PERCURSOS FORMATIVOS EM EDUCAÇÃO FÍSICA: O PIBID E A CONSTRUÇÃO DE COMPETÊNCIAS E DA IDENTIDADE DOCENTE DE ESTUDANTES E EGRESSOS DA UFPI

Authors

  • Beatriz Lima de Araújo
  • Gilianne dos Santos Carvalho
  • Fábio Soares da Costa

DOI:

https://doi.org/10.56083/RCV3N8-043

Keywords:

Competências, Educação Física, Formação Docente, Identidade, PIBID

Abstract

O percurso da formação docente inicial em Educação Física é essencial para o exercício da profissionalidade da área, é nesse período que desenvolvem habilidades para a docência. Essa profissionalidade compreende à percepção dos esquemas intrínsecos ao exercício da profissão e às posturas necessárias ao desenvolvimento do ofício de ser professor de Educação Física. Para que estas competências profissionais sejam consolidadas, desenvolveram-se políticas de formação docente inicial e continuada, como o objeto deste estudo, o Programa Institucional de Bolsa de Incentivo à Docência (PIBID). O objetivo desta pesquisa foi compreender como o PIBID, no âmbito do curso de Licenciatura em Educação Física da UFPI, tem contribuído para a construção de competências profissionais e da identidade docente de professor em seu percurso formativo, de estudantes e egressos deste curso. Esta é uma pesquisa qualitativa, descritiva, exploratória e analítica. Foram pesquisados 23 estudantes e 05 egressos em exercício do magistério, que haviam participado do programa.Percebemos que o PIBID tem favorecido a construção didático-metodológica do futuro professor de Educação Física, têm estimulado a docência no processo de formação desses estudantes, assim como têm alicerçado um campo de construção competências profissionais e fortalecido a identidade profissional intricada com o magistério.

References

. A prática reflexiva no ofício de professor: profissionalização e razão pedagógica. (Trad. Cláudia Schiling). Porto Alegre: Artmed, 2002.

. Formando professores profissionais: quais estratégias? quais competências? Artmed Editora, 2018.

ABREU, Meriane Conceição Paiva; BORGES, Carlos Nazareno Ferreira; TEIXEIRA, Sônia Regina dos Santos. Política de formação de professores: implicações ao campo de conhecimento da Educação Física. Cadernos de Pesquisa, v. 28, n. 2, p. 140-159. BARDIN, L. Análise de Conteúdo. São Paulo: Edições 70. 2011. DOI: https://doi.org/10.18764/2178-2229.v28n2.202121

BERTINI JUNIOR, Nestor; TASSONI, Elvira Cristina Martins. A Educação Física, o docente e a escola: concepções e práticas pedagógicas. Revista Brasileira de Educação FísicaeEsporte [online]. 2013, v. 27, n. 3. DOI: https://doi.org/10.1590/S1807-55092013000300013

BORDENAVE, Juan Díaz; PEREIRA, Adair Martins. Estratégias de ensino aprendizagem. 4. ed., Petrópolis: Vozes, 1982.

BRASIL. Decreto 7.219, de 24 de Junho de 2010. Dispõe sobre o Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência - PIBID. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2007-2010/2010/Decreto/D7219.htm. Acesso em: 03 out. 2021.

BRASIL. Edital CAPES 06/2018. Dispõe sobre a Residência Pedagógica. Disponível em: https://www.capes.gov.br/images/stories/download/editais/01032018-Edital-6-2018-Residencia-pedagogica.pdf. Acesso em: 03 out. 2021.

BRASIL. Ministério da Educação. Regulamento do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (PIBID). Portaria 259/2019. Disponível em: https://capes.gov.br/images/novo_portal/documentos/regulamento/19122019_Portaria_ 259_Regulamento.pdf. Acesso em: 08 mai. 2022.

CINTRA, Paulo Roberto. A produção científica sobre docência no ensino superior: uma análisebibliométrica da SciELO Brasil. Avaliação: Revista da Avaliação da EducaçãoSuperior (Campinas), v. 23, p. 567-585, 2018. DOI: https://doi.org/10.1590/s1414-40772018000200016

DA SILVA MAIA, Francisco Eraldo et al. Memórias e reflexões sobre a desvalorização da Educação Física na escola brasileira. Práticas Educativas, Memórias e Oralidades- Rev.Pemo, v. 1, n. 3, p. 1-12, 2019. DOI: https://doi.org/10.47149/pemo.v1i3.3580

DOS SANTOS, Eliane Marques. Ensino e aprendizagem das competências e habilidades da Base Nacional Comum Curricular. DiversitasJournal, v. 5, n. 4, p. 3293-3308, 2020. DOI: https://doi.org/10.17648/diversitas-journal-v5i4-1512

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. 65. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2020.

