A EXPERIÊNCIA DO USUÁRIO COMO FOCO DE CRIAÇÃO DE UM JOGO DE HORROR

Authors

  • Adriano Bezerra
  • Wilson José dos Santos Junior
  • Rafael Camillo Stader
  • Paula Poiet Sampedro
  • Guilherme Cornachioni Delci Loureiro
  • Vânia Cristina Pires Nogueira Valente

DOI:

https://doi.org/10.56083/RCV3N8-079

Keywords:

Criação de Jogos, Experiência do Usuário, Design de Jogos, Flow

Abstract

Desde o desenvolvimento dos primeiros jogos eletrônicos, novas tecnologias surgiram e ampliaram as possibilidades desse mercado e consequentemente as experiências de seus usuários. Esse trabalho expõe o processo de criação do jogo para computador Timor, sua construção visual, sonora e programação de algoritmos com inteligência artificial e como cada parte foi pensada de acordo com a experiência do usuário. Para além do desenvolvimento, também é relatado um teste feito com participantes sobre a experiência proporcionada pelo jogo. Por fim, são discutidos os pontos avaliados e o que é preciso alterar para melhorar a experiência dos usuários. Esse trabalho busca expor a criação e a avaliação de um jogo sob a ótica da experiência do usuário, um olhar que contempla os desenvolvedores, assim como os as pessoas que irão desfrutar do jogo.

References

J. Novak, Desenvolvimento de games, 2nd ed. São Paulo, SP: Cengage Learning, 2010.

S. Rabin, Introdução ao desenvolvimento de games, vol 3. São Paulo, SP: Cengage Learning, 2012.

S. Rogers, Level up: um guia para o design de grandes jogos, 1 ed. São Paulo: Blucher, 2013.

N. Carrasco, “trilha: o som e a música no cinema”, ComCiência, n. 116, 2010, pp. 0-0, ISSN 1519-7654.

M. Martins, O som ouvido visto e sentido: o repertório sonoro da cena teatral e a dramaturgia sonora dos espetáculos do Circo Teatro UdiGrudi. 2011. 149 f. Dissertação (Mestrado em Teatro) – Universidade do Estado de Santa Catarina, 2011.

J. D. Funge, Artificial Intelligence for Computer Games: An Introduction, 1 ed. Natick: AK Peters, 2004. DOI: https://doi.org/10.1201/9781439864807

B. Feijó, E. Cluá, F. S. Silva, Introdução à Ciência da Computação com Jogos: Aprendendo a Programar com Entretenimento. Rio de Janeiro: Elsevier, 2010.

P. Sweetser, J. Willes, “Current AI in games: a review”. Australian Journal of Intelligent Information Processing Systems, vol. 8, n.1 p. 24-42. 2002.

D. Norman, Design Emocional: Por Que Adoramos (ou Detestamos) os Objetos do Dia-a-dia. Rio de Janeiro, RJ: Rocco, 2008.

K. Krippendorff, “Design Centrado no Ser Humano: Uma Necessidade Cultural,” Estudos em Design, v.8, n. 3, p.87-98, Sep. 2000.

P . P. Sampedro, N. B. Grassi, I. Z. Moschin, V. C. P. N. Valente, E. Zitkus, “Customized experience: Digital games possibilities beyond their mechanics”, Proc. of XVIII SBGames. (SBGames 2019), SBC, Oct. 2019, p. 95-101, ISSN: 2179-2259.

E. Kruijff, A. Marquardt, C. Trepkowski, J. Schild, “Designed emotions: challenges and potential methodologies for improving multisensory cues to enhance user engagement in immersive systems” The Visual Computer, Vol. 33, Jul. 2016, p. 471-488, https://doi.org/10.1007/s00371-016-1294-0. DOI: https://doi.org/10.1007/s00371-016-1294-0

M. Csikszentmihalyi, Flow: The Psychology of Optimal Experience. New York, NY: HarperPerennial, 1991.

K. Poels, Y. A. W. Kort, W. A. IJsselsteijn, “D3.3: Game Experience Questionnaire: development of a self-report measure to assess the psychological impact of digital games”. Eindhoven: Technische Universiteit Eindhoven, 2007.

A. S. Kyaw, D. Aversa, C. Peters, Unity Artificial Intelligence Programming, 4th ed. Birmingham: Packt, 2018.

B. F. F. Karlson, Um Middleware de Inteligência Artificial para Jogos Digitais. 126f. Dissertação – Puc-Rio, 2005.

I. Millington, AI for games. Boca Raton: CRC Press, 2019. DOI: https://doi.org/10.1201/9781351053303

Published

2023-08-11

How to Cite

Bezerra, A., dos Santos Junior, W. J., Stader, R. C., Sampedro, P. P., Loureiro, G. C. D., & Valente, V. C. P. N. (2023). A EXPERIÊNCIA DO USUÁRIO COMO FOCO DE CRIAÇÃO DE UM JOGO DE HORROR. Revista Contemporânea, 3(8), 11391–11414. https://doi.org/10.56083/RCV3N8-079

Issue

Section

Articles