CIRURGIA TORÁCICA EM IDOSOS: DESAFIOS CIRÚRGICOS E POSSÍVEIS COMPLICAÇÕES CLÍNICAS

Authors

  • Igor Parada Marangoni
  • Gabriel Rodrigues Ragassi
  • Tainá Rodrigues Toqueton
  • Igor Costa Santos
  • Felipe Silva Ribeiro
  • Jessica Santana Silva
  • Ítalo Dantas Rodrigues

DOI:

https://doi.org/10.56083/RCV3N7-129

Keywords:

Cirurgia Torácica, Idosos, Desafios Cirúrgicos, Complicações Clínicas

Abstract

A cirurgia torácica em idosos apresenta desafios cirúrgicos e complicações clínicas específicas. Com o envelhecimento da população, é essencial compreender e abordar essas questões para fornecer um cuidado cirúrgico adequado a essa população vulnerável.  Discute-se a importância de uma abordagem individualizada e multidisciplinar, levando em consideração as características individuais do paciente, comorbidades e capacidade funcional. Também são abordadas estratégias como a utilização de técnicas minimamente invasivas e a implementação de cuidados perioperatórios personalizados. O objetivo deste estudo é realizar uma revisão sistemática para examinar estudos recentes sobre a cirurgia torácica em idosos, com foco nos desafios cirúrgicos e nas possíveis complicações clínicas. A metodologia adotada segue a estrutura do checklist PRISMA (Preferred Reporting Items for Systematic Reviews and Meta-Analyses). Foram realizadas buscas em bases de dados científicas utilizando palavras-chave relevantes, incluindo "cirurgia torácica", "idosos", "desafios cirúrgicos" e "complicações clínicas". Os critérios de inclusão foram estudos publicados nos últimos cinco anos, envolvendo pacientes idosos submetidos à cirurgia torácica e que abordaram os desafios cirúrgicos e as complicações clínicas específicas nessa população. Foram excluídos estudos que não se enquadrassem nos critérios de inclusão ou que apresentassem qualidade metodológica insuficiente. Os resultados da revisão sistemática revelaram que a cirurgia torácica em idosos apresenta desafios específicos, como a presença de comorbidades e a redução da reserva funcional. No entanto, estudos mostraram que, quando realizada de forma adequada e personalizada, a cirurgia torácica em idosos pode ser segura e eficaz. A utilização de técnicas minimamente invasivas, como a VATS, demonstrou benefícios, incluindo menor tempo de internação e menor incidência de complicações pulmonares. Além disso, a implementação de cuidados perioperatórios direcionados, como a fisioterapia respiratória e a reabilitação física, mostrou-se eficaz na redução das complicações respiratórias e na melhoria da qualidade de vida dos idosos. A conclusão desta revisão sistemática enfatiza a importância de uma abordagem individualizada e multidisciplinar no manejo cirúrgico de idosos submetidos à cirurgia torácica. Com uma avaliação pré-operatória abrangente, seleção criteriosa da técnica cirúrgica e cuidado perioperatório personalizado, é possível melhorar os resultados e reduzir as complicações nessa população. A utilização de técnicas minimamente invasivas e a colaboração entre diferentes especialidades de saúde são estratégias promissoras. No entanto, mais pesquisas são necessárias para fornecer evidências robustas e confirmar as conclusões encontradas nesta revisão sistemática. Estudos futuros devem se concentrar em investigar abordagens cirúrgicas e cuidados perioperatórios específicos para idosos, considerando suas características individuais e comorbidades. Além disso, é importante realizar pesquisas de longo prazo para avaliar os resultados a longo prazo da cirurgia torácica em idosos, incluindo a sobrevida, a qualidade de vida e as complicações tardias. Em suma, a cirurgia torácica em idosos apresenta desafios cirúrgicos e complicações clínicas que exigem uma abordagem cuidadosa e adaptada. Esta revisão sistemática destacou a importância de uma avaliação pré-operatória abrangente, o uso de técnicas minimamente invasivas e a implementação de cuidados perioperatórios personalizados para melhorar os resultados e reduzir as complicações em idosos. A colaboração multidisciplinar entre diferentes especialidades de saúde também desempenha um papel crucial nesse processo. Através do avanço contínuo da pesquisa e da aplicação das evidências disponíveis, espera-se que a cirurgia torácica em idosos se torne cada vez mais segura e eficaz, proporcionando melhores resultados e qualidade de vida para essa população vulnerável.