FURTADO, Renato Santos; BORGES, Carlos Nazareno Ferreira. Educação Física escolar, legitimidade e escolarização. Revista Humanidades e Inovação, v.7, n.10, 2020.

GARCIA, Carlos Marcelo. O professor iniciante, a prática pedagógica e o sentido da experiência. Revista Brasileira de Pesquisa sobre formação docente, Belo Horizonte, v.03, n.03, p.11-49, ago./dez. 2010

LUNA, Christiane Freitas; ROCHA, Kleber Silva. O currículo em Educação Física: mudanças paradigmáticas, políticas e legislativas. Revista Cenas Educacionais, Caetité – Bahia –Brasil, v. 3, n. e9914, p. 1-19, 2020.

MAIA, Fernanda Jardim et al. Políticas nacionais de formação de professores. Interação- Revista de Ensino, Pesquisa e Extensão, v. 22, n. 1, p. 118-130, 2020. DOI: https://doi.org/10.33836/interacao.v22i1.347

MINTO, Lalo Watanabe. A Pandemia na Educação. RTPS-Revista Trabalho, Política eSociedade, v. 6, n. 10, p. 139-154, 2021.

OLIVEIRA, Vitor Marinho de. O que é Educação Física. 2. Ed. São Paulo: Editora Braziliense, p. 63, 2011.

OLIVEIRA, Walas Leonardo. Olhares necessários para uma nova formação de professores. Formação@ Docente, v. 13, n. 2, 2022.

PERRENOUD, Philippe. Dez novas competências para ensinar. (Trad. Patricia Chittoni Ramos). Porto Alegre: Artmed, 2000.

PIMENTA, Selma Garrido; LIMA, Maria Socorro Lucena. Estágio e docência. São Paulo: Cortez, 2012.

RESENDE, Rui et al. Identidade profissional docente: Influência do conhecimento profissional. In: QUEIRÓS, P. BATISTA, P.; ROLIM, R. (Eds.), Formação inicial deprofessores: Reflexão einvestigação da prática profissional Porto: Editora FADEUP, 2014. p. 145-164.

SAMPIERI, Roberto Hernández; COLLADO, Carlos Fernández, LUCIO, Maria del Pilar Baptista. Metodologia de Pesquisa. Porto Alegre: Penso, 2013.

SANTOS, Andreia Mendes dos; COSTA, Fábio Soares da; SILVA Renata. Análise deconteúdo na perspectiva de Bardin: um procedimento organizado. In: LIMA, ValderezMarina de Rosário; RAMOS, MaurivanGuntzel; DE PAULA, Marlúbia Corrêa (Org). Métodos de análise em pesquisa qualitativa: releituras atuais. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2019.

SILVA, Edna Lúcia; MENEZES, EsteraMuzcat. Metodologia da pesquisa e elaboração dedissertação. 4. ed. Florianópolis, 2005, p. 20-21.

SILVA, Francisca Islandia Cardoso da et al. Evasão escolar no curso de Educação Física da Universidade Federal do Piauí. Avaliação: Revista da Avaliação da Educação Superior (Campinas), v. 17, p. 391-404, 2012. DOI: https://doi.org/10.1590/S1414-40772012000200006

SILVA, Katia Augusta Curado Pinheiro da;CRUZ, Shirleide Pereira. A Residência Pedagôgica na formação de professores: história, hegemonia e resistências. Momento:diálogos em educação. v. 27, n. 2, p. 227-247, mai./ago, 2018. DOI: https://doi.org/10.14295/momento.v27i2.8062

TARDIF, M. Saberes docentes e formação profissional. 17. ed. Petrópolis: RJ: Vozes, 2014. DOI: https://doi.org/10.5212/OlharProfr.v.17i2.0010

UNESCO (2020). Impactdu Covid-19 surl’éducation. 2020. Recuperado de: https://fr.unesco.org/covid19/educationresponse. Acesso em: abril de 2022.

VIGOTSKI, L. S. “Concrete HumanPsychology”. SovietPsychology, XXII, v. 2, p. 60-76, 18 dez. 2020.

WESTPLTAL, Marcia Faria; BÓGUS, Claudia Maria; FARIA, Mara de Mello. Grupos focais: experiências precursoras em programas educativos em saúde no Brasil. Bol OficinaSanit Panam. n.120, v. 6, 1996.

Published

2023-08-08

How to Cite

de Araújo, B. L., Carvalho, G. dos S., & da Costa, F. S. (2023). PERCURSOS FORMATIVOS EM EDUCAÇÃO FÍSICA: O PIBID E A CONSTRUÇÃO DE COMPETÊNCIAS E DA IDENTIDADE DOCENTE DE ESTUDANTES E EGRESSOS DA UFPI. Revista Contemporânea, 3(8), 107122–10736. https://doi.org/10.56083/RCV3N8-043

Issue

Section

Articles