batista. Saberes Tradicionais e a Ciência Moderna. In: VI Congresso Nacional de Educação, VI CONEDU, Fortaleza, CE. Anais do VI CONEDU. p.1-9, 2019. Disponível em: https://editorarealize.com.br/editora/anais/conedu/2019/TRABALHO_EV127_MD1_SA6_ID7799_03102019175651.pdf. Acesso em: 11 jul. 2023.

BATTESTIN, Cláudia. PIOVEZANA, Leonel. BUDIN, Jesse. LANG, Greicy Gadler. Aprendizagem Cooperativa: Prática Pedagógica Avaliativa, Socializadora e Diferenciada. E-Mosaicos. v. 10, n. 23. 2021. Disponível em: https://doi.org/10.12957/e-mosaicos.2021.49855. Acesso em: 25 de jul. de 2023. DOI: https://doi.org/10.12957/e-mosaicos.2021.49855

BRASIL. Constituição Federal. Senado Federal, Brasília, 1988.

BRASIL. Lei nº 13.123. Dispõe sobre o acesso ao patrimônio genético, sobre a proteção e o acesso ao conhecimento tradicional associado e sobre a repartição de benefícios para conservação e uso sustentável da biodiversidade. Presidência da República. Brasília, 20 de maio de 2015.

CARVALHO, Sandra Maria Gadelha de; PIO, Paulo Martins. A categoria da práxis em Pedagogia do Oprimido: sentidos e implicações para a educação libertadora. Rev. bras. Estud. pedagog., Brasília, v. 98, n. 249, p. 428-445, maio/ago. 2017. Disponível em: http://dx.doi.org/10.24109/2176-6681.rbep.98i249.2729. Acesso em: 16 de jul. e 2023. DOI: https://doi.org/10.24109/2176-6681.rbep.98i249.2729

CORRÊA, S. R. M.; HAGE, S. A. M. Amazônia: a urgência e necessidade da construção de políticas e práticas educacionais inter/multiculturais. Revista Nera, n. 18, p. 79–105, 2012. Disponível em: https://revista.fct.unesp.br/index.php/nera/article/view/1336. Acesso em: 6 mar. 2023. DOI: https://doi.org/10.47946/rnera.v0i18.1336

DOLZ, J.; NOVERRAZ, M.; SCHNEUWLY, B. Sequências didáticas para o oral e a escrita: apresentação de um procedimento. In: SCHNEUWLY, B; DOLZ, J. Gêneros Orais e escritos na escola. Trad. e org. ROJO, R.; CORDEIRO, G. S. São Paulo: Mercado das Letras, 2004, p. 95-128. Disponível em: https://l1nq.com/loa9T. Acesso em: 12 jul. 2023.

EVARISTO, Conceição. Becos da memória. Rio de Janeiro: Pallas, 2017.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do Oprimido. São Paulo: Paz e Terra, 1974.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da Esperança: um reencontro com a pedagogia do oprimido. 28ª ed. São Paulo/Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2020.

HOOKS, bell. Ensinando pensamento crítico: sabedoria prática. São Paulo: Elefante, 2020.

ROCHA, Flávia Cavalcante; ZAVAM, Aurea Suely. O texto autobiográfico em sala de aula do ensino fundamental. Pensares em revista, n. 13. 2018. Disponível em: https://doi.org/10.12957/pr.2018.36190. Acesso em: 24 de jul. de 2023. DOI: https://doi.org/10.12957/pr.2018.36190

SALES, Reinaldo Eduardo de Silva. A pedagogia cultural e sua relação com o conhecimento presente na produção de fitoterápicos na Amazônia. 12º ENFOPE -Encontro Internacional de Formação de Professores, p. 1-15, 2021. Disponível em: https://eventos.set.edu.br/enfope/issue/view/34. Acesso em: 12 jul. 2023.

SANTOS, Maria Roseli Sousa. Entre o Rio e as Artes: uma cartografia dos saberes artístico-culturais emergentes das histórias de vida em Caratateua. Dissertação (Mestrado em Educação). Belém: UEPA, 2005.

Published

2023-08-23

How to Cite

Neves, M. de A., Neves, B. de A., da Silva, J. N., & Sales, R. E. da S. (2023). SABERES TRADICIONAIS: UM RIO DE POSSIBILIDADES NA EDUCAÇÃO DO CAMPO. Revista Contemporânea, 3(8), 12584–12601. https://doi.org/10.56083/RCV3N8-145

Issue

Section

Articles