A PANDEMIA DE COVID-19 E EDUCAÇÃO: O USO DAS TICs NA EDUCAÇÃO BÁSICA NO ESTADO DE MINAS GERAIS

Authors

  • Guilherme Soares Simões
  • Fabiana Aparecida Vilaça
  • Érika Abreu Pereira
  • Uriel Mortimer
  • Maria Júlia Martins da Silva
  • Rodrigo Carvalho Leite
  • Luciano Fonseca de Paula
  • Judison Rodrigues Pinto

DOI:

https://doi.org/10.56083/RCV3N8-036

Keywords:

Educação e Tecnologia, TICs, Pandemia

Abstract

O objetivo principal da presente pesquisa é analisar a influência e os benefícios educativos presentes no uso das tecnologias da informação e comunicação para a educação, fazendo-se uma análise com fulcro em entender e problematizar o uso dessas técnicas em meio à situação de pandemia por Covid-19. Especificamente, pretende-se analisar o uso de TICs na educação básica no estado de Minas Gerais no presente contexto da pandemia, trazendo-se uma metodologia com abordagem qualitativa a ser realizada através da aplicação de um formulário preenchido por professores de variadas áreas, predominantemente docentes da rede pública do estado. Como resultado, pretende-se apresentar reflexões acerca da problemática da escola tradicional e da necessidade dos educadores de se adequarem à era a tecnológica, buscando explorar os benefícios das TICs para a prática escolar e o seu uso enquanto recurso didático-pedagógico.

References

BENINCÁ, Elli. Práxis e investigação pedagógica. In: MÜHL, Eldon Henrique; SARTORI, Jerônimo; ESQUINSANI, Valcir Antonio (Org.). Diálogo, ação comunicativa e práxis pedagógica. Passo Fundo: Ed. Universidade de Passo Fundo, 2011, p. 45-67.

BRANDÃO, Carlos Rodrigues. Em Campo Aberto. São Paulo: Cortez, 1995.

BORSA, Juliane Callegaro. O papel da escola no processo de socialização infantil. Psicologia. com. pt: o portal dos psicólogos. Disponível em: https://www.psicologia.pt/artigos/textos/A0351.pdf. Acesso em: 08 de nov. de 2020.

CATAPAN, Araci Hack. Tertium: O Novo Modo do Ser, do Saber e do Apreender (construindo uma taxionomia para mediação pedagógica em Comunicação Digital). Florianópolis: Tese (Doutorado). Engenharia de Produção. UFSC, 2001. Disponível em: http://repositorio.ufsc.br/xmlui/handle/123456789/79393. Acesso em: 08 de nov. de 2020.

COLL, César; MORENO, Carles. Psicologia da educação virtual: aprender e ensinar com as tecnologias da informação e da comunicação. 1. ed. Porto Alegre: Artmed, 2010.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1996.

GESTRADO - Grupo de Estudos sobre Política Educacional e Trabalho Docente da Universidade Federal de Minas Gerais. Trabalho Docente em Tempos de Pandemia. Belo Horizonte, 2020. Disponível em: https://anped.org.br/sites/default/files/images/cnte_relatorio_da_pesquisa_covid_gestrado_v02.pdf. Acesso em: 08 de nov. de 2020.

HORN, Michael B.; STAKER, Heather; CHRISTENSEN, Clayton. Blended: usando a inovação disruptiva para aprimorar a educação. Penso Editora, 2015.

INEP. Censo Escolar 2018: notas estatísticas. Brasília: Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, 2018. Disponível em: https://drive.google.com/file/d/1diB1miZTKvuVByb9oXIXJgWbIW3xLL_f/view>. Acesso em: 08 de nov. de 2020.

KARNAL, Leandro; PINSKY, Carla Bassanezi. História na sala de aula: conceitos, práticas e propostas. 6. ed. São Paulo: Contexto, 2010. 216 p.

KIRSCHENBAUM, Matthew G. What is digital humanities and what’s it doing in English departments?. In: Defining Digital Humanities. Routledge, 2016. p. 211-220. Disponível em: https://www.ade.mla.org/content/download/7914/225677. Acesso em: 08 de nov. de 2020.

MARTINS, Viviane Lima. TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO (TIC) E EDUCAÇÃO. Revista Científica Intr@ ciência, v. 13, p. 1, 2017. Disponível em: http://uniesp.edu.br/sites/_biblioteca/revistas/20170710083906.pdf. Acesso em: 08 de nov. de 2020.

PADRO, Claudio. Cultura Digital.br. Rio de Janeiro: Beco do Azougue Editorial Ltda, 2009. Disponível em: http://dowbor.org/wp-content/uploads/2011/01/e-book-cultura-digital-br.pdf. Acesso em: 08 de nov. de 2020.

PRENSKY, Marc. O papel da tecnologia no ensino e na sala de aula. Conjectura, Caxias do Sul, v. 15, n. 2, p. 201-204.

ROCHA, Ismael. Ensino híbrido é tendência para a vida escolar no mundo pós-pandemia. [Entrevista concedida] a Ludmila Souza. Agência Brasil, São Paulo, 14 set. 2020. Disponível em: https://agenciabrasil.ebc.com.br/educacao/noticia/2020-07/ensino-hibrido-e-tendencia-para-vida-escolar-no-mundo-pos-pandemia. Acesso em: 08 de nov. de 2020.

SANTOS, Claitonei Siqueira. Educação escolar no contexto de pandemia. Revista Gestão & Tecnologia, v. 1, n. 30, p. 44-47, 2020. Disponível em: http://www.faculdadedelta.edu.br/revistas3/index.php/gt/article/view/52/41. Acesso em: 08 de nov. de 2020.

VEIGA-NETO, Alfredo. Michel Foucault e os Estudos Culturais. In Estudos Culturais em Educação: mídia, arquitetura, brinquedo, biologia, literatura, cinema. Org. COSTA, Marisa Vorraber. Porto Alegre: Ed. Universidade/UFRGS, 2004

VYGOTSKY, Lev Semenovich et al. Aprendizagem e desenvolvimento intelectual na idade escolar. Linguagem, desenvolvimento e aprendizagem, v. 10, p. 103-117, 1988.

Published

2023-08-04

How to Cite

Simões, G. S., Vilaça, F. A., Pereira, Érika A., Mortimer, U., da Silva, M. J. M., Leite, R. C., de Paula , L. F., & Pinto, J. R. (2023). A PANDEMIA DE COVID-19 E EDUCAÇÃO: O USO DAS TICs NA EDUCAÇÃO BÁSICA NO ESTADO DE MINAS GERAIS. Revista Contemporânea, 3(8), 10572–10593. https://doi.org/10.56083/RCV3N8-036

Issue

Section

Articles