References

Kirk F, Chang S, Yong MS, et al. Thoracic Surgery and the Elderly; Is Lobectomy Safe in Octogenarians?. Heart Lung Circ. 2023;32(6):755-762. doi:10.1016/j.hlc.2023.03.005. DOI: https://doi.org/10.1016/j.hlc.2023.03.005

Eranki A, Merakis M, Williams ML, et al. Outcomes of surgery for acute type A dissection in octogenarians versus non-octogenarians: a systematic review and meta analysis. J Cardiothorac Surg. 2022;17(1):222. Published 2022 Sep 1. doi:10.1186/s13019-022-01980-x. DOI: https://doi.org/10.1186/s13019-022-01980-x

Pagès PB, Mariet AS, Madelaine L, et al. Impact of video-assisted thoracic surgery approach on postoperative mortality after lobectomy in octogenarians. J Thorac Cardiovasc Surg. 2019;157(4):1660-1667. doi:10.1016/j.jtcvs.2018.11.098. DOI: https://doi.org/10.1016/j.jtcvs.2018.11.098

Kawahito K, Kimura N, Yamaguchi A, Aizawa K, Misawa Y, Adachi H. Early and Late Surgical Outcomes of Acute Type A Aortic Dissection in Octogenarians. Ann Thorac Surg. 2018;105(1):137-143. doi:10.1016/j.athoracsur.2017.06.057. DOI: https://doi.org/10.1016/j.athoracsur.2017.06.057

Jacobs CR, Scali ST, Staton KM, et al. Outcomes of endovascular abdominal aortic aneurysm repair conversion in octogenarians treated at a high-volume aorta center. J Vasc Surg. 2022;76(5):1270-1279. doi:10.1016/j.jvs.2022.04.033. DOI: https://doi.org/10.1016/j.jvs.2022.04.033

Kalbhenn J. Prevent deterioration and long-term ventilation: intensive care following thoracic surgery. Curr Opin Anaesthesiol. 2021;34(1):20-24. doi:10.1097/ACO.0000000000000944. DOI: https://doi.org/10.1097/ACO.0000000000000944

Tong C, Huang C, Wu J, Xu M, Cao H. The Prevalence and Impact of Undiagnosed Mild Cognitive Impairment in Elderly Patients Undergoing Thoracic Surgery: A Prospective Cohort Study. J Cardiothorac Vasc Anesth. 2020;34(9):2413-2418. doi:10.1053/j.jvca.2020.03.011. DOI: https://doi.org/10.1053/j.jvca.2020.03.011

Zhong D, Lin Q, Zhang J, Liu Y, Zhan Z. Short- and medium-term outcomes after uniportal and multiportal video-assisted thoracic surgery lobectomy in elderly patients with non-small cell lung cancer. J BUON. 2021;26(4):1453-1459. DOI: https://doi.org/10.21203/rs.3.rs-60174/v1

Cooper L, Gong Y, Dezube AR, et al. Thoracic surgery with geriatric assessment and collaboration can prepare frail older adults for lung cancer surgery. J Surg Oncol. 2022;126(2):372-382. doi:10.1002/jso.26866. DOI: https://doi.org/10.1002/jso.26866

Ceppa DP, Antonoff MB, Tong BC, et al. 2020 Women in Thoracic Surgery Update on the Status of Women in Cardiothoracic Surgery. Ann Thorac Surg. 2022;113(3):918-925. doi:10.1016/j.athoracsur.2021.03.091. DOI: https://doi.org/10.1016/j.athoracsur.2021.03.091

Smelt JLC, Suri T, Valencia O, et al. Operative Planning in Thoracic Surgery: A Pilot Study Comparing Imaging Techniques and Three-Dimensional Printing. Ann Thorac Surg. 2019;107(2):401-406. doi:10.1016/j.athoracsur.2018.08.052. DOI: https://doi.org/10.1016/j.athoracsur.2018.08.052

Die Loucou J, Pagès PB, Falcoz PE, et al. Validation and update of the thoracic surgery scoring system (Thoracoscore) risk model. Eur J Cardiothorac Surg. 2020;58(2):350-356. doi:10.1093/ejcts/ezaa056. DOI: https://doi.org/10.1093/ejcts/ezaa056

Shiono S, Endo M, Suzuki K, Hayasaka K. Impact of enhanced recovery after surgery on outcomes of elderly patients undergoing open thoracic surgery. Gen Thorac Cardiovasc Surg. 2019;67(10):867-875. doi:10.1007/s11748-019-01099-2. DOI: https://doi.org/10.1007/s11748-019-01099-2

Luciani C, Scacchi A, Vaschetti R, et al. The uniportal VATS in the treatment of stage II pleural empyema: a safe and effective approach for adults and elderly patients-a single-center experience and literature review. World J Emerg Surg. 2022;17(1):46. Published 2022 Aug 29. doi:10.1186/s13017-022-00438-8. DOI: https://doi.org/10.1186/s13017-022-00438-8

Ten Berge M, Beck N, Heineman DJ, et al. Dutch Lung Surgery Audit: A National Audit Comprising Lung and Thoracic Surgery Patients. Ann Thorac Surg. 2018;106(2):390-397. doi:10.1016/j.athoracsur.2018.03.049. DOI: https://doi.org/10.1016/j.athoracsur.2018.03.049

Published

2023-07-31

How to Cite

Marangoni, I. P., Ragassi, G. R., Toqueton, T. R., Santos, I. C., Ribeiro, F. S., Silva, J. S., & Rodrigues, Ítalo D. (2023). CIRURGIA TORÁCICA EM IDOSOS: DESAFIOS CIRÚRGICOS E POSSÍVEIS COMPLICAÇÕES CLÍNICAS. Revista Contemporânea, 3(07), 9829–9845. https://doi.org/10.56083/RCV3N7-129

Issue

Section

Articles